Costuma dizer-se que são precisos dois para dançar o tango.

Ora… neste dia dos namorados a dança também se faz no prato com este Pas de Deux de Borrego com uma crosta crocante de pistácio.

Para projectar simbolicamente o amor que une duas pessoas, duas peças com osso entrelaçam-se num abraço de uma dança mais efémera.

Este foi o prato principal da ementa que publiquei em 2015. É uma receita muito simples e deliciosa.

A carne fica macia, rosada e suculenta.
 Para quem é intolerante a frutos secos, deixo na receita uma outra sugestão para a crosta.

Na preparação, a carne depois de temperada e selada é barrada com mostarda para agarrar a mistura de pistácio.

Depois de ir ao forno e de descansar, corta-se em fatias, deixando dois ossos em casa pedaço.

Enquanto a carne descansa, assam-se uns belíssimos tomates-cereja no forno, com um tempero muito simples.

E pronto… agora só falta aquele abraço em cima do prato!

Se optarem por celebrar este dia com o amor das vossas vidas fazendo um jantar em casa, espreitem a secção DIA DOS NAMORADOS onde encontram outras receitas, desde entradas a sobremesas.