Molho mais ou menos picante consoante a quantidade de sementes que se juntam. Ameniza com o tempo graças ao açúcar.

Nada se compara ao molho de malagueta feito em casa.

Este é feito com malaguetas grandes, é muito picante quando se acaba de fazer, mas ameniza após uns dias, graças à acção do açúcar.

Vejam só esta cor maravilhosa!

Este molho conserva-se bem fechado dentro de um frasco e vai-se consumindo a gosto: em carnes, em peixes, marisco, arroz, massas… até num belo requeijão, como se de compota se tratasse. Só para quem gosta, claro!

Precisamos de malaguetas grandes às quais retiramos quase todas as sementes – podem optar por não o fazer para ficarem com um molho ainda mais potente.

Mesmo retirando a maioria das sementes, este molho fica muito picante nos primeiros dias, mas depois ameniza a intensidade do picante graças à acção do açúcar. Em vez de ficarmos com os lábios a arder, ficamos com uma sensação de ardor na garganta, perfeitamente tolerável.

Com malaguetas pequenas não testei, mas se são essas que têm podem fazer. As pequenas são mais danadinhas, mas o que é que isso interessa quando se gosta de picante?

É muito importante usarem luvas ao manipular as malaguetas. Eu própria sofri com esse erro de não usar nada e, apesar de lavar várias vezes as mãos, ao distrair-me e ao passar um dedo na vista, um dia depois, ainda fez arder. Por isso, se fizerem esta receita, usem MESMO luvas.

Precisamos também de um mini triturador, porque é fundamental que este molho fique mesmo bem triturado. Se conseguirem com uma varinha mágica, óptimo! É um pouco mais difícil, mas faz-se.

Este molho agridoce de malagueta é um sucesso e bate aos pontos qualquer molho semelhante de compra.

Veja o vídeo desta receita no meu canal

tempo de preparação: 20 minutos
dificuldade: fácil
rendimento: 300 ml
Molho mais ou menos picante consoante a quantidade de sementes que se juntam. Ameniza com o tempo graças ao açúcar.

Molho Agridoce
de Malagueta

Destaque
Molho mais ou menos picante consoante a quantidade de sementes que se juntam. Ameniza com o tempo graças ao açúcar.
tempo de preparação: 20 minutos
dificuldade: fácil
rendimento: 300 ml

Ingredientes:

  • 250 g de malaguetas grandes
  • 3 dentes de alho
  • 150 ml de água
  • 125 g de açúcar
  • 75 ml vinagre de sidra
  • meia colher de chá de sal

UTENSÍLIOS:

  • mini triturador

Confecção:

  1. Use luvas.
  2. Lave e seque as malaguetas. Abra-as ao meio, no sentido do comprimento, retire a maioria das sementes e coloque-as num triturador – pode usar todas as sementes, para que o molho fique mais potente.
  3. Junte os dentes de alho e a água e triture muito bem até ficar com um molho muito macio.
  4. Verta o molho num tachinho. Junte o açúcar, o vinagre e o sal e leve ao lume, deixando ferver até engrossar um pouco. Se verificar que o molho não tem um aspecto mesmo macio, pode voltar a colocá-lo no triturador, ou no copo da varinha mágica, e triturar de novo até ter a textura desejada.
  5. Verta o molho em frascos fervidos, deixe arrefecer, tape e guarde no frigorífico.
  6. Mantém-se durante meses a fio.

Notas:

  • Pode substituir o açúcar por mel, optando por um mel de cor clara, com sabor menos intenso, como o mel de flores de laranjeira, para não interferir muito no sabor da malagueta.
  • Este molho perde intensidade no picante uns dias depois de feito – na versão com menos sementes – graças à acção do açúcar, mas mantém todo o sabor da malagueta, podendo assim ser comido até pelos que têm pouca tolerância ao picante.

Outras informações:

4 comentários para “Molho Agridoce <br> de Malagueta”

    1. Não fica com a mesma cor Maria, mas dará certamente. Deixe-as de molho só para amaciarem um pouco e depois de triturar tudo se vir que há pedaços que não trituraram pode passar por uma peneira. Se não se importar com isso, mantenha.

    2. Evangelina Jacinto

      Boa dia Clara. Cá em casa usamos muito molho agridoce. O seu deve ser delicioso. Só tenho uma pergunta, fica muito picante?, posso fazer sem malagueta? Por causa do meu neto. Muito obrigada, beijinhos.

      1. Olá Evangelina. Este molho é muito diferente do que refere. Não é o mesmo. Brevemente irei fazer esse a que se refere, que é o mais usado na cozinha asiática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.