Aqui está uma receita simples para fazermos uns fantásticos pãezinhos de leite muito fofos, que vão animar os lanches e pequenos-almoços de crianças e adultos.

Esta é uma receita básica com massa lêveda, o que significa que não podemos ter muita pressa, ela terá o seu tempo para levedar. No Verão cresce mais depressa, no Inverno mais devagar. Mas temos sempre o truque de aquecer ligeiramente o forno para funcionar como estufa. Nunca falha e torna tudo mais rápido.

Para garantir que o fermento está em boas condições ele tem de ser activado com o leite ligeiramente morno. Atenção que não pode estar quente senão matamos o fermento e depois a massa não cresce. Para confirmarem que o fermento está bom, ele tem de borbulhar. Consoante as marcas, pode borbulhar muito como este, ou menos… mas tem de borbulhar para mostrar que está vivo e de saúde!

Depois é seguir os passos que refiro na receita, e quando a massa levedar já podemos moldar os pãezinhos. Eu opto por fazer bolas porque é mais rápido do que estar a moldá-los no formato tradicional. E não se esqueçam que como vão crescer têm de deixar alguma distância entre elas.

E vejam como crescem!

Bom… a esta hora o forno já está quentinho a dizer “Venham venham…!”

É uma festa! Mas antes de irem, ainda têm de ser pincelados com gema de ovo e, se gostarem, polvilhados com um pouco de açúcar.

E não há muito mais a dizer. Agora é fazer!

Se têm Bimby, ou equivalente, também indico todos os passos na receita.

Se não tiverem máquinas podem fazer tudo à mão.

Se gostam destes pãezinhos, não deixem de ver como se fazem as fantásticas Bolas de Berlim de Forno. Vão ficar fãs!