O Dia da Mãe é sempre um dia muito especial para mim.

Perdi a minha há quase 20 anos mas ainda hoje continuo a celebrar o dia, porque ela continua presente na minha vida, nas memórias que transporto, nos ensinamentos que me deu, na inspiração que continua a ser.

Aliás, este gosto pela cozinha foi ela que o incutiu em mim. Ensinou-me as bases, deu-me responsabilidades, e o que começou por ser um esforço tornou-se um prazer. Ainda hoje, muito do que faço intuitivamente é por tê-la visto fazer tantas e tantas vezes.

Ao pensar no que fazer para este Dia da Mãe imaginei algo feminino e que fosse bonito e cuidado, em rosa, claro, e que quase parecesse um presente. O laço ficou tal como eu queria e sinto-me feliz com o resultado final.

Charlotte de Framboesa

É linda, é fofa, é doce, tal como a melhor mãe do mundo.