Se são dos que gostam de hambúrgueres e querem apostar mais em receitas com carne de aves, mas não encontram aquela que vos satisfaça mesmo a sério – já que a carne branca, sendo magra, tem tendência para ficar mais seca – então não procurem mais porque ela aqui está!

Se procuram por outros hambúrgueres, de carne, peixe ou vegetarianos vejam aqui as outras opções que tenho no site.

O melhor e mais suculento hambúrguer de peru!

E super saboroso, acrescento ainda!

Estes são os ingredientes para fazer os hambúrgueres; uns garantem melhor textura, outros dão um boost no sabor.

É importante destacar que quando comprarem a carne devem pedir ao talhante para fazer apenas uma passagem na picadora para evitar que a carne fique espapaçada. Apenas uma!

Estes são os ingredientes da salada de couve que faz um belo contraste a vários níveis.

E finalmente o pão de hambúrguer e o queijo. Eu gosto do pão de brioche e do queijo cheddar que tem um sabor muito especial.

Como fazer os hambúrgueres

Juntamos todos os ingredientes dos hambúrgueres – à excepção do azeite que é para os fritar – e misturamos com as pontas dos dedos para ligar bem.

É importante lembrar que a curgete ralada vai largar muita água e que esse excesso de água deve ser escorrido antes de juntar à carne.

A curgete é indispensável nesta receita. Não interfere no sabor e garante hambúrgueres mais suculentos. 

Feita a mistura, moldamos os hambúrgueres, colocamo-los sobre papel vegetal e vão por 20 a 30 minutos ao congelador enquanto fazemos a salada de couve. O choque com a temperatura negativa do congelador garante que os hambúrgueres ficam bem ligados e não abrem durante a fritura.

Como fazer a salada de couve

Só temos de fatiar as couves em ripas nem muito finas nem muito grossas e picar grosseiramente os coentros.

Fazemos o molho mexendo bem todos os ingredientes para emulsionar.

É com este molho que regamos a salada, e temos mesmo de envolver tudo muito bem para que não haja partes secas. A acidez vai quebrar as fibras mais duras das couves e o mel vai equilibrar o conjunto. Fica uma delícia!

O molho está a fazer o seu trabalho nos minutos em que finalizamos a receita.

Fritar os hambúrgueres

Feita a salada, retiramos os hambúrgueres do congelador, aquecemos o azeite na frigideira e fritamos os hambúrgueres em lume médio, aproximadamente 5 minutos de cada lado. Devem ficar dourados por fora e no limite do rosado por dentro.

No entanto, para garantirmos que o ponto de cozedura fica mesmo perfeito o melhor é usar um termómetro.

A temperatura interna que pretendemos atingir na carne de peru é 74º C, mas nunca devemos deixar chegar a esse limite na frigideira já que depois de desligarmos o lume a temperatura continua a subir. Neste caso aconselho a deixar chegar aos 70º C, colocar o queijo, fritar mais um minuto, se tanto, para amolecer o queijo e retirar do lume. A carne ficará no ponto certo enquanto segue e não segue para a mesa.

Enquanto fritamos os hambúrgueres tostamos ligeiramente o pão noutra frigideira.

Montar os hambúrgueres

Primeiro a base do pão, depois o hambúrguer com queijo, segue-se um pouco da salada de couve e finalmente o topo do pão. Servimos com mais gomos de lima ou limão para dar ainda mais frescura.

Aqui por casa ainda pediram batatas fritas e lá teve de ser, mas podemos apenas acompanhar com a restante salada ou com outro acompanhamento a gosto.

Não quer usar a frigideira?

Pode usar o forno ou uma fritadeira de ar quente. Se tiver um termómetro use-o em ambos os casos. Os tempos referidos são indicativos.

  • Forno – Pré-aqueça o forno a 200° C. Coloque os hambúrgueres num tabuleiro forrado com papel vegetal. Coza durante 10 minutos e depois vire os hambúrgueres. Coza durante mais 10 minutos, ou um pouco menos, até estarem cozinhados.
  • Fritadeira de ar quente – Pré-aqueça a 180º C. Pulverize o cesto ou a grelha com spray de cozinha. Coloque os hambúrgueres numa única camada sem se tocarem. Cozinhe durante 15 minutos ou até estarem cozinhados, virando-os a meio do tempo.

Como conservar os hambúrgueres?

Pode conservá-los ou congelá-los em cru ou já cozinhados. A minha opção seria sempre em cru já que cozinhados correm o risco de secarem ao terem de ser reaquecidos, mas se sobrar algum é a alternativa.

CRUS

  • Fazendo os hambúrgueres com antecedência, coloque-os num prato ou tabuleiro, cubra-os bem com película aderente e mantenha-os no frigorífico até 24 horas.
  • Se optar por congelar, coloque-os num prato ou num tabuleiro, sem se tocarem e congele durante uma hora. Depois embrulhe cada hambúrguer em película aderente e coloque-os num saco ou caixa de congelação. Congele até 3 meses. Para cozinhar, descongele no frigorífico.

COZINHADOS

    • Depois de cozinhados, mantêm-se em recipiente tapado no frigorífico até 3 dias.
    • Para congelar, deixe-os arrefecer completamente, embrulhe cada um em película aderente e coloque-os num saco ou caixa de congelação. Congele até um mês. Para consumir, descongele e volte a aquecer.

SE GOSTARAM DESTA RECEITA