Pão de origem irlandesa, rápido, com aromas fortes, ideal para acompanhar pratos caldosos. As sobras fazem deliciosos croutons.

O meu gosto por fazer pães vem de longe, desde muito jovem em que ficava ali, sempre de olho, a espreitar sob o pano, para acompanhar o crescimento da massa.

Tanta impaciência por ver resultados, nesses tempos…

Hoje continuo ocasionalmente a fazer o meu próprio pão… mas deixo-o no seu tempo, que é só dele, e aproveito o meu para outros afazeres.

Este pão de soda não precisa desse tempo, porque não leva fermento de padeiro. É um pão que cresce no forno e que deve consumir-se mais rapidamente, já que a massa tem tendência para secar mais depressa do que os pães com fermento. É por isso ideal para comer pouco depois de sair do forno, ainda morno.

Um tacho de ferro fundido com 20 ou 22 cm de diâmetro faz o trabalho perfeito.

Porquê o tacho?

Porque acondiciona bem a massa, obrigando-a a crescer para cima e não para os lados.

Porque tem tampa à medida.

Porque mantém o calor, mesmo depois de sair do forno, garantido que a base fica bem cozida.

E… porque é lindo, dando um aspecto rústico que nos dá a sensação de estarmos a fazer tudo bem… mesmo quando não estamos… ah ah ah!

Agora a sério. Neste caso, dificilmente corre mal. Mas há um procedimento a levar em conta : não devemos bater demasiado a massa, tanto na batedeira, como depois na bancada, ao formar a bola. É fundamental mexer nela só o absolutamente necessário para ter uma massa homogénea e desta forma teremos uma melhor textura.

E finalmente, o corte em cruz, que não é apenas um agradecimento a Deus, mas é também o que permite que este pão respire e possa crescer.

Os sabores podem ser alterados a gosto. Tanto o tipo de queijo, como as ervas.

Deixo nas vossas mãos esse improviso, respeitando sempre as quantidades indicadas.

Esta receita faz um pão grande, de pouco mais de um quilo, por isso, se sobrar, deixem secar um pouco, cortem em pedaços e tostem no forno. Terão maravilhosos croutons para a sopa e saladas.

Subscreva a newsletter e receba as receitas em primeira mão!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

tempo de preparação: 15 minutos
tempo de forno: 1 hora
tempo total: 1 HORA 15 MINUTOS
dificuldade: fácil
rendimento: 1 pão (~1200 g)
Pão de origem irlandesa, rápido, com aromas fortes, ideal para acompanhar pratos caldosos. As sobras fazem deliciosos croutons.

Pão de Soda com Queijo,
Alho e Cebolinho

DESTAQUE1
Pão de origem irlandesa, rápido, com aromas fortes, ideal para acompanhar pratos caldosos. As sobras fazem deliciosos croutons.
tempo de preparação: 15 minutos
tempo de forno: 1 hora
dificuldade: fácil
rendimento: 1 pão (~1200 g)

Ingredientes:

  • 570 g de farinha T65 sem fermento + um pouco para polvilhar bancada
  • 30 g de flocos finos de aveia
  • 1,5 colheres de chá de bicarbonato de sódio
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • ½ colher de chá de pimenta preta
  • 1 colher de chá de alho em pó
  • 1 colher de sopa de açúcar
  • 1,5 colheres de chá de sal fino
  • 60 g de manteiga fria, em pedaços
  • 2 colheres de sopa de cebolinho picado
  • 100 g de queijo ralado (usei São Jorge)
  • 1 ovo L
  • 300 ml de leite
  • 50 ml de vinagre branco

UTENSÍLIOS:

  • Batedeira eléctrica com acessórios de pinha e de pá
  • Tacho de ferro fundido ou de alumínio com 20 ou 22 cm de diâmetro com tampa ou, em alternativa, uma tigela de barro com o mesmo diâmetro e com tampa
  • Papel vegetal

Confecção:

  1. Misture o leite com o vinagre, mexa e deixe descansar durante 10 minutos para a mistura espessar.
  2. Coloque o acessório de pinha na batedeira (o de arames que serve para bater claras).
  3. Na taça coloque todos os ingredientes da farinha à manteiga. Bata, a baixa velocidade, até a manteiga ser absorvida pela farinha e ficar com um aspecto areado.
  4. Mude para o acessório de pá, junte o queijo e o cebolinho e envolva por breves segundos.
  5. Junte um ovo à mistura de leite e vinagre e bata com um garfo para desfazer o ovo.
  6. Com a máquina a baixa velocidade junte o líquido e bata só o estritamente necessário para envolver – não é aconselhável bater muito.
  7. Retire a massa para a bancada ligeiramente enfarinhada, dê-lhe 5 ou 6 amassadelas para incorporar alguma farinha solta e forme uma bola.
  8. Coloque a bola de massa num tacho com 20 ou 22 cm de diâmetro forrado com papel vegetal e faça-lhe dois golpes profundos em cruz.
  9. Coloque a tampa e leve a forno pré-aquecido a 190º C durante 30 minutos. Depois retire a tampa e cozinhe por mais 30 minutos. No final do tempo, espete um palito no centro para confirmar que está bem cozido.
  10. Retire do forno e deixe arrefecer dentro do tacho, destapado.
  11. Corte morno ou frio e sirva.

Notas:

  • Se usar um recipiente em barro cubra-o muito bem com papel de alumínio, vedando bem.
  • Não use tachos de inox, porque não são bons condutores de calor.
  • Escolha um queijo com sabor suave ou médio e não um demasiado intenso

Outras informações:

Partilhe esta receita nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest

Veja também...

14 comentários para “Pão de Soda com Queijo, <br> Alho e Cebolinho”

  1. Só o aspecto dá vontade de correr para a cozinha. Faço muitas vezes pão normal com farinhas sem glúten para intervalar mas este vou experimentar mas primeiro tenho de comprar um tacho. Tudo o que tenho tem pegas que não podem ir ao forno. Talvez compre um de barro, vamos ver.
    Quando estiver pronto digo-lhe, por telepatia, durante o Jornal da Noite, ok? Beijinhos

    1. O que eu adorava entrar e trazer a loja para casa, mas são preços demasiado altos, que loucura, se bem que temos tachos para a vida e lindos. Mas sim, o Ikea tem e é coisa recente porque há tempos procurei e não tinha. provavelmente com aquele preço vão desaparecer num instante.

  2. Olá, Clara!
    Diga-me uma coisa, por favor… como não tenho esses tachos, será que posso fazer o pão numa forma normal sem buraco?
    Obrigado !
    Alice

    1. Pode, desde que não tenha mais do que 22 cm e consiga pôr uma tampa. O problema da forma é que depois de retirar do forno não retém durante muito tempo o calor, e o ferro fundido sim, mas pode sempre embrulhá-la em jornais ou num cobertor pequeno. Convém ficar mais um pouco depois de sair do forno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.