Começo por confessar que tenho tentado investir mais em receitas de peixe, se bem que no dia-a-dia faço receitas mais simples que penso não acrescentarem muito à dinâmica do site. Mas esta semana chega finalmente uma receita de peixe diferente que aproveita a dica usada na cozedura do bacalhau – a cozedura em calor residual, com o lume desligado, que garante que o peixe mantém toda a sua suculência. É o caso.

Aproveitei uns filetes de Red Fish que tinha comprado a bom preço, e que não são demasiado finos, para aplicar a mesma técnica, deixando-os ainda um pouco mais de tempo já que neste caso o filete não fica completamente mergulhado no líquido.

Nessa meia hora, aproveitei para fazer as batatas douradas que também acompanham o Bife com Manteiga de Ervas, Batata Dourada e Espargos. Ficam tão boas, tão boas, que achei que seriam mesmo as indicadas para estes filetes. E foram.

Esta receita é uma adaptação da receita de Filetes de Peixe à Póvoa de Varzim que encontrei nos Tesouros da Cozinha Tradicional Portuguesa, em que se aconselham filetes de pescada, garoupa ou cherne e em que o caldo é feito exclusivamente à base de vinho. Diz a receita que estes são acompanhados com batata loura, alcaparras e rodelas de beterraba.

Quais os ingredientes?

Mais uma vez ingredientes básicos. No caso, utilizei os filetes de red fish, mas podemos usar outros filetes desde que não sejam demasiado finos.

Para as batatas douradas, usei batata branca de cozer, descascada e cortada em pedaços médios.

ONDE ESTÁ A RECEITA ESCRITA COM AS QUANTIDADES?

A receita destes Filetes de Red Fish com Batata Dourada, bem explicada, com todos os pormenores, está mais abaixo, logo depois do video, e podem imprimi-la se quiserem.

Passo-a-passo

Começamos por temperar os filetes com sal, pimenta-preta e sumo de limão. Deixamos a marinar durante meia hora.

Nesse tempo, picamos a cebola, descascamos e cortamos as batatas e preparamos os restantes ingredientes.

Começamos desde logo por refogar a cebola em metade da manteiga até dourar um pouco.

Juntamos o vinho, a água, o louro, o sumo de laranja, a raspa de limão, pimenta-preta, sal e restante manteiga. Deixamos fervilhar em lume brando, tapado, durante 10 minutos.

Por essa altura já estará na hora de colocar os filetes no molho (se tiverem pele devem sempre ficar com a pele para cima). Tapamos, desligamos o lume e deixamos descansar durante 25 a 30 minutos.

É tempo suficiente para fazer as batatas douradas que vão cozinhar em lume médio-baixo num pouco de vinho branco e água, temperadas com sal, pimenta-preta e ervas de Provence.

Quando o líquido evaporar, após cerca de 20 minutos, colocamos o lume mais forte, regamos com mais um fio de azeite, e deixamos ganhar cor. Cobrimos para manter as batatas quentes.

Para finalizar, retiramos os filetes, com cuidado, para um prato, mantendo-os quentes enquanto fazemos o molho. Retiramos a folha de louro e trituramos muito bem com a varinha mágica.

Misturamos um pouco deste molho com um pouco de maisena, envolvemos no restante molho e colocamos de novo ao lume para engrossar ligeiramente e ficar quente… para depois o servirmos com estas belas batatas e este delicioso filete de peixe.

Não tenho dúvidas de que este é um prato que vão querer repetir!

Quer filetar o seu próprio peixe?

É simples. Só precisa de uma faca longa bem afiada e aplicar a técnica que explico aqui: COMO FILETAR UM PEIXE.

Outras receitas com filetes de peixe

São poucas e boas, mas muito diferentes:

SE GOSTARAM DESTA RECEITA