Todos os anos, o meu amigo Gabriel Diogo me envia uma caixa de 5 quilos da belíssima cereja do Fundão, e não as conseguindo comer todas arranjo sempre uma receita para lhes dar uso.

Já foi o caso do Bolo de Cereja Invertido, do Cheesecake com Molho de Cereja e do Gelado Cherry Garcia da Ben & Jerry’s…

E também desta Tarte de Cereja, com um leve travo a amêndoa e um sabor mais intenso a canela.

Quem não aprecia, por exemplo, o sabor da amêndoa, pode optar por dispensar o extracto de amêndoa e “casar” a cereja e a canela com raspa de limão, dando-lhe outra frescura. 

Sim… precisamos de descaroçar as cerejas. Já testaram a minha DICA?

Quanto à massa… já sabem, aconselho sempre o uso de massa caseira porque fica uma tarte de qualidade muito superior.

A massa é super simples de se fazer, sobretudo se tivermos um processador.

Esta receita tem massa para dois círculos. Um é para forrar a tarteira…

e o outro para cortar em tiras para fazer a grade de cima.

Optei pela grade porque fica ainda mais bonita e cozinha melhor.

Fazer a grade é muito fácil. Só precisamos de 10 tiras de massa, 5 para usar na vertical e mais 5 para usar na horizontal. Entrelaçá-las é extremamente simples, como podem ver neste video.

Espero que gostem tanto desta Tarte de Cereja quanto o Paulo Varanda gostou!

Venham de lá esses sorrisos!

😁