Simplicidade e beleza fazem deste folhado a sobremesa ideal para ocasiões muito especiais, com a vantagem de podermos prepará-la com antecedência.

O Dia da Mãe celebra-se todos os anos, em todo o mundo, mas as datas são diferentes de país para país.

Em Portugal a data assinala-se no 1º Domingo de Maio, mas a verdade é que nem sempre foi assim.

Até aos anos 70,  o Dia da Mãe era celebrado a 8 de Dezembro, dia da Imaculada Conceição ou Nossa Senhora da Conceição, a mesma a quem rezávamos para que não chovesse. Lembram-se?

“Nossa senhora da Conceição, faça sol e chuva não”

E repetíamos e repetíamos… mesmo que nem sempre funcionasse.

Aliás, já vos falei da devoção que a minha avó paterna tinha a esta santa, na receita Folar de Carnes da Filhagosa. Uma devoção de tal ordem que quis o destino que partisse durante o sono de 7 para 8 de Dezembro e o seu corpo fosse sepultado precisamente no dia da sua santa.

Mas voltando à data do Dia da Mãe…

Porque mudou de Dezembro para Maio?

A história conta-se rapidamente: a igreja quis que a data ficasse mais centrada nas celebrações da Santa Padroeira de Portugal e acertou com a Mocidade Portuguesa, algures na década de 70, que o dia da Mãe passasse a ser celebrado em Maio, mês de Maria. Isto porque tinha sido a Mocidade Portuguesa a instituir a celebração da data, nos idos de 50.

Tudo acertado, a data mudou inicialmente para o último domingo de Maio, mas não por muito tempo, já que no final do mês há outras celebrações muito importantes, como a Ascenção de Jesus e o Pentecostes.

A questão resolveu-se passando o Dia da Mãe para o 1º domingo, porque no início de Maio nada de especial acontece no calendário litúrgico.

Falando um pouco sobre esta receita

Com mais um Dia da Mãe à porta, investi este ano numa receita fácil, prática, muita linda e saborosa. É daquelas receitas em que “pára tudo” quando chega à mesa.

Além disso pode ser tudo feito com antecedência e montado só na hora de servir.

Adoro receitas assim!

Não adoram também?

Aqui temos frutos vermelhos/silvestres, creme de pasteleiro e açúcar em pó. Tudo isto pode esperar pelo dia. Até os frutos…

Quanto à massa folhada, também a podemos cozer de véspera.

Usem a rectangular para ser mais fácil de cortar.

Dobramos a massa, cortamos em 4 partes iguais e picamos de ambos os lados com os dentes de um garfo…

Cada massa faz 4 pedaços, para duas peças montadas, a menos que optem por fazer peças mais pequenas, para terem mais doses, mas já sabem que a massa folhada parece muito volumosa e depois puf!!!

No forno faz-se magia logo depois, sem pincelar, sem nada, basta o calor.

Depois de a massa arrefecer podemos montar a nossa pièce de résistance colocando creme de pasteleiro no meio, chantilly e frutos vermelhos no topo… e um pózinho de acúcar para deixar tudo mais bonito.

Lembrem-se de que o creme de pasteleiro e o chantilly devem estar bem frios para evitarem babar como este… se bem que até lhe dá alguma graça 😉

Como disse, tudo isto pode ser feito com antecedência o que é uma grande vantagem em dias em que não temos mãos a medir.

Outras receitas para o Dia da Mãe:

Veja o vídeo desta receita

Subscreva e receba este Ebook e todas as receitas em primeira mão!

tempo de preparação: 30 MINUTOS + tempo de arrefecimento
dificuldade: fácil
doses: 4
Simplicidade e beleza fazem deste folhado a sobremesa ideal para ocasiões muito especiais, com a vantagem de podermos prepará-la com antecedência.

Mil-folhas com Creme
e Frutos Vermelhos

Mil folhas destaque site
Simplicidade e beleza fazem deste folhado a sobremesa ideal para ocasiões muito especiais, com a vantagem de podermos prepará-la com antecedência.
tempo de preparação: 30 MINUTOS + tempo de arrefecimento
dificuldade: fácil
doses: 4

Ingredientes:

  • 2 massas folhadas rectangulares
  • 200 ml de natas para chantilly
  • 50 g de açúcar em pó
  • frutos vermelhos/silvestres a gosto
  • acúcar em pó extra para polvilhar
Creme de Pasteleiro
  • 1 ovo inteiro
  • 2 gemas
  • 250 ml de leite
  • 40 g de farinha de trigo
  • 75 g de açúcar
  • ½ colher de chá de extracto de baunilha

UTENSÍLIOS:

Confecção:

Faça o creme de pasteleiro:
  1. Coloque 200 ml de leite ao lume, para ferver. Reserve os restantes 50 ml.
  2. Numa taça junte o ovo inteiro e as duas gemas, a farinha e o açúcar. Bata bem à mão com vara de arames. Junte o leite frio e depois o leite quente, em fio, sempre mexendo sem parar.
  3. Coloque a mistura de novo no tacho e leve a lume médio, sempre mexendo, até o creme engrossar. Finalmente, já fora do lume, envolva o extracto de baunilha e deixe arrefecer. Guarde no frigorifico até usar.
Faça os folhados:
  1. Dobre cada massa folhada ao meio, calque com as mãos para ajudar a unir, e corte em 4 partes iguais. Pique com um garfo de ambos os lados, coloque num tabuleiro com papel vegetal e coza em forno pré-aquecido a 200º C durante 15 minutos, mudando os tabuleiros de posição a meio do tempo.
  2. Passados os 15 minutos, vire os folhados e coza durante mais 5 minutos, para ficarem bem sequinhos. Retire do forno e deixe arrefecer totalmente.
Faça o chantilly:
  1. Bata as natas com o açúcar em pó até ter um chantilly robusto.
Monte o mil folhas:
  1. Coloque uma massa num prato, cubra com creme de pasteleiro, coloque por cima outra massa.
  2. Cubra com chantilly e frutos vermelhos.
  3. Polvilhe com açúcar em pó e sirva.

Notas:

  • Faça o creme de pasteleiro de véspera e guarde no frio.
  • Faça os folhados de véspera ou umas horas antes e depois de arrefecerem guarde-os num local seco à temperatura ambiente.
  • O chantilly deve ser batido na hora, com as natas bem frias. O caseiro é de maior qualidade, mas pode usar chantilly de lata.

Outras informações:

10 comentários para “Mil-folhas com Creme <br> e Frutos Vermelhos”

  1. Olá, muito, muito, mas muito bom.
    até gostaria de colocar a foto do final mas não consigo.
    Até fiquei orgulhosa de mim mesma

    1. Não faz mal Carina, se quiser partilhe comigo por FB. Ou envie por mail. O importante é que tenha gostado e se sinta orgulhosa, isso é fantástico! Parabéns!

  2. Ola Clara,resolvi fazer a sua receita,,mas só com o creme de pasteleiro e tambem ficaram otimos!!!
    Obrigada pela receita!
    Um bem haja a partir de Hamburgo
    Carla

  3. Olá Clara e, feliz dia da Mãe!
    Fiz como sobremesa do almoço, o mil-folhas de frutos vermelhos, bem…, uma delícia
    Obrigada pela partilha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.