Trifle na tradução literal do inglês é algo sem importância, uma bagatela ou um desperdício.

Penso que tenha sido deste conceito que nasceu esta sobremesa – do pouco se faz muito, de restos de bolo se faz uma bela sobremesa por camadas a que se acrescenta fruta e um creme que pode ser mais ou menos rico.

No entanto, com o sucesso que começaram a ter, os Trifles acabaram por ganhar vida própria e já não se fazem apenas de restos. São sobremesas imponentes, de uma grande beleza, a que ninguém fica indiferente.

Aliás, no âmbito do Jubileu de Platina de Isabel II, o concurso Platinum Pudding Competition desafiou os britânicos, profissionais ou amadores, a criarem a melhor receita para o Jubileu.

O Trifle de Torta de Limão e Amaretto foi a receita vencedora entre 5 mil que concorreram. Dá algum trabalho, cerca de duas horas, mas certamente valerá a pena. Se o quiserem fazer encontram AQUI a receita.

Esta receita de trifle que vos trago esta semana, é muito mais simples.

Também fazemos tudo de raiz, mas em vez de bolo usamos palitos de champanhe para facilitar.

Esta bela sobremesa fica pronta em 30 minutos e é capaz de saciar uma pequena multidão.

Frutos vermelhos… e de outras cores… 

Muita fruta torna a sobremesa ainda mais contrastante e refrescante.

Para este trifle usei 1 kg de morangos, 500 g de mirtilos e 250 g de framboesas.

Gosto da diversidade mas sai mais cara, é verdade. Por estes frutos gastei 11,66€. Se quiserem poupar podem usar apenas morangos; fica por metade do preço, mas em nome da textura e da beleza – que não é de somenos importância – a junção dos morangos com os mirtilos faz toda a diferença.

Outros ingredientes

Meio frasco de doce de morango facilita-nos a vida e é o que uso para envolver os frutos. Além disso precisamos de queijo-creme, de natas para chantilly, de açúcar em pó, de extracto de baunilha, de palitos de champanhe e de umas folhas de menta ou hortelã.

Posso substituir os palitos por bolo?

Claro que sim. As receitas originais de trifle usam precisamente restos de bolo e esta versão serve apenas para facilitar.

Uso estes palitos de champanhe, dos mais duros e secos que são mais fáceis de encontrar do que os longos e macios palitos la reine que uso no meu Tiramisù, na Charlotte de Tiramisù ou na Charlotte de Framboesa. 

Passo-a-passo

Começamos por retirar o pedúnculo e cortar os morangos.

Retiramos alguns dos frutos para uma tacinha, para usarmos na finalização.

Aquecemos o doce de morango no micro-ondas para ficar mais líquido…

E ainda quente envolvemos nele os morangos, mirtilos e framboesas.

Depois, batemos as natas em chantilly.

Batemos o queijo-creme com o açúcar em pó…

Misturamos o chantilly em três vezes e juntamos o extracto de baunilha.

Depois disto é só montar as camadas por esta ordem:

  1. ⅓ dos biscoitos
  2. ⅓ dos frutos com doce
  3. ⅓ da mistura de queijo com chantilly
  4. Repetir mais duas vezes.
  5. Cobrir com frutos reservados e decorar com menta/hortelã

Daqui segue para o frigorífico onde tem de ficar durante pelo menos 8 horas para ficar bem fresco.

E a receita com as quantidades?

Está mais abaixo, logo a seguir ao video. Podem imprimir se quiserem guardar.

Também podem apreciar:

TARTE CREMOSA DE MORANGOS E AMÊNDOA - Uma tarte fresca para celebrar o Dia da Mãe. Combina diferentes texturas e sabores numa conjugação divinal e de excelente apresentação.
PECADO DE CHOCOLATE (SEM AÇÚCAR/SEM FARINHA) - O melhor bolo de chocolate de sempre, de textura húmida. Sem açúcar e sem farinha, tem apenas 5 ingredientes. É perfeito.
MIL-FOLHAS COM CREME E FRUTOS VERMELHOS - Simplicidade e beleza fazem deste folhado a sobremesa ideal para ocasiões muito especiais, com a vantagem de podermos prepará-la com antecedência.
SALADA DE FRUTAS COM VINAGRETA DE LARANJA - Frutas variadas, manjericão e uma vinagreta intensamente perfumada fazem desta salada de frutas um remate perfeito de uma refeição.