Uma carne suculenta com todo o sabor. Esta versão expresso do clássico frango parmesão fica pronta em apenas 20 minutos. Tão rápido e bom que nem vão acreditar!

Outubro já vai a meio e o tempo voa.

A gestão do tempo é que tem muito que se lhe diga e agora que tudo já começou a regressar à normalidade, crianças de regresso à escola, muitos de regresso aos seus locais de trabalho, depois de meses a trabalhar a partir de casa… a gestão do tempo é que é mais difícil. Certo?

É por isso natural que muitas vezes cheguemos a casa, cansados, e a última coisa que nos apetece é passar mais uma hora a cozinhar.

Quando não há como escapar, soluções como esta dão muito jeito.

Do que precisamos?

De peitos de frango, molho de tomate do bom, daquele já temperado e cozinhado pronto a usar nas massas, mozzarella ralada, parmesão para ralar na hora e orégãos. Sem esquecer o sal, pimenta-preta e alho em pó. E a farinha para panar e a manteiga para fritar.

Peitos de frango, de preferência grandes. Mas se só houver pequenos, tudo bem. Só temos de reduzir no tempo de fritura, para não secarem.

Cortamos cada peito ao meio e temperamos com sal, pimenta-preta e alho em pó.

Sem tempo a perder, passamos logo por farinha e fritamos até ficarem bem dourados de ambos os lados, em lume forte, e transferimos para um tabuleiro forrado com papel vegetal.

Depois colocamos o molho, queijos e orégãos a cobrir a carne…

…e zabummmm…

uns minutitos no forno para derreter/gratinar.

É expresso e é muito bom!

ONDE ESTÁ A RECEITA?
Desçam mais um pouco – está logo depois do video e até a podem imprimir!

Versão expresso vs versão tradicional

Decidi fazer uns atalhos em relação à versão tradicional em que o frango é espalmado, passado por ovo e panado com pão ralado. Menos ingredientes e menos com que nos preocuparmos. Basta a farinha e fica tudo mais simples e mais rápido.

Aqui em casa há quem goste com puré, há quem prefira com o clássico esparguete. Eu, por regra, acompanho com uma boa salada.

Querem outras ideias para usar peitos de frango?

Ora vejam este especial que publiquei há pouco mais de 15 dias:

ESPECIAL RECEITAS COM PEITOS DE FRANGO - 4 receitas com peitos de frango muito simples e saborosas. Uma carne magra, capaz de proporcionar refeições muito equilibradas.

Veja o vídeo desta receita

Subscreva a newsletter e receba as receitas em primeira mão!

tempo de preparação: 20 minutos
dificuldade: FÁCIL
doses: 4
Uma carne suculenta com todo o sabor. Esta versão expresso do clássico frango parmesão fica pronta em apenas 20 minutos. Tão rápido e bom que nem vão acreditar!

Frango Parmesão
Expresso

Frango parmesão destaque site
Uma carne suculenta com todo o sabor. Esta versão expresso do clássico frango parmesão fica pronta em apenas 20 minutos. Tão rápido e bom que nem vão acreditar!
tempo de preparação: 20 minutos
dificuldade: FÁCIL
doses: 4

Ingredientes:

  • 2 peitos de frango grandes ou 4 pequenos
  • sal, pimenta preta e alho em pó a gosto
  • farinha para panar q.b.
  • manteiga para fritar q.b.
  • 4 colheres de sopa bem cheias de molho de tomate temperado, pronto a usar sobre massas – não usar polpa de tomate ou ketchup
  • 100 g de queijo mozzarella ralado
  • Parmesão ralado a gosto
  • orégãos secos q.b.

UTENSÍLIOS:

  • frigideira
  • tabuleiro
  • papel vegetal

Confecção:

  1. Abra os peitos ao meio e tempere-os com sal, pimenta e alho em pó.
  2. Passe a carne por farinha, de ambos os lados e frite em manteiga, dois minutos de cada lado. Junte mais manteiga ou um pouco de azeite, se a anterior começar a queimar muito.
  3. Retire para um tabuleiro forrado com papel vegetal e cubra toda a superfície da carne com molho de tomate, um pouco de mozzarella, parmesão ralado,  de preferência na hora, e salpique com um pouco de orégãos secos.
  4. Leve ao forno, na função grill, durante cerca de 5 minutos para derreter o queijo e dourar ligeiramente.
  5. Sirva com o acompanhamento da sua preferência e com mais molho de tomate se desejar.

Notas:

  • Dois bons peitos de frango dão para 4 pessoas, com apetite normal. Na dúvida faça mais.
  • No caso de só encontrar peitos mais pequenos, conte um por pessoa. Se optar por usá-los inteiros terá de os deixar fritar mais um pouco. Se optar por cortá-los ao meio, como são mais pequenos, deverá reduzir um pouco o tempo de fritura para evitar que a carne cozinhe em demasia.

Outras informações:

5 comentários para “Frango Parmesão <br> Expresso”

  1. Olá Clara. Desde há bocado. Acabei por por os bifes mais 5 minutos no grilll na prateleira superior( no total estiveram15 min.)Como o forno estava bem quente, o tomate acabou por ficar cozinhado e o resultado foi crocante e sabororoso.Tenho de lhe dizer que sou uma principiante na cozinha, mas muito atrevida.Por isso, vou voltar a fazer a receita, só K desta vez cozinho o tomate. Boa noite. Um beijinho.

    1. Amélia, mas diga-me esse molho de tomate para bolonhesa eu não conheço, é de que marca? Esses molhos por regra também já são cozinhados. Eu uso muito o da Barilla, mas há outras marcas, Guloso, por exemplo. Em alternativa tem o tomate frito também. Quanto ao tempo de forno, é tempo a mais porque vai secar muito a carne e queremos que a carne fique suculenta.

  2. Olá Clara. Boa noite. Costumo experimentar algumas das suas receitas e tenho gostado muito. Hoje tentei o frango com parmesão e não correu bem. O K é molho de tomate do bom? Disse para evitar polpa, ketchup, então escolhi molho de tomate para a bolognesa. Pus em cima dos bifes, levei ao grill, mas o molho de tomate tem de ser préviamente cozinhado. Fervido durante 5 minutos. Vou tentar levar tudo ao forno, mas já estou com um atraso de 20 minutos no jantar. Tem de ser mais espeçifica em relação ao molho de tomate, caso contrário, fica crú.No final vou voltar a dar lhe o feedback. Obrigada na mesma. Foi uma aventura..só K entretanto a spaghetti arrefeceu…

    1. Olá Amélia, o molho de tomate é aquele já pronto e temperado, eu refiro isso na receita. Daqueles que se usam directamente nas massas. Pronto a comer. Ou do caseiro, já cozinhado. Não é molho cru tipo passata, nada disso. Mas vejo que conseguiu resolver, ainda bem. Quanto ao esparguete frio, nada melhor do que salt-lo com alho na frigideira. Nunca se estraga 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.