A receita das avós italianas, com limões biológicos, do licor de limão mais famoso e apreciado do mundo.

Mamma mia! Limoncello!

Qual Rosinha dos limões tenho andado a mimar muito o meu limoeiro com os nutrientes de que precisa, para conseguir ter bons limões ao longo do ano.

Ele é pequenino, mas está cada vez mais forte e este ano deu-me uns bons quilos de limões.

Agora, chegados quase a Outubro, já tem uma nova leva de filhotes em crescimento… e eu a vê-los crescer.

Encontrar limões biológicos não é difícil, mesmo na cidade. Se querem fazer esta receita têm mesmo de usar biológicos. Primeiro porque têm mais sabor. Depois porque se descascam sem dificuldade, retirando apenas a parte amarela, sem nenhuma parte branca, para não ter qualquer sabor amargo. Tentar fazer isto com outros limões é o cabo dos trabalhos. E o sabor e a cor… não são os mesmos.

Também é fundamental usar álcool etílico. Etanol. Não é o álcool comum. É um álcool com 96% de volume, sem cetrimida, adequado para consumo. Vende-se nas farmácias e parafarmácias referindo sempre que é para fazer licor, ou seja, para consumir. Quando não têm em stock eles encomendam. É carote mas compensa, porque mesmo assim o limoncello sai mais barato do que o bom limoncello que encontramos à venda.

Em Portugal não consegui encontrar o álcool de cereais tão usado para estes licores – nomeadamente no Brasil – mas se conseguirem… perfeito.

Há receitas que optam por usar vodka, já que a vodka é mais fácil de encontrar. De facto, a vodka tem um sabor neutro e é a melhor opção para esta receita, já que não terá o travo mais forte deste álcool puro, de que muitas pessoas não gostam. Se optarem pela vodka, espreitem as notas no final da receita.

Depois de uma infusão de 20 dias, o limoncello está pronto a finalizar, mas ainda terão de passar, pelo menos, mais 20 dias – ou até meses – até o podermos beber. Eu sei, eu sei… é difícil esperar, mas num limoncello acabado de fazer, o álcool domina tudo, tem um sabor agressivo, e o que queremos é que seja o sabor do limão a brilhar, com suavidade, nas nossas papilas gustativas. Para que isso aconteça é preciso termos paciência e deixá-lo maturar – quanto mais tempo melhor.

Depois disso, terão um fantástico limoncello para bebericar sempre que vos apetecer.

Ah… Sempre bem gelado! E quando digo gelado, é mesmo gelado. Congelador com ele!

Salute!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

tempo de preparação: 20 minutos + 20 dias de infusão + 20 dias de maturação (ou mais)
dificuldade: fácil
rendimento: ~3 litros
teor alcoólico: 30% vol
A receita das avós italianas, com limões biológicos, do licor de limão mais famoso e apreciado do mundo.

Limoncello
(Licor de Limão Italiano)

DESTAQUELimo
A receita das avós italianas, com limões biológicos, do licor de limão mais famoso e apreciado do mundo.
tempo de preparação: 20 minutos + 20 dias de infusão + 20 dias de maturação (ou mais)
dificuldade: fácil
rendimento: ~3 litros
teor alcoólico: 30% vol

Ingredientes:

  • 10 limões biológicos
  • 1 litro de álcool etílico 96% vol, sem cetrimida
  • 2 litros de água mineral ou filtrada
  • 800 g de açúcar
ou
  • 10 limões biológicos
  • 1 litro de álcool etílico 70% vol, sem cetrimida
  • 1,5 litros de água mineral ou filtrada
  • 700 g de açúcar
ou
  • 10 limões biológicos
  • 1 litro de vodka 40% vol
  • 1 litro de água mineral ou filtrada
  • 600 g de açúcar

UTENSÍLIOS:

Confecção:

  1. Retire a casca aos limões, apenas a parte amarela, sem a parte branca.
  2. Coloque as cascas num frasco hermético, bem limpo. Junte o álcool. As cascas têm de estar totalmente cobertas. Feche muito bem e deixe em infusão durante 20 dias num local fresco e escuro.
  3. Passados os 20 dias, leve a água ao lume. Quando começar a ferver, desligue e junte o açúcar. Mexa com uma colher de pau para dissolver. Deixe arrefecer totalmente.
  4. Quando a mistura de água e açúcar estiver fria junte-lhe o líquido da infusão, passando por um coador, mas mantendo as cascas no frasco. Verta 1 copo de água às cascas, agite para libertar restos da infusão e verta também na água.
  5. Coloque o limoncello em garrafas, feche muito bem as tampas, e coloque as garrafas no mesmo local fresco e escuro onde as cascas estiveram em infusão. Deixe o limoncello maturar desta forma durante 20 dias.
  6. Depois de o limoncello maturar, coloque-o no frio – no congelador ou frigorífico. Beba sempre gelado.

Notas:

  • O Limoncello conserva-se à vontade durante um ano ou mais, no frio.
  • No caso de optar por vodka com um teor de álcool de 40% junte apenas um litro de água e ficará a 20% o que já é aceitável para um licor. Neste caso – dependendo do congelador – corre o risco de congelar. Faça um teste. Se não congelar, perfeito! Se congelar, guarde-o no frigorífico e transfira-o para o congelador duas ou 3 horas antes de o beber para gelar mais um pouco. Depois volte a conservá-lo no frigorífico.

Outras informações:

4 comentários para “Limoncello <br> (Licor de Limão Italiano)”

  1. Boa tarde Clara,
    O álcool etilico sem cetrimida utilizado é álcool Puro independentemente da % nas várias variantes de limoncello indicadas, estou certo ?
    Obrigado
    Carlos Batista

    1. Sim Carlos, mesmo assim tem aquele travo a álcool. O ideal para isto seria álcool de cereais mas cá não encontrei. Se fizer com vodka fica com menos graduação mas tem um sabor mais suave.

  2. Luís Carlos Fernandes

    Olá Clara.estou a fazer um licor com casca de limão e outro com casca de laranja….este fica com uma cor fantástica.Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.