Pára tudo!

Vamos começar só por comer com os olhos!

Já está?

Então agora preparem-se para comer mesmo. Tipo… comer! Mesmo!

Aqui está uma mousse light que não sabe a light, que não tem textura de light. E tudo feito em apenas 20 minutos.

É densa, é intensa, é tudo o que desejamos numa mousse de chocolate.

E calorias? Hummm devem estar curiosos…

Aqui vai! Apenas 170 calorias por porção. Não estou a inventar.

Registem. 170 calorias por porção!

Já sabem que gosto de fazer sobremesas com queijo quark. É um queijo light, com diferentes percentagens de gordura, que os desportistas adoram e quem quer perder peso também.

É rico em proteína e, comparado com outros queijos, tem um teor reduzido de gordura e de hidratos de carbono, o que permite manter a massa muscular, com menos calorias. Como é de absorção lenta ficamos saciados durante mais tempo.

Depois de ter feito a Mousse Light de Kumquat, achei que era hora de avançar para uma mousse de chocolate igualmente saudável, sem açúcar, daquelas que se não dissermos nada, ninguém vai perceber que é uma mousse de baixas calorias, sem necessidade de ir nos dias seguintes para o ginásio correr que nem loucos, para queimar tudo.

Tinha acabado de chegar de Sever do Vouga, onde as minhas amigas Fátima e Alice Martins, que fazem maravilhosas compotas de mirtilos, me ofereceram 5 quilos destas bagas lindas e gordas.

E agora o que faço com tanto mirtilo?

Desde logo decidi oferecer algumas caixinhas… e depois fazer umas quantas receitas.

Esta foi a primeira. À hora a que escrevo não sei o que mais virá por aí, mas vou ter de pensar noutras soluções, além de os comer, claro!

Se não encontrarem mirtilos ou se quiserem outra opção, as framboesas também ficam perfeitas nesta mousse.

Para esta mousse usei um requeijão quark bio com 20% de matéria gorda, porque uma mousse quer-se cremosa, mas podem usar com menor percentagem se assim o entenderem. Evitem apenas o quark batido. Usem o normal. Tipo requeijão.

O chocolate negro pode ser com a percentagem de cacau que entenderem. Eu prefiro o de 70% para que não fique muito amargo, até porque esta mousse é adoçada com adoçante e não com açúcar. Tal como está fica mesmo no ponto.

O chocolate é derretido em banho-maria…

… e depois aproveitamos a água ao lume para bater as gemas com o adoçante também em banho-maria. Depois de sair do lume continuamos a bater até ficarmos como uma gemada impecável.

Depois, todos os passos que se seguem são muito simples.

Esta receita é ideal para diabéticos, para quem quer controlar o peso e para celíacos (desde que usem um chocolate certificado sem glúten).

Para servir usei uns copinhos pequenos de 150 ml, lindos, ideais para doses controladas. Cada um levou duas colheres de sopa bem cheias desta mousse. Se quiserem distribuir apenas por 4 copos maiores, façam-no. Por isso mesmo nas doses refiro 4 a 6. Mas posso dizer-vos que esta é a dose certa para fechar uma refeição. Mas se são mais gulosos, já sabem.

No final, optei por polvilhar com um pouco de açúcar em pó – foi mesmo muito pouco só para dar alguma graça – e flor de sal.

Chocolate e flor de sal! Que casamento perfeito! ❤️

Adoram chocolate? AQUI têm muitas receitas por onde escolher.

Querem outros doces de colher? ESTE é o local certo onde procurar!