Como conservar frutos vermelhos
e silvestres durante mais tempo

Com um ingrediente que temos em casa, preparamos um banho onde mergulhar os frutos, para lhes dar uma vida mais longa.

Frutos vermelhos como morangos ou cerejas, e frutos silvestres como mirtilos, amoras ou groselhas não têm um tempo longo de vida no frigorífico.

À excepção das framboesas que, por serem demasiado delicadas não reagem bem a este método, todas aquelas que referi acima agradecem o tratamento que as vai manter frescas durante mais tempo… o dobro do tempo.

Só têm de seguir a dica e secá-las bem com papel de cozinha antes de as guardarem no frigorífico.

Querem saber qual é o truque?

Então espreitem o video que preparei para vocês.

6 comentários para “Como conservar frutos vermelhos <br> e silvestres durante mais tempo”

  1. Olá Clara.
    Se já a admirava como comunicadora ou locutora , ainda a admiro mais com este seu conhecimento na culinária. Já era do meu conhecimento esta técnica de lavar as saladas com um pouco de vinagre e depois guardá-las na parte inferior do frigorífico e o resultado era bom. Neste tipo de fruta isso vai ser excelente , pois são alimentos, como disse, que duram muito pouco tempo frescos. Mormente os mirtillos, arandos ou martunhos que são do melhor que existe para a nossa alimentação.
    O meu bem haja e boas receitas e dicas
    Antunano

  2. Boa tarde Clara. Em relação a esta dica, acha que podemos guardar os frutos vermelhos num frasco de vidro ou tapperware? Esta técnica também se aplica a morangos certo? Obrigada e continuação de sucesso

    1. Sim Sílvia claro que sim, pode guardar na embalagem que quiser. Eu refiro os morangos sim. O único que não aconselho, devido à sua delicadeza, é a framboesa.

  3. Segui o seu conselho para conservação de ervas aromáticas frescas, no caso salsa e coentros, e … milagre ! A salsa durou quase um mês e os coentros penso que vão lá chegar. Obrigada, gosto muito das suas dicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.