Deixem-me falar-vos sobre este prato…

É maravilhoso! Nos sabores, nas texturas. A cada garfada fechamos os olhos tal é a combinação harmoniosa que percorre as nossas papilas.

Ora… um prato assim, só podia ser ainda mais indicado para celebrar o Dia dos Namorados.

Este é o prato principal do menu que preparei em 2016.

O trabalho de preparação é bastante simples.

Temos de usar uma mandolina para cortar rodelas de batata-doce muitíssimo finas, uma vez que a batata vai crua para o forno.

É esta pala-pala crua que vai fazer a cama ao peixe que está para chegar.

Duas caminhas, se faz favor, porque o jantar de hoje é a dois.

Quanto aos legumes… têm de ser cortados em tiras e levar algum calor na frigideira, só para amaciarem um pouco.

Depois é o que se sabe.

Chega o peixe, enrola-se com os legumes, deita-se na cama com eles e a coisa aquece… no forno… onde vai tudo corar.

É impressão minha ou esta descrição da receita mais parece literatura de cordel?

Aventurem-se, façam e deixem as vossas opiniões sobre este prato de que gosto tanto.