Tarte de Leite da melhor tradição sul-africana, simples, delicada e deliciosa. Um sucesso em qualquer ocasião.

Já estavam com saudades de uma sobremesa?

E fácil, ainda melhor, certo?

Eu tenho andado longe das sobremesas, para garantir que continuo a perder os quilitos que ganhei no último ano e a coisa até está a correr muito bem, mesmo fazendo uns pecadilhos de vez em quando.

Isto para dizer que é claro que comi uma fatia desta deliciosa Tarte de Leite e carreguei bem com canela, que adoro!

Preferiam uma receita tradicional de Páscoa? Bem portuguesa?

Eu também gostaria de ter tido tempo para isso, mas não consegui.

Em alternativa, optei por oferecer aos subscritores da newsletter um novo Ebook que reúne várias receitas para a Páscoa – se quiserem receber o Ebook gratuitamente subscrevam AQUI, ou carreguem na imagem abaixo, e façam o download.

Esta Tarte de Leite é tradicional, mas não de Portugal. É de origem sul-africana e é perfeita para a Páscoa, para o Dia da Mãe, para um aniversário, para o Natal, ou para um cházinho em qualquer altura do ano.

Tarte de Leite sul-africana?

É verdade! Veio de tão longe até aqui chegar!

Esta receita foi-me enviada por uma seguidora do Facebook que me desafiou a experimentá-la.

“Clara, já conhece a tarte de leite sul-africana?”

Não, não conhecia e nunca tinha ouvido falar de tal tarte. Pesquisei e descobri várias receitas, com ligeiras nuances.

A massa desta tarte é, por regra, uma massa areada doce que não deve ser muito trabalhada para não ficar muito mole. Além disso é imperativo descansar no frigorífico antes de a estender.

Tem de estar bem fria e tem de estender-se entre duas folhas de papel vegetal ligeiramente untadas, para descolar com facilidade.

A única parte em que usamos o forno é para cozinhar a massa, com pesos, que podem ser de cerâmica como estes, ou simplesmente grão-de-bico ou feijão, secos.

Depois volta ao forno uma segunda vez, só para dourar o conjunto da massa.

Quanto ao recheio… é muito rápido e simples. É tudo feito à mão.

Mesmo havendo outras receitas em que a massa e o recheio vão ao forno, optei pela versão mais simples, em que o creme é feito no tacho e endurece naturalmente ao arrefecer.

Confirmei que é uma delícia. É doce, mas não em demasia… e aromatizada pela canela fica perfeita.

Posso fazer substituições?

Não testei com substituições – por exemplo bebida vegetal em vez de leite – mas dada a experiência de outras receitas diria que sim.

Desde que o creme engrosse no tacho e estabilize no frio, está tudo bem.

O objectivo é que depois de frio, o interior fique a bambolear, mas sem se desmanchar.

Sempre gostei muito de tartes e esta junta-se às que aqui tenho no site. São várias e todas tão boas!

Vejam de qual mais gostam:

TARTE FÁCIL DE MARACUJÁ – A simplicidade conquista-nos nesta tarte de maracujá, de sabor suave e recheio macio, com uma massa feita de raiz.

TARTE DE MAÇà(RECEITA DA MÃE) – Para mim, a melhor tarte de maçã do mundo! Receita tradicional da mãe, claro!

TARTE DE NOZ, CARAMELO E CHOCOLATE – Uma tarte de contrastes entre a noz crocante e massa macia, o caramelo doce e o chocolate mais amargo, pontuada com toques de sal.

TARTE DE CHOCOLATE E NOZ – Uma receita especial para o Dia da Mãe e não só. Esta tarte conquista-nos à primeira dentada, no sabor e na textura.

TARTE DE FIGO COM AMÊNDOA – Tarte perfeita para a época de abundância de figos. O recheio é quase todo de fruta, não tem ovo ou leite e a textura é incrível.

TARTE DE CEREJA – A cereja fresca em todo o seu esplendor no recheio desta tarte, com massa caseira, cortada em grade, para uma linda apresentação.

TARTE DE COCO E LEITE CONDENSADO – Com apenas 3 ingredientes, esta tarte é perfeita para soluções de última hora. Fica sequinha por cima e húmida por baixo.

Veja o vídeo desta receita

Subscreva e receba este Ebook e todas as receitas em primeira mão!

tempo de preparação: 50 minutos + tempos de arrefecimento
dificuldade: fácil
doses: 10 fatias
Tarte de Leite da melhor tradição sul-africana, simples, delicada e deliciosa. Um sucesso em qualquer ocasião.

Tarte de Leite
com Canela

Tarte de leite destaque site
Tarte de Leite da melhor tradição sul-africana, simples, delicada e deliciosa. Um sucesso em qualquer ocasião.
tempo de preparação: 50 minutos + tempos de arrefecimento
dificuldade: fácil
doses: 10 fatias

Ingredientes:

Massa:
  • 100 g manteiga fria, em cubos
  • 60 g açúcar (fino ou em pó)
  • 200 g farinha T65 sem fermento
  • 1 colher de chá de extracto de baunilha
  • 1 pitada sal fino
  • 1 ovo
Recheio:
  • 1 litro de leite
  • 15 g de manteiga
  • 125 g de açúcar
  • 2 ovos
  • 25 g de farinha maisena
  • 30 g de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de extracto de baunilha
Para polvilhar:
  • Canela a gosto
   

UTENSÍLIOS:

  • batedeira com acessório de pá
  • rolo da massa
  • papel vegetal
  • tarteira com fundo falso com 26 a 28 cm de diâmetro
  • pesos de cerâmica (ou feijões ou grão-de-bico, secos)

Confecção:

Faça a massa:
  1. Na taça da batedeira, com o acessório misturador, coloque todos os ingredientes, à excepção do ovo, e misture até fazer uma massa areada. Junte o ovo, extracto de baunilha e sal e misture mais um pouco, até a massa estar ligada.
  2. Faça uma bola, enrole em película aderente ou coloque num saco e deixe descansar no frigorífico durante cerca de meia hora.
  3. Depois de fria, coloque a massa entre duas folhas de papel vegetal levemente untado e estenda a massa até ter um tamanho suficiente para forrar a tarteira.
  4. Coloque a massa na tarteira, retire o papel vegetal de cima, e com as mãos enfarinhadas calque bem a massa para a moldar à tarteira. Recorte o excesso de massa e incorpore-a nas paredes da tarteira.
  5. Volte a colocar o papel de cima, encha com pesos e leve a cozer em forno pré-aquecido a 180º C durante 15 minutos.
  6. Passado esse tempo, retire a tarteira do forno, retire os pesos e o papel de cima e volte a colocá-la no forno por mais 5 minutos ou até dourar mais um pouco.
  7. Retire do forno e deixe arrefecer antes de rechear.
Faça o Recheio:
  1. Coloque o leite ao lume com a manteiga.
  2. Numa taça bata os ovos como para omeleta. Junte o extracto de baunilha, açúcar, farinha maisena e farinha de trigo. Envolva bem com vara de arames, à mão.
  3. Quando o leite estiver bem quente, junte um pouco de leite à mistura de ovos, em fio, e sempre mexendo.
  4. Junte esta mistura ao leite que está ao lume, sempre mexendo, até começar a borbulhar, sem deixar ferver.
  5. Retire do lume, mexa muito bem e verta sobre a massa na tarteira. Deixe arrefecer.
  6. Cubra com papel de alumínio ou película aderente e guarde no frigorífico até à hora de servir.
  7. Polvilhe generosamente com canela na hora de servir.

Notas:

  • Não deixe o creme ferver. Retire do lume assim que começar a borbulhar.
  • Se usar outras massas, nomeadamente de compra como folhada ou quebrada, adoce mais o recheio para equilibrar.

Outras informações:

8 comentários para “Tarte de Leite <br> com Canela”

  1. Olá Clara. Fiz a receita da Tarte de Leite com Canela, para o dia de Páscoa. Ficou super saborosa! Adorei a massa, adorei a textura do creme e o sabor. Só não fui a tempo de tirar foto. Um grande beijinho, e obrigada pela partilha ❤️
    Também na mesa esteve o Folar Doce de Páscoa.

  2. Olá Clara!
    Obrigada pela partilha desta receita.
    Estou super entusiasmada em fazê-la, mas sou intolerante ao glúten. Posso substituir a farinha T65 por Farinha Nacional isenta de glúten?
    No recheio, posso utilizar apenas farinha maisena, num total de 55g?
    Grande beijinho

    1. Olá Tatão. Eu diria que tudo o que for farinha de trigo (massa e creme) substituir pela farinha sem glúten. E a maisena mantenha igual no creme. Ou se usar só maisena no creme use só 45g. A maisena espessa mais.

    1. Olá Sónia, quando faz massas deve usar a T65 e não a farinha para bolos. Com a T55 corre o risco de a massa ficar mais mole, mas poder pode sempre, o resultado é que pode não ser o mesmo 😉 Sim ,tudo igual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.