Receita da escola francesa para um jantar especial ou para surpreender a família. Digna de um chef.

Delicioso, elegante, distinto.

É assim este prato que respeita o peixe fazendo-o brilhar sobre um puré aromatizado e salpicado com uma belíssima gremolata.

A gremolata mais não é do que salsa e alho bem picadinhos a que se junta raspa de limão. Três ingredientes simples, mas que, juntos, criam uma explosão de sabor.

Para esta receita têm de retirar os filetes do peixe. Se não estão confortáveis com isso peçam na peixaria para o fazerem por vós. Os filetes têm de estar impecáveis, sem uma única espinha!

Eu gosto de fazer com dourada porque faz um filete largo, mas também podem optar por outros peixes como robalo, besugo, ou outro peixe do género, de que se possam retirar filetes finos.

É fundamental manter a pele para conseguir aquela crocância única. E é também necessário fazer dois ou três golpes ligeiros na pele. Dobrando o filete conseguimos fazê-lo na perfeição.

Muitas das vezes que fiz este prato fiz com peixe que tinha comprado para aproveitar promoções e que congelei. É muito simples. Congelamos o peixe inteiro, sem escamas ou vísceras, e no próprio dia deixamo-lo descongelar e só aí retiramos os filetes. Se optarem por congelar já em filetes lembrem-se de embrulhar muito bem cada filete em papel de cozinha e consumir mais rapidamente para o gelo não queimar o peixe.

Conto com uma dourada (2 filetes) por pessoa, mas tudo depende do apetite, e para muitos bastará apenas um filete.

Experimentem porque é um prato D-E-L-I-C-I-O-S-O!!!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

tempo de preparação: 45 minutos
dificuldade: fácil-média
doses: 4
Receita da escola francesa para um jantar especial ou para surpreender a família. Digna de um chef.

Dourada em puré aromático
com curgete e gremolata

destaque
Receita da escola francesa para um jantar especial ou para surpreender a família. Digna de um chef.
tempo de preparação: 45 minutos
dificuldade: fácil-média
doses: 4

Ingredientes:

  • 4 douradas pequenas (± 350g / unidade), sem escamas e sem vísceras
  • 1 kg de batata para puré
  • 1 curgete pequena
  • 200 ml de leite (é um valor indicativo, pode precisar de mais ou menos leite, consoante a batata que usar)
  • 1 dente de alho
  • 1 raminho de tomilho
  • 1 raminho de alecrim
  • azeite q.b.
  • Sal q.b.
Para a Gremolata:
  • 1 dente de alho
  • salsa q.b.
  • raspa de limão q.b.

UTENSÍLIOS:

Confecção:

  1. Retire os filetes do peixe. Limpe os filetes de todas as espinhas (o processo torna-se mais rápido se pedir na peixaria para lhe fazerem este trabalho).
  2. Dê 2 ou 3 pequenos golpes na pele de cada filete, no meio, sem chegar às extremidades – dobre para facilitar o corte. Tempere com um pouco de sal grosso, apenas no lado sem pele, e reserve.
  3. Para a gremolata, pique muito finamente um pouco de salsa e um alho. Junte raspa de limão e envolva. Reserve.
  4. Lave a curgete. Corte rodelas com cerca de um centímetro de espessura. Tempere de ambos os lados com sal grosso e deixe-as desidratar durante cerca de 15 minutos.
  5. Descasque as batatas e coza-as em água com sal. Ao mesmo tempo, faça ferver o leite com o dente de alho esmagado, com casca, o tomilho e o alecrim. Deixe em infusão até à hora de usar.
  6. Quando as batatas estiverem cozidas, escorra-as, passe-as ainda quentes pelo passe-vite, ou use um esmagador de batatas. Junte ao puré 2 colheres de sopa de bom azeite e envolva. Envolva também o leite aromatizado coado, pouco de cada vez, até obter uma boa consistência para ser enformado – pode não precisar de usar todo o leite ou pode ter de usar um pouco mais; tudo depende da qualidade da batata. Tempere com sal. Reserve, mantendo quente.
  7. Limpe as rodelas de curgete com papel de cozinha e grelhe-as de ambos os lados numa chapa anti-aderente em lume forte, até ficarem bem tostadas. Depois de prontas, retire-as para um prato e regue-as com um fio de azeite.
  8. Ao mesmo tempo, numa frigideira anti-aderente, com duas colheres de sopa de azeite, frite os filetes com a pele virada para baixo. Quando as extremidades começarem a ficar estaladiças e ligeiramente douradas, vire e frite durante mais um minuto do outro lado. Retire para um prato com papel de cozinha.
  9. Coloque um aro de enformar sobre o prato de servir. Encha com puré. Retire o aro. Coloque um ou dois filetes sobre o puré. Coloque duas ou três (ou mais) rodelas de curgete sobre o peixe. Salpique com gremolata. Finalize com mais um fio de azeite e sirva de imediato.

Notas:

  • Nunca triture as batatas para fazer puré. A força da lâmina fá-las soltar a goma e o puré fica glutinoso.
  • Pode usar puré congelado, usando o leite aromatizado em vez de leite normal.

Outras informações:

3 comentários para “Dourada em puré aromático <br> com curgete e gremolata”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.