Um húmus incrivelmente aromático e macio que pode ser servido como entrada ou acompanhamento de uma refeição.

A 13 de Maio celebra-se o Dia Internacional do Húmus e por isso decidi este ano assinalar a data com este maravilhoso Húmus de Ervilha e Manjericão, um “habituée” cá de casa.

O húmus tradicional é feito com grão-de-bico, mas gosto de variar com outras opções – como o Húmus de Fava ou o Húmus de Couve-Flor – uma vez que como regularmente o húmus como acompanhamento de carne, de peixe, de vegetais, como se de um puré de batata se tratasse.

Na base de todos os húmus está o Tahini, uma pasta de sésamo que podemos facilmente fazer em casa e que se conserva durante imenso tempo no frigorífico.

Os benefícios para a saúde das sementes de sésamo são por demais conhecidos, desde a saúde da pele, do cabelo, dos ossos e muito mais.

Também a ervilha é a melhor das leguminosas – segundo me garante a minha nutricionista – não só, mas também, devido ao seu baixo índice calórico.

E perante isto, só temos boas razões para incluirmos este Húmus de Ervilha e Manjericão na nossa dieta alimentar.

Veja o vídeo desta receita no meu canal

tempo de preparação: 10 minutos + tempo de cozedura das ervilhas
dificuldade: Fácil
Um húmus incrivelmente aromático e macio que pode ser servido como entrada ou acompanhamento de uma refeição.

Húmus de ervilha
e manjericão

HUMUS ERVILHA DESTAQUE
Um húmus incrivelmente aromático e macio que pode ser servido como entrada ou acompanhamento de uma refeição.
tempo de preparação: 10 minutos + tempo de cozedura das ervilhas
dificuldade: Fácil

Ingredientes:

  • 500 g de ervilhas cozidas (reservar um pouco do caldo da cozedura)
  • 3 colheres de sopa de tahini (pasta de sésamo)
  • sumo de 1 limão (± 100 ml)
  • 2 dentes de alho
  • 50 ml de azeite
  • pimenta preta moída na hora, a gosto
  • 1 colher de chá de cominhos moídos ou a gosto
  • ½ colher de chá de sal ou a gosto
  • uma mão cheia de manjericão fresco
  • paprika q.b

UTENSÍLIOS:

  • Processador/Triturador de alimentos

Confecção:

  1. Coloque no triturador os alhos, o tahini, o sumo de limão, as ervilhas cozidas e o azeite.
  2. Junte a pimenta-preta, os cominhos e o sal. Triture bem até que o creme fique denso, passando com uma espátula pelas paredes da taça sempre que necessário.
  3. Quando o creme ficar muito grosso, junte um pouco do caldo da cozedura, para ajudar a triturar melhor até ficar com uma textura densa e sedosa – junte o caldo a pouco e pouco, duas colheres de sopa de cada vez, até obter a densidade desejável.
  4. Junte o manjericão e triture muito bem até ser totalmente absorvido pelo creme. Prove e acerte os temperos se necessário.
  5. Sirva numa taça com um fio de azeite e polvilhado com paprika, como acompanhamento ou como entrada, com tostas, palitos de pão, de cenoura, de pepino ou de aipo.

Notas:

  • Tahini é pasta de sésamo. Podem comprar em muitos supermercados ou lojas de produtos biológicos, ou fazerem em casa se tiverem um bom triturador. Vejam a receita do meu Tahini Caseiro.

Outras informações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *