Como cozer
bacalhau

Cozer bacalhau em água a ferver durante 10 minutos retira suculência e sabor a este peixe tão especial. Saiba como deixá-lo no ponto perfeito. 

O fiel amigo das “1001” receitas é muito versátil e uma presença assídua na mesa dos portugueses.

Bacalhau cozido é a forma mais simples de todas, mas há uma técnica que o deixa cozido no ponto perfeito, mantendo mais sabor e a suculência entre cada lasca.

Quer saber como?

Digo-lhe já que o deve ter demolhado e descongelado (no caso de o ter comprado congelado).

Se estiver muito bem demolhado pode optar por juntar uma pitadinha de sal à agua da cozedura, mas muito pouco… só para equilibrar.

Quanto ao resto, explico tudo neste video. Ora veja…

68 comentários para “Como cozer <br> bacalhau”

  1. Clara, eternamente agradecida com esta sugestão para cozer o bacalhau. Ficou absolutamente espetacular. O mais saboroso que já comemos, e um lençol de elogios durante o jantar de natal. Muito obrigada e parabéns. Além de excelente jornalista é também a nossa fada madrinha da cozinha. Ah, é verdade, adorei o ebook. Um beijinho.

    1. Olá, Clara! Este ano vim para a universidade, pelo que tive de começar a cozinhar sozinha. Hoje cozi bacalhau pela primeira vez. Muito obrigada pela ajuda, ficou ótimo! Beijinhos <3

    1. Clara, obrigado pelo seu conselho para cozer 7 postas de bacalhau todas juntas seguindo o seu método. O bacalhau ficou ótimo e uma autêntica delícia teve os parabéns de todos que estavam a jantar nesta noite de Natal. Mais uma vez um muito obrigado e um bem haja. Bom Natal.

  2. luis martins monteiro

    muito obrigado pela tecnica de cozer o bacalhau, agora outra coisa …a palavra bricolage não têm sentido nenhum na lingua portuguêsa…esta palavra vêm do francês bricole que quer dizer “qualquer coisa” ou “fazer qualquer coisa”, acho uma estupidez de a integrarem na nossa lingua que é suficientemente rica, assim como tambem brocante que tambem não têm sentido em português…

  3. Eu costumo cozer o bacalhau na mesma panela onde tenho as batatas e a couve, para dar sabor! O bacalhau coloco-o na panela, quando as outras coisas estão quase cozidas! Faço mal? Obrigada!

    1. Maria, durante toda a vida muitas pessoas cozeram bacalhau deixando a água ferver. Esta técnica é completamente diferente. O bacalhau coze apenas no calor residual. Para dar o tal gosto de que fala às batatas e às couves não dá para usar esta técnica. Ou melhor, até dá, mas primeiro tem de fazer o bacalhau e 20 minutos depois retira-o da água. Depois aproveita a água onde ele esteve para cozer as batatas e as couves e quando já estiver tudo cozido desliga o lume e pode mergulhar nessa água o bacalhau só para o manter quente. Mas ferver é que não. Esta técnica diz isso: não ferva o bacalhau e terá o melhor bacalhau de sempre.

  4. Olá Clara,
    Fiquei surpreendida com a forma de cozer o bacalhau. Este ano e pela primeira vez vou fazer a consoada em minha casa e vou cozer bacalhau para 9 pessoas, também pela primeira vez. Como utilizo a sua técnica com tantas postas? Ainda que as vá colocar em duas panelas, são sempre muitas. Deixo ferver a água e depois desligo o lume, mesmo sendo por exemplo 5 postas em simultâneo?
    Muito obrigada e devo dizer-lhe que as receitas da Clara, que vou experimentando têm ficado sempre bem. Obrigada.
    Laura

    1. Olá Laura. Arranja uma panela grande e assim que a água começar a ferver mergulha o bacalhau. Pode ser todo na mesma panela. Mantém o lume ligado até a água voltar a fervilhar (não é ferver é aquele fervilhar a toda a volta). Aí desliga, mantém tapado, até pode fazer como os antigos e deixar debaixo de um cobertor para reter o calor 🙂 🙂 🙂 e pronto, passados 20 minutos está impecável. Boas festas!

      1. Boa tarde Clara,
        Cozi o bacalhau conforme sua sugestão. Maravilhoso! Ficou mesmo muito bom! foi um sucesso na noite de Natal! Obrigada pela partilha. Um Feliz ano 2022!

    1. José, se tiver um tacho suficientemente grande sim. Mas como são muitas espere que a água comece de novo a fervilhar e desligue só aí o lume.

    1. Depende João da forma como dessalgou o bacalhau. Se o dessalgou muito bem eu acrescentaria um pitada, mesmo ponta dos dedos, se o dessalgou menos não precisa de juntar nada. Na dúvida, com bacalhau demolhado de compra por exemplo, não use nada.

  5. Obrigada pela dica! Experimentei e o bacalhau fica excelente! Será que funciona para outros peixes? Quando cozinho salmão ou pescada congelados ficam secos e parecem borracha. Obrigada!

    1. Leonete, sim funciona. A pescada, a maruca, e outros, ficam perfeitos. Postas à temperatura ambiente lembre-se. Tal e qual o bacalhau. 😉

      1. Valdeisa eu refiro no post que tem de deixar descongelar primeiro. Retire no dia anterior. Congelado não funciona, vai ter de ferver a água e assim não fica com a qualidade que pode conseguir se estiver descongelado.

  6. Experimentei hoje, embora céptico, a cozedura do bacalhau da Islândia, do modo que indica. Céptico porque a posta era bastante alta e também pelo método em si próprio.
    O resultado não podia ser melhor! Bem cozido, saboroso e belas lascas soltas…
    Dica: Por norma, o bacalhau da Islândia é mais suculento e saboroso, pois as águas onde é pescado são muito frias.
    Parabéns por este seu trabalho,

  7. Ainda o bacalhau para a noite de Natal. Desculpe a “ansia” e as dúvidas de um mau “cozinheiro”…mas…são três postas muito altas. Será que, após a água a ferver, desligar o lume logo que elas se “banhem” na mesma, estas ficarão no ponto após os tais 8/ 10 minutos, mesmo com panos por cima da panela!?
    Cumprimentos,
    Jorge de Carvalho

    1. Sim Jorge, desde que deixe a água ferver e que os fique a cobrir, ficam sim. São 20 minutos. Como fez? (eu estive estes dias muito ocupada sem conseguir responder, desculpe).

      1. …estive um bocado “atrapalhado”, mas, depois de uma reunião com dois amigos a debater a lógica da boa cozedura, optei por: 1º-ferver a água; 2º-colocar as postas no mínimo do lume durante 10 minutos, após o que desliguei o gás e esperei mais dez minutos. Foi servido e…não escolheram outro prato…..
        Cumprimentos,
        Jorge de Carvalho

          1. Olá Maria. Já lascado tem de ser bem demolhado e não precisa de estar tanto tempo na água quente. 5 minutos chegam de certeza, mas verifique.

  8. Eu fiz o bacalhau com natas e tava divinal ,só modifiquei a batata palha por cenoura ralada e curgete para ficar mais saudável. Mas ficou delicioso . Obrigado .

  9. Muito boa esta técnica de cozer bacalhau.
    Mas pergunto-lhe : a pele do “dito” é virada para cima ou para baixo?…

    Cumprimentos,
    Jorge de Carvalho

    1. Olá Jorge, dizem que o correcto é para cima, mas se quer que lhe diga a verdade, para mim não faz qualquer diferença. Aqui ele só fica de molho, não é para ferver.

      1. Olá, Clara de Sousa
        Coube-me este ano a faina do bacalhau (salvo seja, porque a verdadeira faina é a dos corajosos pescadores que enfrenta as águas gélidas e as tortuosas ondas do mar, para a amanha das redes).
        Comecei por comprar um bacalhau por precauçao há coisa de 3 semanas… não fosse a Pandemia pregar mais partida à última hora.
        Parti o bacalhau em casa, demolhe-o e congele-o.
        Senão, que me surgiu uma dúvida de principiante: utilizar o bacalhau descongelado ou bacalhau demolhado (sem ser congelado)?
        Decidi colocar a minha dúvida existencial, a várias pessoas de origens distintas:
        Perguntei à senhora que ajuda cá em casa nas lides domésticas, ao meu sogro e também a um amigo.
        As opiniões foram unânimes: o bacalhau será mais saboroso se for cozido logo após ser demolhado!
        Assim será: bacalhau demolhado e simpaticamente cozido (sem ferver), de acordo com as dicas da Clara de Sousa.
        Para finalizar:
        – A cura amarela do bacalhau será um mito?
        – Bacalhau da Noruega ou da Islândia?
        – O peso do animal fará diferença (faz algum sentido adquirir um exemplar com 5 Kg, ou 2,5 Kg)?
        Na compra que efetuei por fim, acabei por aceitar a ajuda de um senhor senior que se abeirou (também ele pretendia adquirir um exemplar): apresentou-se como alguém que a sua atividade profissional teria sido vendedor de bacalhau; começou por me escolher um exemplar com cerca de 4 Kg. Depois acabaria por me aconselhar um exemplar mais fino e menos corpolento, mas com uma melhor cura, que acabei por comprar.
        Quando procedi ao corte, fiquei com a sensação que o exemplar seria demasiado fino, para as minhas expectativas.
        Coloquei os lombo do bacalhau à demolhar e por cautela, acabei por acrescer uns lombos de um outro exemplar, que entretanto surgiu num belo cabaz que a empresa onde trabalho, ofereceu a todos os seus colaboradores.
        Surpresa minha: neste momento, só consigo distinguir os dois exemplares, pelo tamanho da posta, pois a espessura dos lombos, durante a de molha, passou a ser idêntica.
        Amanhã veremos como corre a coisa.
        Espero estar à altura, de deliciar o meu sogro com o fiel amigo, naturalmente com a inestimável e preciosa ajuda da Clara de Sousa.
        Obrigado pelas dicas.
        Desejo-lhe um Santo Natal.

        1. Olá Rui. Sim é sempre demolhado, quando digo descongelado é porque a maioria das pessoas o compra congelado, e o importante é que ele vá para a água à temperatura ambiente. Ou seja descongelado. Muitas pessoas colocam-no a cozer congelado e isso é que não. Demolhado, será sempre, claro. E se tiver acabado de ser demolhado melhor ainda. Sobre o resto tenho de confessar que nunca pesquisei. Compro o bacalhau para ter postas altas e nunca me preocupei com a origem de um ou outro país, peso ou tipo de cura. Mas agora que o Rui me alertou já fiquei curiosa. Diga-me a que conclusões chegou! 🙂 Continuação de Festas Felizes!

  10. Olá Clara,
    Fiz ontem o seu Bacalhau com natas com as tais dicas das batatas palha e do caldo de carne e todos adoraram! (dos pequeninos aos mais crescidos…)
    Vou agora experimentar/adoptar essa “tecnica” no Bacalhau à Brás, enquanto não nos deixa, tambem, essa receita.
    Adoro as suas receitas. (até já tenho uma “playlist”!)
    Beijinhos.

  11. Boa tarde Clara,
    Cozinhei o bacalhau com a sua técnica de colocá-lo quando a água começa a ferver e desligar o fogão.
    Ficou muito suculento. Adorei.
    Obrigada pelas dicas.

  12. Maria Alice Nunes Pereira da Conceição Caldeira

    Olá, Clara, boa tarde!
    Quero cumprimentá-la e agradecer todas as suas dicas, no que toca ao bacalhau, principalmente o com natas.
    Parabéns por ser a pessoa que é: Boa jornalista, simpática e a dedicação à culinária.
    Beijinho

  13. Olá Clara, fiz bacalhau com natas (à minha maneira) mas cozi o bacalhau segunda a sua dica e adorámos, o bacalhau não se desfez, como era habitual. Para a próxima, faço o seu bacalhau. Obrigada. Um beijinho.

    1. Boa boa! E coza com a técnica nova, já que quando fiz o video ainda o deixava ferver. Neste caso do bacalhau com natas é só deixar o leite levantar fervura, desligar lume e mergulhar o bacalhau deixando-o descansar. Igual como se fosse com água 🙂 Beijinho!

  14. Ótimas dicas, Clara!
    Já pus algumas em prática q resultaram mt bem!
    A técnica de cozedura do bacalhau, aplicada à preparação de esparguete (c/ bstt água) resulta sempre-nunca cola e fica “al dente”!
    Gosto imenso das s/s receitas!!

  15. Obrigada Clara! Sou uma seguidora das suas dicas e receitas, que considero excelentes. Parabéns pelo excelente trabalho que faz sempre com muito gosto e dedicação.
    Beijinhos e continuação de muito sucesso!

  16. Adorei a dica do bacalhau…será que podemos colocar mais do que 1 posta na panela?, uma posta aqui em casa é muito pouco…..
    Grata pelas partilhas maravilhosa

    1. Claro Leonor. Use mais água, bacalhau à temperatura ambiente de preferência, e uns panos para cobrir e abafar a panela para que a água não arrefeça tão depressa.

  17. Bom dia D. Clara.
    Obrigado por mais uma excelente dica, sem duvida que é a forma mais correta de cozer bacalhau, pois é assim que eu faço. Se me permite, desafio-a a experimentar a colocar dois dentes de alho, uma folha de louro e um pouco de azeite e vai ver que ainda fica mais rico.
    Obrigado pelas suas dicas, são muito praticas e valiosas.
    Nelson Macedo

    1. Pois é já me disseram para aromatizar. Acredito que sim. Eu aqui preocupei-me com a textura sobretudo, mantendo o sabor neutro. Mas acho que vou acrescentar isso ao texto como adenda 🙂 obrigada!

    1. Convém retirar Artur porque o disco continua muito quente e vai ferver mais um pouco. O bacalhau não pode ferver. Depois de estar dentro de água, vai só descansar.

  18. Bom dia Clara.
    Estive a ver o seu vídeo sobre como cozer bacalhau.
    Eu uso uma técnica inversa, ou seja, coloco o bacalhau em água fria e, quando ela começa a borbulhar, desligo o fogão e aguardo 15 minutos com o tacho tapado.
    Vou experimentar a sua técnica para comparar o resultado final.
    Permita-me enviar-lhe um beijo de agradecimento pelas dicas que tem publicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.