O conhecido strogonoff, mas com tiras de frango, vai conquistar todos com o seu molho cremoso e bem apurado. Fica pronto em 30 minutos.

Os miúdos já regressaram à escola, as rotinas voltam à normalidade e a cozinha do dia-a-dia quer-se simples e, se possível, saborosa e económica nos tempos que correm.

O Strogonoff ou Estrogonofe é um prato que encaixa nesse conceito mas que, usando originalmente carne de vaca, exige carne de 1ª. Cortes menos nobres resultam em tiras rijas e sem graça. Ora, eu pessoalmente prefiro usar a carne de 1ª para fazer bons bifes, por exemplo, da vazia que são sempre a minha escolha. Neste prato, acabo por usar quase sempre frango, porque fica macio e absorve bem todos os sabores.

Qual a origem do Strogonoff?

É um prato com origem russa, que acabou por fazer sucesso um pouco por todo o mundo, tendo até sido um dos mais apreciados na Europa e Estados Unidos nos anos do pós 2ª Guerra Mundial.

A receita foi criada algures no século XIX e ninguém contesta que o prato pertence à família Stroganov. Mas quem? Há três fortes hipóteses sendo a mais credível a de Alexander Grigorievich Stroganov (1795-1891) que foi durante muito tempo Governador-Geral da “Novorossia” (Nova Rússia que respeita hoje à parte sul e leste da Ucrânia.)

Viveu e morreu em Odessa, onde foi eleito cidadão honorário da cidade após a sua reforma. Sendo muito rico, mantinha uma mesa aberta, em que qualquer pessoa educada ou decentemente vestida podia entrar para jantar “na rua”. E assim terá nascido este prato, feito por um dos cozinheiros de Stroganov. É a mais credível, mas na verdade ninguém tem a certeza, tal como podem ler neste artigo em inglês do jornal The Moscow Times.

Quais os ingredientes?

Aqui estão, já cortados e picados, prontos para avançar sem mais demoras.

Há supermercados que vendem cuvetes com as tiras já cortadas, mas a verdade é que podemos comprar peitos ou bifes de frango e cortar as tiras em casa. Nem muito finas, nem muito grossas.

Também os cogumelos podem ser comprados já fatiados – e aqui podemos usar os brancos ou os marron – mas pessoalmente gosto mais de os comprar inteiros e cortar em casa. Ficam mais frescos, mais durinhos. Eu gosto mais, mas façam como entenderem melhor.

A única coisa que desaconselho vivamente é o uso de cogumelos de lata. 

Idealmente, deveríamos usar um bom caldo de carne líquido mas em alternativa opto por um caldo tipo Knorr. Aqui em casa, tenho usado apenas os caldos Natura que não têm a composição que tanta polémica tem causado. É gelatinoso, não é duro como os caldos regulares. O caldo dá uma injecção de sabor importante, mas se não gostam de usar, não usem. Terão é de acertar melhor os temperos do molho. Nada mais.

ONDE ESTÁ A RECEITA ESCRITA COM AS QUANTIDADES?

A receita deste Strogonoff de Frango, bem explicada, com todos os pormenores, está mais abaixo, logo depois do video, e podem imprimi-la se quiserem.

Que recipiente usar?

Eu prefiro usar uma frigideira larga e com alguma altura, mas se não tiverem podem fazer num tacho, nem que tenham de fritar as tiras de carne em duas vezes.

Aqui estão elas, já temperadas com sal e pimenta, a fritar num pouco de azeite, numa camada única, muito rapidamente porque não queremos que fiquem secas. Basta um minuto a um minuto e meio de cada lado para ficarem ainda muito ligeiramente rosadas por dentro.

Retiramos para uma taça e usando a mesma frigideira, derretemos a manteiga, raspando o fundo, e fritamos ao mesmo tempo a cebola e os cogumelos fatiados. Serão cerca de 6 minutos em lume forte, mexendo pontualmente.

Seguem-se o alho, a farinha, a água, o caldo e as natas que fervilham ligeiramente. A opção por natas normais é para facilitar a procura de natas azedas/ácidas que dão um sabor muito específico. As normais servem muito bem.

Só depois juntamos o molho inglês, a mostarda e as tiras de frango.

Envolvemos tudo muito bem e provamos o molho para acertar temperos se for necessário.

Para servir podemos, opcionalmente, polvilhar com alguma erva aromática. Aqui usei cebolinho.

Feito e pronto a servir. Receita simples, sem complicações e carregada de sabor.

Qual o melhor substituto para as natas?

Eu diria que é o iogurte grego natural.

Quais os melhores acompanhamentos?

Pessoalmente prefiro arroz ou puré de batata, mas um bom esparguete também vai muito bem. Todos eles se deixam impregnar pelo molho. Também há quem goste de servir com batata frita.

SE GOSTARAM DESTA RECEITA

Veja o vídeo desta receita

Subscreva e comece a receber as newsletters em primeira mão

tempo de preparação: 30 MINUTOS
dificuldade: FÁCIL
doses: 4
O conhecido strogonoff, mas com tiras de frango, vai conquistar todos com o seu molho cremoso e bem apurado. Fica pronto em 30 minutos.

Strogonoff
de Frango

Frango Strogonoff destaque2 site
O conhecido strogonoff, mas com tiras de frango, vai conquistar todos com o seu molho cremoso e bem apurado. Fica pronto em 30 minutos.
tempo de preparação: 30 MINUTOS
dificuldade: FÁCIL
doses: 4

Ingredientes:

  • 600 g frango em tiras
  • 2 c. sopa azeite
  • 2 c. sopa manteiga
  • 1 cebola média
  • 300 g cogumelos fatiados (brancos ou marron)
  • 2 dentes alho
  • 1 c. sopa farinha
  • 200 ml água
  • 1 caldo de carne (natura ou regular)
  • 200 ml natas culinárias
  • 1 c. sopa molho inglês
  • 1 c. chá mostarda dijon
  • sal e pimenta preta q.b.

UTENSÍLIOS:

  • frigideira grande

Confecção:

  1. Tempere as tiras de frango com sal e pimenta e frite no azeite, cerca de um minuto, a minuto e meio de cada lado dependendo da grossura. Não deixe secar muito a carne. Retire para uma taça e cubra para manter quente.
  2. Derreta a manteiga na mesma frigideira bem quente, raspando o fundo para libertar os resíduos, e junte a cebola picada e os cogumelos laminados. Cozinhe durante cerca de 6 minutos, mexendo pontualmente, até os cogumelos estarem alourados e o fundo da frigideira estar quase seco.
  3. Junte o alho e frite por 30 segundos.
  4. Junte a farinha e cozinhe até desaparecer.
  5. Junte a água, o caldo e as natas. Deixe fervilhar um a dois minutos.
  6. Junte o molho inglês e a mostarda Dijon, prove e acerte temperos se achar necessário.
  7. Envolva a carne e deixe levantar fervura. Retire imediatamente.
  8. Polvilhe com uma aromática de que goste (opcional).
  9. Sirva com arroz, esparguete, puré de batata ou batata frita.

Notas:

  • se não quiser o caldo de carne, rectifique melhor os temperos
  • em vez de natas pode usar iogurte grego (não use magro)

Outras informações:

4 comentários para “Strogonoff <br> de Frango”

  1. Eugénia Gonçalves

    Fiz hoje para o almoço. Muito bom, muito saboroso, e em dias de pressa é rápido de fazer e sai uma refeição fantástica. Muito grata pela partilha.

  2. Olá Clara,
    Ficou uma maravilha, muito deliciosa esta receita.
    Seguindo os passos que estão muito bem
    explicados temos um resultado divinal.
    Obrigada e continuação de muito sucesso!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.