A quinoa já faz parte da minha alimentação há bastante tempo como um apoio fundamental para manter a linha.

Nada como uma salada de quinoa bem saciante, como esta, para nos deixar satisfeitos, naquelas alturas em que a última coisa que precisamos de ingerir são hidratos de carbono, como arroz ou massas.

Esta salada cumpre tudo – na textura, no sabor e na aceleração do metabolismo graças ao abacate.

Sim! O abacate que durante tanto tempo foi vilipendiado por ser calórico, tem boa gordura, faz bem à pele e ao coração, acelera o processo de perda de peso e ajuda a regular os metabolismos mais lentos.

Como em tudo, não podemos abusar, não devendo consumir mais de 100 gramas de abacate por dia.

Nesta salada usei um abacate com cerca de 300 gramas. Ora para um prato que dá para 6 pessoas temos metade do máximo diário recomendado.

A textura mais macia do abacate contrasta maravilhosamente com a textura da quinoa e dos tomates-cereja e tudo é potenciado no sabor graças aos coentros frescos, ao leve toque adocicado do mel e ao sumo de lima… que nunca é demais.

Este prato faz-se num instante… a única espera que temos de suportar é a do arrefecimento da quinoa, já que deve estar ligeiramente morna quando envolvemos o abacate, o tomate-cereja e os coentros.

Seja num jantar, seja num almoço, como entrada ou acompanhamento, ou até como prato principal, esta salada pode, se quiserem, ser enriquecida com frutos secos ou queijo feta. Fica deliciosa.

Mas sugiro que primeiro a provem só assim… e adicionem depois o que acharem necessário.