Comida de conforto carregada de sabor, perfeita para os dias mais frios. Não prescindo de um bom pão fresco para molhar no caldo.

Não há nada como um ensopado bem quentinho neste tempo frio.

Este ensopado de vaca e legumes com vinho tinto é muito semelhante ao famoso Boeuf Bourguignon, o tal que Julia Child considerou ser um dos pratos mais deliciosos inventados pelo homem.

A receita é semelhante e é também cozida lentamente para que todos os elementos impregnem na perfeição uma multiplicidade de sabores.

A grande estrela é sem dúvida o vinho e por isso mesmo tem de ser um vinho de boa qualidade. Um mau vinho não vai gerar um molho saboroso… e este… meu Deus, é tão bom!!! Por isso escolham um bom vinho que gostem de beber porque este ensopado merece esse investimento extra.

Gastem no vinho e poupem na carne porque na verdade este ensopado fica perfeito com uma carne de 2ª categoria como é o caso da aba. É uma carne com alguma gordura que acaba por ser fundamental para dar mais riqueza ao molho. A aba fica literalmente a desfazer-se e é muito saborosa.

Podem fazer um caldo leve com as partes que retiram ao limpar a carne de excessos de peles ou gorduras – podem até enriquecê-lo com aromáticas, mas acreditem que só como está já fica maravilhoso. Em última análise podem fazer o caldo desfazendo em água um ou dois caldos de venda, mas eu sou cada vez menos adepta do seu uso, e assim sendo, na falta de caldo podem usar apenas água.

Quanto aos legumes, além dos cogumelos, cenoura e batatas, juntei um chuchu por uma razão emocional, já que tenho a memória de a minha mãe o fazer… e acaba por ser mais um motivo para diminuirmos o consumo das batatas, mas na verdade podem prescindir dele.

Este é um prato relativamente simples – deve estar tudo cortado e preparado para ser muito mais rápido na hora de fazer.

Depois disso, forno durante 2 horas enquanto ocupamos o nosso tempo com outros afazeres.

Tenham atenção ao tamanho do tacho. Esta receita dá para 8 pessoas e precisa mesmo de um tacho grande. Se tiverem um de ferro fundido ainda melhor. Se quiserem fazer menos quantidade, um tacho normal já servirá.

Eu própria distraí-me na escolha do tacho e comecei a filmar esta receita num tacho que achei que serviria, mas rapidamente me apercebi de que não era suficientemente grande. Acabei por finalizar a receita num tacho ainda maior, um de 6,5 litros, que é o tamanho certo para esta receita tal como ela está.

Finalmente, uma referência à importância de ter um pão muito fresco e estaladiço para molhar no molho. As baguetes são perfeitas e fiz estas propositadamente para servir este ensopado. São tão boas!

Se gostam de fazer pão ESTA é uma receita que vos aconselho vivamente a testar.

Subscreva a newsletter e receba as receitas em primeira mão!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

tempo de preparação: 30 MINUTOS
tempo de forno: 2 horas
tempo total: 2 horas 30 minutos
dificuldade: fácil
doses: 8
Comida de conforto carregada de sabor, perfeita para os dias mais frios. Não prescindo de um bom pão fresco para molhar no caldo.

Ensopado de vaca e legumes
com vinho tinto

_Destaque
Comida de conforto carregada de sabor, perfeita para os dias mais frios. Não prescindo de um bom pão fresco para molhar no caldo.
tempo de preparação: 30 MINUTOS
tempo de forno: 2 horas
dificuldade: fácil
doses: 8

Ingredientes:

  • 1,5 kg aba de vaca (ou outro corte bom para guisar)
  • 200 g bacon cortado em tiras
  • Azeite q.b.
  • Sal e pimenta q.b.
  • 2 colheres de sopa bem cheias de farinha
  • 500 ml vinho tinto (bom para beber)
  • 500 g cogumelos brancos, fatias grossas
  • 3 cenouras grandes, rodelas grossas
  • 1 cebola grande, grosseiramente picada
  • 4 dentes de alho, picados 
  • 4 colheres de sopa de polpa de tomate
  • 1 litro de caldo de carne
  • 2 folhas de louro
  • 1 chuchu, sem pele, cortado em pedaços grandes
  • 700 g batatas novas com pele, lavadas e cortadas em pedaços grandes

UTENSÍLIOS:

  • tacho grande de 6,5 litros
  • frigideira para saltear legumes

Confecção:

  1. De véspera retire as gorduras maiores e eventuais ossos ou cartilagens da carne. Coloque 1,2 litros de água ao lume, junte as partes que retirou ao limpar a carne e deixe ferver durante 45 minutos. Desligue o lume e deixe arrefecer totalmente. No dia seguinte a gordura terá solidificado, ficando retida no coador.
  2. No dia, corte a carne em pedaços médios, coloque-a numa taça grande, tempera-a generosamente com sal e pimenta e junte a farinha. Sacuda bem a taça para a carne agarrar bem a farinha.
  3. Num tacho grande – usei um de 6,5 litros com 28 cm de diâmetro e 15 cm de altura – frite o bacon até dourar e retire-o com uma escumadeira para um prato, mantendo a gordura no tacho. Nessa gordura comece a fritar a carne até dourar de ambos os lados, e retire para um prato. Frite por fases – eu fiz em 3 vezes – juntando um pouco de azeite quando necessário.
  4. Verta um pouco de vinho na panela para deglacear e raspe bem o fundo com espátula de silicone ou de madeira até soltar tudo o que ficou agarrado. Junte o restante vinho e os cogumelos e deixe fervilhar durante 10 minutos.
  5. Enquanto isso, coloque um pouco de azeite numa frigideira grande e junte a cebola, o alho, o chuchu e as cenouras. Refogue durante uns 5 minutos, mexendo frequentemente. Junte depois a polpa de tomate e refogue por mais um minuto.
  6. Junte o refogado de legumes ao vinho com cogumelos, depois a carne, o bacon, as batatas, o louro e o caldo (previamente coado) até cobrir. Envolva, prove para acertar temperos e deixe levantar fervura. Quando começar a ferver coloque a tampa e leve a forno pré-aquecido a 160º C durante 2 horas.
  7. Sirva com um bom pão para saborear este belíssimo molho.

Notas:

  • Em alternativa ao caldo pode usar apenas água, sendo que o caldo dá mais sabor.

Outras informações:

12 comentários para “Ensopado de vaca e legumes <br> com vinho tinto”

  1. Vou fazer este ensopado no sábado, sem problemas, porque tudo que faço da Clara fica bem à primeira 🙂
    E como não posso ver nada, comprei um tacho de 6,5 l e já agora veio também uma frigideira , porque ando curiosa com o ferro fundido. O tacho é tão bonito, que não fosse o medo de alguém se queimar a servir, ou o medo do vidro da minha mesa não aguentar, até ia à mesa 😀

    É uma inspiração Clara, faz a minha cozinha tão mais saborosa. Obrigada.

    1. Mas uma boa base para quentes, por exemplo de cortiça, resolve isso, nem chega ao vidro 🙂
      Este ensopado é maravilhoso. O ferro fundido exige cuidados. Se procurar na net encontra explicações sobre como o conservar durante muito tempo. Dá um bocadinho de trabalho mas vale a pena e tem outra pinta 😀
      Muito obrigada Carla!

      1. Muito obrigada pela chamada de atenção quanto ao tratamento do ferro fundido. A frigideira foi curada, segui à risca a recomendação do fabricante. Quanto ao tacho esmaltado, é bem mais fácil, lavei com água quente e sabão. Depois são todos os outros cuidados mas há muito que só uso utensílios de silicone para cozinhar. Espero estar a fazer tudo bem 🙂

        Quanto ao ensopado, é divinal. Muito elogiada pelos convidados 😉 Recomendo.
        Obrigada Clara, pela simpatia e por todos os ensinamentos.
        PS – ah e a panela foi à mesa, eheheh

        1. Essas panelas são mesmo para ir à mesa agora só tem de o curar de vez em quando para ele não perder essa protecção. E quanto ao ensopado… maravilha! Que bom!

  2. Bela comidinha. Nós aqui no Alentejo gostamos de comidinhas de panela, neste caso de tacho.
    Obrigada pela partilha. Vou fazer amanhã. Beijinhos

  3. Tem um excelente aspecto…guloso! A experimentar no fim de semana! Obrigada pelo partilhar o seu conhecimento. Comecei agora a seguir o seu blog e já me rendi aos seus cozinhados. feliz dia.

  4. Humm que bom aspecto … Vou por na minha lista. Comecei agora a seguir o blog/fb/YouTube mais a sério e já fiz 4receitas todas elas saíram top! Fiquei super contente com o resultado. Infelizmente nem sempre passa por isso achei super curioso que todas tenhas saído tão bem. Super fã 🙂 quero comprar os livros e queria começar por um mas não sei o qual. Qual recomenda? 🙂

    1. Que bom Susana. Se é pouco experiente talvez começar pelo 1º. É o mais simples. E quando houver alguma dúvida pode sempre contactar-me 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.