É bom estar de volta depois de umas férias revigorantes. Bem precisava para voltar cheia de energia para os dias de trabalho intenso que tenho pela frente, tanto para o Jornal da Noite como na preparação da 26ª edição dos Globos de Ouro que se realiza a 1 de Outubro. Lá estarei mais uma vez, a dar o meu melhor e sobretudo a divertir-me e a celebrar a excelência de quem, tão merecidamente, é premiado.

Estas quatro semanas de pausa em Agosto deram para muito.

Para descansar um pouco mais do que o habitual e para ler – ainda não acabei mas estou a adorar ESTE LIVRO que me permite perceber mais sobre os jovens portugueses, como o meu avô paterno, que combateram na I Grande Guerra, em França.

Deram ainda para fazer uns dias de praia – a água este ano estava espectacular – e para “pecar” com satisfação a cada dentada naquela única Bola de Berlim comprada no areal que faço questão de comer todos os anos. É um ritual.

Estas férias deram para andar todos os dias de bicicleta e, inevitavelmente, para cozinhar para a família, que por esta altura precisa de uma mesa bem maior.

É uma semana fantástica em que adoro mimar toda a gente ao jantar. Os almoços ficam a cargo da minha sogra, que faz deliciosos assados. Ela prefere receitas de forno e eu de tacho. Com tarefas divididas fica mais fácil.

Nestes jantares, há receitas que repito todos os anos, porque não me perdoariam se não as fizesse. É como se estivessem durante um ano inteiro a aguardar por voltar a prová-las. A mais desejada é sempre a Sopa de Peixe ao Estilo Napolitano. Tãoooo boa!

Sopa de Peixe ao Estilo Napolitano é a sopa perfeita para servir nos dias e noites de Verão

Nesse período também faço sempre o Pão Rústico Rápido para que haja pão fresco todas as manhãs e às refeições, sobretudo em pratos com molho.

Um pão fantástico, com alma rústica, que coze na panela e não precisa de ser amassado

Para sobremesa também nunca pode faltar o Tiramisù ou o Arroz Doce, mas tento sempre acrescentar alguma novidade, quiçá, para criar novos favoritos.

Este ano, também houve o maravilhoso Trifle de Verão com Frutos Vermelhos, a Tarte de Pastel de Nata do meu 1º livro, uma Mousse de Chocolate Tradicional como a minha mãe me ensinou (um destes dias irei colocá-la aqui no site) e um gelado absolutamente irresistível, cuja receita partilho hoje convosco.

Gostaram do Gelado de Café Superfácil?

Então preparem-se porque este consegue ser ainda mais cremoso graças ao doce de leite. De tal maneira que, mesmo depois de longas horas no congelador, fica pronto a retirar bolas com uma facilidade incrível.

Quais os ingredientes?

Apenas estes três. Verdade! Aqui menos é mesmo mais. E que mais!

Esta é uma versão de atalho em relação às receitas em que é preciso fazer o caramelo salgado e em que é preciso a máquina de gelados. Ora nesta versão, dispensamos ambos.

O Doce de Leite é um extraordinário substituto do Caramelo Salgado – se não encontrarem Doce de Leite podem usar Leite Condensado Cozido, batendo-o muito bem para o amaciar e poder espalhar melhor. Se necessário, junta-se um pouco de leite para ajudar.

Em última análise podemos fazer  Caramelo Salgado, não o deixando tão fluído como o habitual.

Passo-a-passo

Começamos por dividir o Doce de Leite: três partes para envolver nas natas e uma parte para espalhar sobre as camadas.

Batemos as natas bem frescas até ficarem firmes, desta forma…

Juntamos as 3 partes de Doce de Leite, que só vai à máquina uns segundos para quebrar um pouco…

E continuamos a envolver tudo à mão, em movimentos circulares de cima para baixo, delicadamente…

até estar tudo bem envolvido e ganhar esta cor de caramelo. Uma verdadeira mousse!

Depois colocamos metade desta mistura num recipiente, espalhamos metade do Doce de Leite restante, passamos com um pauzinho para dar estes efeitos e polvilhamos com metade do sal.

Repetimos o processo numa segunda camada para esgotar os ingredientes.

E pronto é só isto! Tapamos e congelamos durante umas 6 horas pelo menos, até estar pronto a servir com toda esta cremosidade.

Olhem só para os pedacinhos de Doce de Leite a pincelarem todo o gelado! É impossível resistir.

Querem dar textura/crocância a este gelado?

Piquem frutos secos caramelizados – caseiros ou de compra – e envolvam no gelado antes de o transferirem para o recipiente de congelação.

Querem roubar nas calorias?

Mantendo a cremosidade que é fundamental, podemos  reduzir a quantidade de doce de leite. Eu não retiraria mais do que 100 gramas, mas façam o teste, provando a mousse, lembrando-se de que ainda será usado mais doce de leite entre camadas.

SE GOSTARAM DESTA RECEITA