Como e quando
semear coentros ou salsa

Sabia que a lua influencia, e muito, a forma como se desenvolvem as aromáticas depois de as semearmos? Temos de escolher a altura certa.

Os antigos sempre conheceram a importância que a lua tem na agricultura, e é este conhecimento que vos trago hoje, para quando decidirem semear as vossas aromáticas, sobretudo coentros e salsa.

Há décadas que o meu pai se dedica à agricultura – depois de chegar do trabalho, ainda de gravata, dedicava-se sempre ao quintal e sempre teve mão para a terra. Eu ficava espantada como é que tudo em que ele tocava – e ainda hoje assim é – se desenvolvia tão bem, inclusive as aromáticas.

Até que lhe perguntei como fazia com as aromáticas que estavam sempre tão pujantes:

“Filha, até ao Entrudo espiga tudo“. Ah sim?

“Sim, não vale a pena semear quando o tempo fica muito frio e até ao entrudo. Depois sim, de Abril ou Maio até Outubro ou Novembro, quando o tempo ainda não está muito invernoso.” Ok, certo. E podemos semear em qualquer altura nesse período?

“Não, para teres as aromáticas fortes sem espigar rapidamente tens de colocar as sementes numa terra boa na fase da lua velha.” Lua velha? Essa designação não está nas 4 fases da lua que conheço.

“Lua velha ou quarto minguante, a fase que antecede a lua nova. Logo no início é melhor.” E há mais algum segredo?

“Escolhe um sitio com sol, elas precisam de sol e de água.”

Se as deixarmos ficar mais tempo e começarem a espigar, basta retirar os ramos espigados para usar numa salada, por exemplo… ou deixá-los espigar totalmente para retirar as sementes que podemos semear uns tempos depois, quando estiverem bem secas.

E pronto… é só isto!

Escolham um bom local e sigam as recomendações do mestre Sousa 😉.

E não se esqueçam da outra dica que aqui deixei há tempos: Como manter aromáticas frescas durante mais tempo.

24 comentários para “Como e quando <br> semear coentros ou salsa”

  1. Que boa dica 🙂
    Por acaso não haverá por ai alguma na manga que dê para afastar indesejaveis lagartas/minhocas ou demais bicharocos rastejantes e roedores destas bonitas folhas verdes?

  2. Ola Clara, obrigada pela dica. Se optarmos por não semear, mas sim plantar as pequenas plantas de coentros e salsa já nascidas, que compramos nos mercados, será que é tudo igual? Ou o “mestre Sousa” aconselha mesmo a semear?
    Beijinho Grande

    1. Já estando crescida e com terra essa lógica não se aplica Carla. É apenas transplantar e regar… e rezar para que se adapte 😀

  3. Boa tarde Clara.
    Cumprimentos ao seu pai, fez-me relembrar o meu querido avó que me ensinava essas coisas. Ele sempre dizia que a lua influência tudo que se planta. Obrigada e beijinhos

  4. FERNANDA TRINDADE

    OLÁ CLARA BOA NOITE. É VERDADE VERDADINHA MESMO. E OUTRA MANEIRA DE CONSERVAR OS COENTROS COMO FAZIA A MINHA AVÓ ROSA. PISAVA-OS NO ALMOFARIZ COM UM BOCADO DE SAL E PUNHA-OS NUM FRASCO DE VIDRO, COBRIA-OS COM AZEITE E PUNHA O FRASCO NO FRIGORÍFICO. AGUENTAM MAIS TEMPO E NÃO PERDEM AROMA. OUTRA OPÇÃO É SEPARAR ESTA MISTURA POR DOSES E CONGELAR EM CAIXINHAS.

    1. Olá Fernanda! Com azeite sem dúvida, até congelado nos cubinhos das cuvetes. Ela congelava em seco? Eu isso já não gosto tanto de fazer porque acho que a congelação a seco rouba no aroma.

  5. Rosária Cabral

    Obrigada pelos seus conselhos, tenho aprendido muito. têm um Pai muito Sábio, faz – me lembrara o meu, que infelizmente já não tenho. Beijinhos

      1. Obrigada pelas sugestões, Clara! Os pais sabem tudo! Descobri, um pouco por acaso, que congelar as aromáticas enroladas em toalha de cozinha e depois
        no saco de congelar, as manteve mais verdes e cheirosas !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.