Os folares são os reis desta época de Páscoa e temos folares e pães maravilhosos em todo o país, doces e salgados.

Desta vez decidi brincar com a massa do Brioche Português para fazer este Coelhinho da Páscoa. Apenas acrescentei um pouco mais de açúcar do que o que é usado na receita original.

A massa tem de ficar fofa e elástica para podermos moldar bem todos os segmentos do corpo do coelhinho.

Se têm outra massa do género de que gostem mais, podem usá-la. Mas esta, que vos deixo, não falha. Só temos de a deixar levedar bem.

Eu, muitas vezes, faço a massa à noite e deixo-a a levedar até de manhã. Assim não há stress de andarmos impacientes sempre a espreitar se já cresceu ou não.

Este é um processo relativamente simples, só é preciso ter atenção a cada passo, e por isso deixo-vos aqui tudo em sequência, para não se perderem.

Na receita explico um a um estes passos para ter este resultado depois de montado.

No video também acompanham bem todo este processo.

Esta massa pode ser feita na batedeira, usando o acessório de pá, misturador. Pode também ser feita na Bimby. E se não tiverem máquinas também a podem fazer à mão, só têm de seguir todos os passos da mesma forma.

Este Coelhinho vai surpreender… porque é mimoso. O pior que pode acontecer é alguma das crianças não querer que “se faça mal ao coelhinho” mas isso é um risco que temos de correr.

Aliás… o malvado do Paulo não teve dó. Lá se foi uma perna!

E todos aqueles ovinhos de chocolate? Aposto que o coelhinho também teve uma valente dor de barriga.

Gostam da ideia?

Não é adorável?