Este é o prato que mais gosto de fazer no almoço do dia de Natal.

Depois do trabalho intenso para a noite de Consoada, perdemos mais uns minutos a temperar este peru e fica tudo adiantado. Assim, no dia seguinte, é só tratar das batatas e meter no forno.

Este peru fica saborosíssimo.

A receita foi-me dada pela querida Odete. Trabalhou na minha casa durante quase 10 anos até adoecer. Não resistiu à doença, mas continua presente nos nossos corações, com a alegria de sempre, como neste dia de Abril de 2004, quando celebrávamos mais um aniversário do meu filho Manuel.

A Odete tratava dos meus filhos como se fossem seus netos e de mim como uma filha. Era uma mulher do Norte, da região de Santa Marta de Penaguião. Teve uma vida muito dura como a minha mãe e como tantas outras da sua geração. Veio para Lisboa, para trabalhar desde muito cedo e sempre trabalhou até não poder mais.

Certo dia sugeriu-me esta receita, dizendo que, com este tempero, a carne de peru nem iria parecer carne de peru.

“Ah sim? Mas o que tem de tão especial?” perguntei eu.

E ela logo respondeu: “São os orégãos, dão um sabor à carne que nem acredita!”

E para puxar a brasa às suas origens ainda acrescentou: “E bem regado com um bom vinho de Santa Marta ainda melhor”.

Não o fiz com o vinho que ela tão orgulhosamente defendia, mas um bom vinho é sempre fundamental em qualquer prato. Eu sigo sempre a velha máxima:

“Um vinho que não é bom para beber, não é bom para cozinhar!”

Os ingredientes são básicos nas nossas cozinhas – alho, colorau, orégãos, louro, azeite, vinho branco. Tudo bem barrado numa marinada que fica a envolver a carne de um dia para o outro.

E no final, mesmo antes de seguir para o forno, uns belos pedaços de banha vão dar-lhe um toque muito especial.

“Oh filha que carne é esta? Vitela?”

“Não pai… (entre risos) é peru!”

Quem diria?!

A carne fica com uma textura muito macia e suculenta e até os que torcem o nariz a peru ficam rendidos.

Se gostam de peru não deixem também de espreitar o Rolo de Peru Recheado que fica delicioso ou vejam as outras sugestões de carne, peixe e doces que tenho na secção RECEITAS DE NATAL.