Este é um prato tão reconfortante, tão reconfortante, que aqui em casa ninguém resiste, dos mais velhos aos mais novos.

As massadas de peixe podem ser feitas em qualquer altura do ano, mas na verdade é nos dias mais frios que este caldo bem quente me sabe melhor. E convosco acontece o mesmo?

Ora depois de uns dias mais quentes, já sentimos que o tempo começa a arrefecer e é a altura ideal para fazermos este prato.

Quais os ingredientes?

Eu uso maruca e camarão, mas se tiverem outro peixe branco, rijinho também está perfeito – por exemplo pescada, cherne, tamboril, corvina, perca, etc. – tudo depende da bolsa de cada um.

O camarão tem de ser cru e descascado. Se comprarem congelado têm de o deixar descongelar antes.

Quanto à massa, opto sempre por massas bem grandes como estas conchas gigantes, porque dão um equilíbrio e uma elegância ao prato, que não temos com as massas mais pequenas.

Desçam mais um pouco até à receita - logo após o vídeo - e vejam todos os ingredientes desta Massada.

Um caldo muito bem apurado!

Sim! É mesmo fundamental.

Cozemos o peixe usando a mesma técnica de Como Cozer Bacalhau e assim garantimos que o peixe fica muito suculento – só fica menos tempo na água porque as postas são mais pequenas.

Depois de arranjarmos o peixe, as peles e espinhas voltam na mesma água ao lume para ferverem.

Se tiverem as cascas e cabeças do camarão, juntem também e triturem tudo no final antes de coarem – se necessário retirem as espinhas maiores para não atrapalharem a varinha mágica.

Esta água da cozedura é muito importante para conseguirmos injectar o máximo de sabor no caldo desta massada, que fica com esta cor maravilhosa! E sim está tão delicioso quanto parece!

Tudo muito bem passado com varinha mágica. É neste caldo que mergulham os ingredientes para a cozedura final, que resulta num prato de que ninguém se vai esquecer.

Pronto numa hora?

Sim, desde que façamos uma boa gestão do tempo.

Apurar os caldos exige sempre um pouco mais de tempo, por isso enquanto o peixe está a “cozer” – temos ali 15 minutos em que podemos logo avançar para o refogado no tacho, onde deixamos apurar também o molho de tomate. Podemos avançar aí até à parte em que entra o caldo.

Lembrem-se também do mise en place, ou seja, todos os ingredientes na bancada antes de avançar. É sempre tempo ganho quando estamos organizados.

Gostam de pratos caldosos?

Espreitem estas receitas cheias de caldo e de sabor!

SOPA DE PEIXE AO ESTILO NAPOLITANO - Uma sopa soberba, de cores vibrantes, que todos vão adorar. Junta os sabores do mar e da terra no mesmo prato. Sem espinhas. Irresistível!
CARIL VERMELHO DE CAMARÃO - O sabor da Tailândia nas nossas mesas, em menos de 30 minutos, com este caril vermelho com camarão e legumes pleno de cor e sabor.
PERNIL DE BORREGO COM MARMELOS - A carne cozinha lentamente no forno, envolvida por marmelos e especiarias que lhe dão um sabor e aroma irresistíveis.
ENSOPADO DE BORREGO À MODA ANTIGA - Pura comida de conforto, este Ensopado de Borrego à moda antiga tem todos os sabores da melhor tradição alentejana.

Já a seguir podem ver o video da confecção e ler ou imprimir a receita mais abaixo.

Se partilharem a receita no Instagram não se esqueçam do tag 
#claradesousa_cozinha_bricolage