A 13 de Maio celebra-se o Dia Internacional do Húmus e por isso decidi este ano assinalar a data com este maravilhoso Húmus de Ervilha e Manjericão, um “habituée” cá de casa.

O húmus tradicional é feito com grão-de-bico, mas gosto de variar com outras opções – como o Húmus de Fava ou o Húmus de Couve-Flor – uma vez que como regularmente o húmus como acompanhamento de carne, de peixe, de vegetais, como se de um puré de batata se tratasse.

Na base de todos os húmus está o Tahini, uma pasta de sésamo que podemos facilmente fazer em casa e que se conserva durante imenso tempo no frigorífico.

Os benefícios para a saúde das sementes de sésamo são por demais conhecidos, desde a saúde da pele, do cabelo, dos ossos e muito mais.

Também a ervilha é a melhor das leguminosas – segundo me garante a minha nutricionista – não só, mas também, devido ao seu baixo índice calórico.

E perante isto, só temos boas razões para incluirmos este Húmus de Ervilha e Manjericão na nossa dieta alimentar.