Conheci a fábrica da Ben & Jerry´s no início dos anos 90, numa visita a Vermont, nos Estados Unidos, para visitar a família.

A Holy, que é americana, casou-se com um primo nosso, português, e viviam precisamente em Waterbury. Ela era uma das responsáveis pela internacionalização da marca, numa altura em que a Ben & Jerry´s ainda estava a tentar entrar com força no mercado europeu.

Era uma fábrica pequena, com limitações ao nível da produção e do crescimento, com os gelados feitos com o leite das vacas da região, uma espécie de vacas dos Açores para a realidade norte-americana.

Imagem @ SUNDAR M

Hoje, com o crescimento e globalização da marca, dificilmente as vacas continuarão felizes como eram na altura.

A marca era o reflexo de quem lhe dava a cara – o Ben Cohen e o Jerry Greenfield.

Divertidos, pensando fora da caixa e com gelados diferentes a que davam nomes pouco comuns: Chubby Hubby (Marido Gorducho) Coffee Coffee BuzzBuzzBuzz, Chunky Monkey (Macaco Robusto) ou este Cherry Garcia, talvez o mais icónico e conhecido, em homenagem ao músico e um dos fundadores da banda Grateful Dead, Jerry Garcia.

Enquanto fã destes gelados, não poderia passar sem um livrinho com algumas das receitas mais clássicas, e na época das cerejas, no ano em que comprei a minha máquina de gelados, decidi fazê-lo.

E aqui está agora a receita, tal como a retirei do livro, para que a possam também fazer nas vossas casas.

Podem usar a máquina de gelados, seja uma de compressor ou a mais simples com a cuba gelada… ou podem gelá-lo no congelador, desde que o mexam várias vezes.

Explico tudo na receita.

E para descaroçar rapidamente as cerejas vejam a dica: COMO DESCAROÇAR CEREJAS (RÁPIDO E FÁCIL)