Este prato é verdadeiramente delicioso, mesmo para quem não é grande apreciador de coelho. O resultado final é uma carne tenra e apurada.

Se tudo tivesse corrido tal como estava planeado há vários meses, estaria amanhã a apanhar um avião para Londres, para passar o fim-de-semana com o meu filho, que faz 24 anos no sábado.

Meu Deus… como os anos passam a correr!

Nos 4 dias da visita, iria conhecer a nova casa para onde se mudou há cerca de um mês.

Iria jantar ao restaurante onde trabalha e apreciar os pratos maravilhosos de que tanto me fala, lambuzar-me com a ostras Jersey que são as estrelas maiores do seu menu e conhecer os colegas com quem partilha grande parte das horas dos seus dias.

Iria levar-lhe duas tábuas Manuel que ele quer oferecer a dois desses colegas que se tornaram bons amigos.

Iríamos estar finalmente juntos, visitando Londres, indo ao teatro, aos museus, e desfrutando de muito do que a cidade tem para oferecer.

Mas entretanto, tudo mudou por causa da pandemia do novo coronavirus.

Os espaços turísticos fecharam. O restaurante, sempre tão concorrido, teve também de fechar, ficando à espera de dias melhores. Os empregados foram para casa. Ele está a cumprir isolamento social. Fechado em casa. Cozinhando em casa. Partilhando o espaço e as conversas com um grupo que está exactamente nas mesmas condições.

Lá como cá, vivemos neste estranho momento contranatura, imposto por um vírus que se tornou global, que nos afasta fisicamente dos nossos, daqueles com quem mais desejamos estar.

Lá como cá, há uma grande preocupação com a saúde, com a economia, com os empregos.

Lá como cá, não perdemos a esperança de que vamos ficar bem. Temos de ficar bem.

E foi a pensar nisto tudo que decidi partilhar convosco uma das receitas preferidas do meu Manuel.

É raro fazê-la porque tenho de confessar que me faz alguma impressão fazer coelho, logo a mim que desde criança, tendo criação de coelhos em casa, essa era uma das carnes muito presentes na alimentação da família, mas com os anos dei preferência ao frango e só faço coelho em ocasiões muito especiais quando alguém é um grande apreciador.

Aliás esta é a primeira e penso que será a única que aqui colocarei. É retirada com meu livro A Minha Cozinha 2, lançado em 2014.

Se gostam de coelho, é perfeita, tanto nas texturas, como na riqueza do sabor.

O que é mesmo mesmo fundamental? A marinada. Deixem a carne repousar nela durante longas horas, de um dia para o outro é o ideal, e terão um prato com um sabor incrível.

Se são apreciadores ou se têm grandes apreciadores em casa, esta é uma receita que se vai tornar uma favorita.

Fiquem bem. Fiquem em casa.

Subscreva a newsletter e receba as receitas em primeira mão!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

tempo de preparação: 1 hora 25 minutos + tempo da marinada
dificuldade: fácil
doses: 4
Este prato é verdadeiramente delicioso, mesmo para quem não é grande apreciador de coelho. O resultado final é uma carne tenra e apurada.

Coelho Assado
com Batata e Feijão-Verde

coelho destaque site1
Este prato é verdadeiramente delicioso, mesmo para quem não é grande apreciador de coelho. O resultado final é uma carne tenra e apurada.
tempo de preparação: 1 hora 25 minutos + tempo da marinada
dificuldade: fácil
doses: 4

Ingredientes:

MARINADA:
  • 6 dentes de alho, sem casca
  • 1 colher de sopa de pimentão doce em pó
  • 100 ml de azeite
  • 200 ml de vinho branco
  • Sal grosso q.b.
RESTANTE CONFECÇÃO:
  • 1 coelho, partido em pedaços pelas articulações
  • 500 g de batata em cubos médios
  • 1 cebola média, cortada em meias-luas
  • 1 colher de sopa de banha ou manteiga ou margarina
  • 1 folha de louro
  • Orégãos q.b.
  • 2 colheres de sopa azeite
  • 1 linguiça ou chouriço, em rodelas
  • 250 g de feijão-verde, cortado (pode ser congelado)
  • 100 ml de vinho branco
  • Sal e pimenta q.b.

UTENSÍLIOS:

Confecção:

  1. Triture os ingredientes do tempero no liquidificador ou com a varinha mágica. Verta sobre os pedaços de coelho e deixe marinar de um dia para o outro.
  2. No dia seguinte, coloque os pedaços de coelho com toda a marinada num tabuleiro de ir ao forno. Envolva bem as batatas e a cebola para agarrarem também a marinada.
  3. Espalhe por cima pedacinhos de banha, a folha de louro partida e um pouco de orégãos e leve a cozer em forno pré-aquecido a 200º C durante uma hora, regando com o próprio molho de 15 em 15 minutos.
  4. Enquanto o coelho assa, leve um tachinho ao lume com duas colheres de sopa de azeite e frite um pouco as rodelas de linguiça ou chouriço.
  5. Depois junte o feijão-verde, deixe refogar um pouco e refresque com o vinho branco. Tempere com sal e pimenta.
  6. Tape e deixe cozer em lume brando até o feijão-verde ficar al dente
  7. Passada uma hora com o coelho no forno, verta todo o preparado de feijão-verde (líquido incluído) sobre o coelho, espalhe bem e leve mais 10 minutos ao forno.
  8. Sirva quente. Pode acompanhar com pão tostado.

Notas:

  • Se usar feijão verde congelado, deixe-o descongelar antes de o usar

Outras informações:

26 comentários para “Coelho Assado <br> com Batata e Feijão-Verde”

  1. E não é que fica divinalate a esquisita da casa adorou o feijão verde! Coisa que nao gosta obrigada pelas receitas maravilhosas que partilha ❤

  2. Bom dia Clara e desejos de Santa Páscoa
    Não é a melhor altura para falar de receitas de coelho. Não consigo comer pq há mts anos em cssa dos meus avós na Beira um dos caseiros ofereceu-me um coelho lindo e a minha Mãe logo mandou fazer o pobre do bicho para o jantar. Nem me sentei na mesa… Aindo hoje rimos disto, a minha Mãe continua a adorar coelho e eu não! Mas agora vivo no campo, em Lousa, nas hortas de Lisboa, e o meu marido adora coelho
    Vou fazer esta sua receita para ele, para não ser sempre guisado. Eu não como pq ainda sou fiel ao coelho q foi meu por… 10 min! Mas confesso q esta sua receita tem um aspecto delicioso.

    1. E é mesmo muito boa Ana, que pena não querer arriscar, mas entendo, há coisas que nos marcam muito. Se ele gosta de coelho tenho a certeza de que vai adorar esta receita. Beijinho.

    2. Muitos parabéns as suas receitas são divinais , cá em casa a receita do Coelho assado é cá um sucesso, como jornalista uma excelente profissional beijinhos do Funchal

  3. Olá Clara, sou uma seguidora do seu blog, todas as receitas que já fiz têm sido um sucesso, hoje experimentei o coelho e é uma receita que vou querer repetir, ficou maravilhoso:) também não sou muito fã de coelho, mas feito desta forma fica muito bom!!
    O seu trabalho é inspirador, um Bem Aja

  4. Olá Clara, e de repente tudo mudou… passámos a viver em ilhas. Mas o importante é como vai acabar, felizmente agora temos meios tecnológicos que atenuam um pouco a distância física.
    Mas mudando para assuntos menos importantes: acha que resulta com frango em vez de coelho? Francamente não estou muito interessada em variar mais as carnes que consumo, não sou vegetariana mas quero reduzir.
    Um beijo e tudo a correr pelo melhor.

  5. Olá boa tarde.
    Excelente receita, eu amo coelho tanto que também tenho em animal de estimação. O seu nome é Chixa Boa
    Assim que tiver oportunidade irei fazer e deliciar me.
    Tudo de bom para si e para o seu filho.
    Um beijinho

      1. Amelia Chaveiro

        Clara desculpe ser tão “atrevida” pela intimidade ,mas por me entrar todos os dias na minha casa considero que faz parte do meu núcleo familiar.
        Obrigado pelas suas receitas ,e sabe o seu filho tem razão a receita do coelho é óptima , parabéns ” fada da cozinha ”
        Amelia Chaveiro

    1. Lurdes Oliveira

      Pois é, esta coisa de ter certos animais de estimação dá nisto. Deram-me um coelhinho pequenino quando eu era também pequenina e crescemos os dois um bocadinho grande 🙂
      Um dia o jantar era coelho …
      Pois … tería sido se o meu choro e as minhas palavras não tivessem deixado todos sem vontade de jantar coelho. O Fofinho era Coelho à Caçador mas foi para o lixo porque ninguém o comeu e eu chorei até a minha mãe se cançar e me dar umas nalgadas para me calar.
      Calei-me mas o meu coração ainda chora quando falo nisto.
      Gosto muito de coelho mas não consigo vê-lo cozinhado quanto mais comê-lo.
      Mas a receita é tentadora e vou experimentar com galinha que é uma carne mais dura.
      Obrigada Clara!
      Não digo até logo porque esta semana está de serviço o Rodrigo mas digo: mantenha-se saudável e aos seus. Beijinhos!!

      1. Percebo-a perfeitamente Lurdes. Eu também desde que tenho os meus gatos faz-me imensa impressão e para mim nunca faço, mas o meu filho adora e de vez em quando lá tem de ser. Um beijinho e obrigada!

  6. Quando acabei de ler o que escreveu sobre a situação atual, sobretudo em relação ao seu filho, senti vontade de chorar porque, é muito triste.
    Fique feliz por saber que ele está bem e, na primeira oportunidade façam tudo o que estava planeado para esta data, nessa altura só existirá a recordação destes tempos maus…..
    Parabéns aos dois! A foto está Linda!

    Tudo vai ficar BEM!
    Um beijinho (sou sua fã)

    1. Muito obrigada Fátima, é mesmo assim, mas temos de encarar isto com pensamento positivo senão entramos em depressão e ninguém quer uma coisa dessas. Virá o tempo em que poderemos estar juntos. Para já vou fazendo aquilo que sugiro nas actividades para a quarentena que é estarmos “juntos” ao jantar. Estamos todos à mesa a conversar, quase que dá para esquecer toda esta loucura. Um beijinho!

  7. Maria Helena Tavares

    Bom dia Clara
    Eu e o Manuel no dia 4 de Abril nãos temos a nossa Mãe para festejarmos o nosso aniversário. O Manuel está longe tal como o meu filho mais novo e netos estão fora de Portugal. Tb o mais velho e neto mora distante de mim. Minha mãe com 94 anos está muito mal. Tb vou ficar sozinha sem puder receber o beijo da minha mãe dos meus filhos dos meus neto e neta.
    Beijinhos para si e um beijinho pelos 24 anos do Manuel. Eu já fiz á muitos anos. Muito obrigada Clara pelas suas deliciosas receitas e um beijinho para a filha. Desculpe os erros e a falta das virgulas mas estou sem paciência.

    1. Maria Helena, são tempos únicos e duros, mas tudo vai passar. Desejo que a mãe tenha forças para passar por isto tudo e que a possa abraçar o quanto antes. Um beijinho!! (não dou os parabéns antecipados :), fica para depois ;).)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.