Caraíbas.

É um dos destinos favoritos dos portugueses que procuram as praias de areia branca e a água quente para descansar depois de um ano de trabalho.

Os operadores turísticos fazem promoções e pacotes a preços mais acessíveis e é um corrupio de voos charter que transportam milhares de pessoas.

Fiz a minha primeira – e até hoje única – viagem de férias às Caraíbas em 2014 e só guardo boas recordações.

De tudo.

Dos passeios e visitas guiadas a locais de difícil acesso, pequenos paraísos na terra…

Do contacto com as pessoas em toda a sua simplicidade e riqueza cultural, o que obviamente me levou a uma cozinha onde se preparava o típico frango com arroz e feijão…

Da fina areia da praia que teimosamente se agarrava aos meus pés…

Do imenso mar azul, sereno, que o olhar saboreava enquanto me refrescava com um mojito

Do pôr-do-sol…

… cuja luz era rasgada por pelicanos que se alimentavam ao fim do dia…

… ou de pequenos lagartos curiosos que se fundiam nas cores do seu habitat natural.

O clima tropical dá-nos uma explosão de cor e de vida… e é o clima perfeito para beber cocktails como este Rum Punch, cujas camadas de cor são irresistíveis.

Dependendo dos países, a receita sofre pequenas alterações, mas nunca pode faltar o rum, quase sempre um claro e um escuro, os sumos de laranja e de ananás e grenadine (xarope de romã). Depois há quem use lima e há quem use limão. Gelo e está feito!

Ora… esta delícia é perfeita também para as nossas noites quentes de Verão ou para aqueles fins-de-tarde com amigos.

Para fazer Rum Punch para uma multidão podemos usar recipientes maiores para poupar no trabalho de fazer copo a copo.

Inevitavelmente perde-se o efeito das camadas, em degradé, mas o sabor está todo lá. Neste caso também sugiro que só se coloque o gelo no copo na hora de servir, para evitar que este ponche fique aguado enquanto espera.

Quanto às doses de shot que refiro, podem usar os habituais doseadores de bar ou os simples copos medidores de mililitros. Basta fazer as contas para a quantidade de pessoas que se vai servir.

Tal como refiro na receita, se não tiverem os dois tipos de rum usem apenas um (com a quantidade total dos dois) e se não tiverem grenadine usem xarope de groselha para dar cor.

Ah… e se não tiverem lima, podem, claro, usar limão.

Adivinhem de que forma me despedi das Caraíbas enquanto aguardava o barco para sair da ilha?

Rum Punch, claro!

Fiquei fã.