Variante cremosa do limoncello, em que o leite substitui a água, dando uma textura muito suave. Serve-se gelado saído do congelador.
Creme de Limoncello

Depois do meu Limoncello Caseiro não podia passar ao lado do Creme de Limoncello, que é encarado como o irmão mais novo do licor de limão mais famoso do mundo.

Crema di Limoncello, Dio Mio!

Há várias receitas, muitas usam leite e natas, mas optei apenas por usar leite respeitando a versão mais clássica. Leite gordo, pasteurizado, o que dá mais garantias de segurança alimentar e permite conservar esta bebida durante mais tempo.

Querem uma receita mais cremosa, como a napolitana? Então usem leite gordo e natas em igual proporção.
Não bebem lacticínios ou são vegan? Usem um leite vegetal de baunilha ou uma mistura com natas vegetais. E substituam o açúcar branco por mascavado.

Já referi que este creme se conserva no congelador?
É isso mesmo! E não se preocupem porque não congela graças ao grau alcoólico que tem de quase 30%.

De resto… todo o processo de infusão inicial das cascas de limões é igual ao do Limoncello. Na receita que já publiquei aqui, usei um litro de álcool, o que me deu para 3 litros de Limoncello, mas nesta optei por fazer metade… e mesmo assim fiquei com imeeeeeeenso Creme de Limoncello.

É fundamental recordar que é obrigatório usar limões biológicos, sem qualquer tratamento. Têm mais sabor e descascam-se melhor. A casca não pode ter aquela parte branca que é amarga. Só a parte amarela, onde está todo o sabor.

 

O álcool próprio para consumo vende-se nas farmácias e parafarmácias – temos mesmo de referir que é para fazer licor, porque o álcool mais comum é tóxico para o organismo. Para fazer este Creme de Limoncello precisamos de etanol – álcool etílico com 96% de volume, sem cetrimida, ou a 70%, também serve e tem um sabor menos agressivo.

Creme de Limoncello

Se percorrerem este mundo e o outro e não encontrarem o álcool, a única solução é usar vodka, o que é uma óptima opção. Da forte e boa. O único senão é que será mais arriscado colocá-lo no congelador já que a graduação alcoólica será muito menor. Mas nada como fazer o teste, na zona menos gelada do congelador, e ver se congela. Aí o melhor será conservá-lo no frigorífico para não ter surpresas.

A infusão das cascas é feita durante 20 dias. Depois disso, faz-se a preparação final, mas não tenham pressa. Deixem o creme repousar no congelador durante mais um mês, pelo menos, antes de o consumir.

No entanto, por experiência própria, concluí que há uma amargura que só desaparece meses depois. Por isso, só comecei a sentir que os sabores estavam verdadeiramente conjugados uns seis meses depois. Vão testando o sabor até verem que está mesmo no ponto.

Depois disso, é mantê-lo sempre no congelador e bebê-lo bem gelado.

Alla sua salute!
Cin Cin!

Subscreva a newsletter e receba as receitas em primeira mão!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

Creme de Limoncello
tempo de preparação: 20 minutos + 20 dias de infusão + pelo menos 30 dias de maturação
dificuldade: Fácil
rendimento: ~1,6 litros
teor alcoólico: 27% vol.
Variante cremosa do limoncello, em que o leite substitui a água, dando uma textura muito suave. Serve-se gelado saído do congelador.

Creme de Limoncello
(Licor de Limão Italiano)

Creme de Limoncello
Variante cremosa do limoncello, em que o leite substitui a água, dando uma textura muito suave. Serve-se gelado saído do congelador.
tempo de preparação: 20 minutos + 20 dias de infusão + pelo menos 30 dias de maturação
dificuldade: Fácil
rendimento: ~1,6 litros
teor alcoólico: 27% vol.

Ingredientes:

  • 5 limões biológicos
  • 500 ml de álcool etílico 96% vol, sem cetrimida
  • 1,25 litro de leite gordo pasteurizado
  • 400 g de açúcar
  • 2 colheres de chá de extracto de baunilha ou 1 colher de chá de pasta de baunilha ou meia vagem de baunilha (opcional)

UTENSÍLIOS:

Confecção:

  1. Retire a casca aos limões, apenas a parte amarela, sem a parte branca.
  2. Coloque as cascas num frasco hermético, bem limpo. Junte o álcool. As cascas têm de estar totalmente cobertas. Feche muito bem e deixe em infusão durante 20 dias num local fresco e escuro.
  3. Passados os 20 dias, leve o leite ao lume. Quando começar a ferver, desligue e junte o açúcar. Se gostar pode também juntar o extracto ou pasta de baunilha, ou mergulhar meia vagem de baunilha, que deve ser retirada depois de o leite arrefecer. Mexa tudo com uma colher de pau para dissolver o açúcar. Deixe arrefecer totalmente.
  4. Quando a mistura de leite e açúcar estiver fria junte-lhe o líquido da infusão, passando por um coador, mas mantendo as cascas no frasco.
  5. Verta o creme de limoncello em garrafas com tampas que vedem bem – usando um coador para reter alguma nata de leite que se tenha formado – e coloque-as no frigorífico durante um dia. No dia seguinte agite bem as garrafas, para o creme homogeneizar e coloque-as no congelador durante 20 dias a um mês, para maturar. A partir daí pode começar a beber. Conserve-as sempre no congelador, nunca no frigorífico (a menos que use a versão com vodka – ver notas)

Notas:

  • O creme de limoncello conserva-se no congelador 1 ano ou mais.
  • No caso de optar por vodka com um teor de álcool de 40% ficará com um creme de limoncello com apenas 13,5% de teor alcoólico. Neste caso não guarde no congelador porque congela, a menos que seja na parte menos gelada do congelador.

Outras informações:

7 comentários para “Creme de Limoncello <br> (Licor de Limão Italiano)”

  1. Clara porque razão não se deve conservar no frigorífico? (A não ser a versão com vodka)
    E quanto tempo dura o licor (com vodka) no frigorífico? 1 ano ou menos?
    Obrigada

    1. Não é propriamente não se deve Sofia, é mais aconselhado para estar sempre bem gelado e conservar-se mais. Se o meter no congelador ele não congela mas conserva mais. O tempo é sempre um pouco imprevisível. Por regra se beber com regularidade nunca chegará a ficar um ano, mas há opiniões diversas sobre isso. Eu tenho um há mais de um ano e continua óptimo mas bebo muito pouco. A mim chateia-me um pouco um travo que o álcool puro tem e que não desaparece, fica mesmo muito alcoólico. Se vai fazer pela primeira vez faça com vodka que não tem sabor. O ideal era fazer isto como em Itália, com álcool de cereais mas aqui em Portugal não encontrei.

      1. Como no final refere que se devia conservar no congelador nunca no frigorífico, pensei que pudesse haver outra razão.
        Já comecei na semana passada fiz com vodka, achei mais seguro.
        Usei apenas meio litro de vodka, mas quando passarem os 20 dias estou a pensar fazer os dois: o limoncello e o creme de limoncello. Creio que vai chegar para provar. Se correr bem, vou fazer para oferecer no Natal.

        Obrigada pelas partilhas de receitas maravilhosas e pela sua disponibilidade em responder às questões 🙂

        1. É isso mesmo Sofia. A vodka pode manter no frigorífico. Eu acho que não congela mas está mesmo no limite. Se puder teste. Ponha dois dias no congelador a ver se resiste. Se resistir guarde no congelador também. Assim está sempre bem gelado e pronto a beber.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.