Para comer à mão, com osso limpo, este Frango à Passarinho, frito em azeite é um petisco irresistível.

Ui ui ui que belo petisco este! E com a festa de passagem de ano à porta é mesmo perfeito.

O Frango à Passarinho fica super crocante e é vê-lo a ganhar asas e a voar do prato.

Para que o osso fique a descoberto é preciso cortarmos a pele e os tendões acima da articulação da base – uma faca bem afiada é fundamental. Se quiserem um osso mais limpo retirem também o revestimento da articulação. Se não se importarem com isso, cortem apenas os tendões que assim que a carne é mergulhada no azeite encolhe e fica toda a carninha para cima.

Depois disto deixamos a marinar umas horinhas ou mesmo onde um dia para o outro

… e na hora de fritar secamos com papel de cozinha para evitar que espirre muito ao entrar no azeite.

Este processo que uso é simples mas exige uma despesa extra – o frango é frito não em óleo mas em azeite e tem de ser mergulhado, por isso reservem uma garrafa de azeite para a fritura e guardem-na depois de fria para ser reutilizada noutras vezes.

Fica a fritar durante 20 minutos exactos em lume médio/alto. Tem de estar sempre a fritar para que os 20 minutos cheguem para cozinhar bem por dentro.

Que maravilha de petisco!

Quente com a pele a estalar, servido com um molho de alho ou outro de que gostem, vão ver que é sucesso garantido!

Subscreva a newsletter e receba as receitas em primeira mão!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

tempo de preparação: 30 MINUTOS + tempo da marinada
dificuldade: fácil
Para comer à mão, com osso limpo, este Frango à Passarinho, frito em azeite é um petisco irresistível.

Frango
à Passarinho

frango passarinho destaque site
Para comer à mão, com osso limpo, este Frango à Passarinho, frito em azeite é um petisco irresistível.
tempo de preparação: 30 MINUTOS + tempo da marinada
dificuldade: fácil

Ingredientes:

  • 8 a 10 perninhas de frango
  • 1 limão
  • 4 dentes de alho
  • 100 ml de vinagre de vinho branco
  • pimenta preta, a gosto
  • piri piri, a gosto
  • sal grosso, a gosto
  • 1 garrafa de azeite
  • 2 folhas de louro

UTENSÍLIOS:

Confecção:

  1. Faça uma incisão, a toda a volta da perninha, acima da articulação, para cortar a pele e os tendões. Limpe a ponta do osso se desejar.
  2. Tempere as perninhas com sumo de limão, alho picado, vinagre, pimenta preta moída na hora, piri-piri e sal. Envolva bem e deixe a marinar durante algumas horas, ou de um dia para o outro, para ganhar sabor.
  3. Aqueça o azeite de uma garrafa numa fritadeira alta ou num tacho em lume forte. Quando estiver bem quente junte as folhas de louro e todas as perninhas, previamente secas em papel absorvente, para não espirrarem durante a fritura. A carne deve ficar mergulhada no azeite.
  4. Frite, em lume médio/alto durante exactamente 20 minutos.
  5. Retire com escumadeira, escorra sobre papel absorvente e sirva de imediato.

Notas:

  • O corte da pele e tendões é fundamental para o aspecto final, já que, com a fritura, a carne “sobe”, fazendo uma coxinha redonda, com um osso limpo, ideal para comer à mão.
  • É fundamental usar bastante azeite que cubra toda a carne ao fritar.  Guarde este azeite para futuras frituras.

Outras informações:

6 comentários para “Frango <br> à Passarinho”

  1. Olá Clara,
    Não perco uma receita sua e experimento bastantes.
    Gostava que me dissesse como conseguir um bom panado. Normalmente, a capinha de pão ralado solta-se. É um bom pão ralado? Às vezes é tão fino que empapa.
    Obrigada. Bom Ano com muitos êxitos pessoais e profissionais.

    1. Margarida se o alimento que vai panar estiver bem passado por ovo batido o pão ralado não se solta. Eu uso tanto o pão ralado normal, para croquetes por exemplo, ou o pão ralado japonês, o Panko, para aqueles panados bem grossos e estaladiços. Em ambos tenho sempre de passar por ovo batido. E passo muito bem tanto num como noutro. O pão tem de cobrir toda a humidade do ovo para ficar bem seco. Se deixar à espera e ele humedecer tem de voltar a passar por pão ralado antes de colocar a fritar. Tem de estar bem seco.

  2. Olá,
    Tenho uma dúvida. Fritar com azeite não é mais prejudicial que fritar com óleo?
    O molho que apresenta com as coxas é algum específico?
    Muito obrigada. Adoro as suas receitas. São super práticas

    1. Olá Bruna, mais prejudicial não é. É mais saudável. Faça uma pesquisa que encontra essa explicação nomeadamente a derrubar esse mito que se criou não sei muito bem vindo de onde. O molho que está na foto é uma maionese de alho, mas pode usar o que quiser.
      Obrigada!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.