Variante cremosa do limoncello, em que o leite substitui a água, dando uma textura muito suave. Serve-se gelado saído do congelador.
Creme de Limoncello

Depois do meu Limoncello Caseiro não podia passar ao lado do Creme de Limoncello, que é encarado como o irmão mais novo do licor de limão mais famoso do mundo.

Crema di Limoncello, Dio Mio!

Há várias receitas, muitas usam leite e natas, mas optei apenas por usar leite respeitando a versão mais clássica. Leite gordo, pasteurizado, o que dá mais garantias de segurança alimentar e permite conservar esta bebida durante mais tempo.

Querem uma receita mais cremosa, como a napolitana? Então usem leite gordo e natas em igual proporção.
Não bebem lacticínios ou são vegan? Usem um leite vegetal de baunilha ou uma mistura com natas vegetais. E substituam o açúcar branco por mascavado.

Já referi que este creme se conserva no congelador?
É isso mesmo! E não se preocupem porque não congela graças ao grau alcoólico que tem de quase 30%.

De resto… todo o processo de infusão inicial das cascas de limões é igual ao do Limoncello. Na receita que já publiquei aqui, usei um litro de álcool, o que me deu para 3 litros de Limoncello, mas nesta optei por fazer metade… e mesmo assim fiquei com imeeeeeeenso Creme de Limoncello.

É fundamental recordar que é obrigatório usar limões biológicos, sem qualquer tratamento. Têm mais sabor e descascam-se melhor. A casca não pode ter aquela parte branca que é amarga. Só a parte amarela, onde está todo o sabor.

 

O álcool próprio para consumo vende-se nas farmácias e parafarmácias – temos mesmo de referir que é para fazer licor, porque o álcool mais comum é tóxico para o organismo. Para fazer este Creme de Limoncello precisamos de etanol – álcool etílico com 96% de volume, sem cetrimida, ou a 70%, também serve e tem um sabor menos agressivo.

Creme de Limoncello

Se percorrerem este mundo e o outro e não encontrarem o álcool, a única solução é usar vodka, o que é uma óptima opção. Da forte e boa. O único senão é que será mais arriscado colocá-lo no congelador já que a graduação alcoólica será muito menor. Mas nada como fazer o teste, na zona menos gelada do congelador, e ver se congela. Aí o melhor será conservá-lo no frigorífico para não ter surpresas.

A infusão das cascas é feita durante 20 dias. Depois disso, faz-se a preparação final, mas não tenham pressa. Deixem o creme repousar no congelador durante mais um mês, pelo menos, antes de o consumir.

No entanto, por experiência própria, concluí que há uma amargura que só desaparece meses depois. Por isso, só comecei a sentir que os sabores estavam verdadeiramente conjugados uns seis meses depois. Vão testando o sabor até verem que está mesmo no ponto.

Depois disso, é mantê-lo sempre no congelador e bebê-lo bem gelado.

Alla sua salute!
Cin Cin!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

Creme de Limoncello
tempo de preparação: 20 minutos + 20 dias de infusão + pelo menos 30 dias de maturação
dificuldade: Fácil
rendimento: ~1,6 litros
teor alcoólico: 27% vol.
Variante cremosa do limoncello, em que o leite substitui a água, dando uma textura muito suave. Serve-se gelado saído do congelador.

Creme de Limoncello
(Licor de Limão Italiano)

Creme de Limoncello
Variante cremosa do limoncello, em que o leite substitui a água, dando uma textura muito suave. Serve-se gelado saído do congelador.
tempo de preparação: 20 minutos + 20 dias de infusão + pelo menos 30 dias de maturação
dificuldade: Fácil
rendimento: ~1,6 litros
teor alcoólico: 27% vol.

Ingredientes:

  • 5 limões biológicos
  • 500 ml de álcool etílico 96% vol, sem cetrimida
  • 1,25 litro de leite gordo pasteurizado
  • 400 g de açúcar
  • 2 colheres de chá de extracto de baunilha ou 1 colher de chá de pasta de baunilha ou meia vagem de baunilha (opcional)

UTENSÍLIOS:

Confecção:

  1. Retire a casca aos limões, apenas a parte amarela, sem a parte branca.
  2. Coloque as cascas num frasco hermético, bem limpo. Junte o álcool. As cascas têm de estar totalmente cobertas. Feche muito bem e deixe em infusão durante 20 dias num local fresco e escuro.
  3. Passados os 20 dias, leve o leite ao lume. Quando começar a ferver, desligue e junte o açúcar. Se gostar pode também juntar o extracto ou pasta de baunilha, ou mergulhar meia vagem de baunilha, que deve ser retirada depois de o leite arrefecer. Mexa tudo com uma colher de pau para dissolver o açúcar. Deixe arrefecer totalmente.
  4. Quando a mistura de leite e açúcar estiver fria junte-lhe o líquido da infusão, passando por um coador, mas mantendo as cascas no frasco.
  5. Verta o creme de limoncello em garrafas com tampas que vedem bem – usando um coador para reter alguma nata de leite que se tenha formado – e coloque-as no frigorífico durante um dia. No dia seguinte agite bem as garrafas, para o creme homogeneizar e coloque-as no congelador durante 20 dias a um mês, para maturar. A partir daí pode começar a beber. Conserve-as sempre no congelador, nunca no frigorífico (a menos que use a versão com vodka – ver notas)

Notas:

  • O creme de limoncello conserva-se no congelador 1 ano ou mais.
  • No caso de optar por vodka com um teor de álcool de 40% ficará com um creme de limoncello com apenas 13,5% de teor alcoólico. Neste caso não guarde no congelador porque congela, a menos que seja na parte menos gelada do congelador.

Outras informações:

1 comentário para “Creme de Limoncello <br> (Licor de Limão Italiano)”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.