Uma charlotte com um laço é sempre uma peça bonita para dias especiais e, toda ela em rosa, é um mimo perfeito para o Dia da Mãe.
Charlotte de Framboesa

O Dia da Mãe é sempre um dia muito especial para mim.

Perdi a minha há quase 20 anos mas ainda hoje continuo a celebrar o dia, porque ela continua presente na minha vida, nas memórias que transporto, nos ensinamentos que me deu, na inspiração que continua a ser.

Aliás, este gosto pela cozinha foi ela que o incutiu em mim. Ensinou-me as bases, deu-me responsabilidades, e o que começou por ser um esforço tornou-se um prazer. Ainda hoje, muito do que faço intuitivamente é por tê-la visto fazer tantas e tantas vezes.

Ao pensar no que fazer para este Dia da Mãe imaginei algo feminino e que fosse bonito e cuidado, em rosa, claro, e que quase parecesse um presente. O laço ficou tal como eu queria e sinto-me feliz com o resultado final.

Charlotte de Framboesa

É linda, é fofa, é doce, tal como a melhor mãe do mundo.

Subscreva a newsletter e receba as receitas em primeira mão!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

Charlotte de Framboesa
tempo de preparação: 40 MINUTOS + Tempo de Solidificação
dificuldade: Médio
doses: 10
Uma charlotte com um laço é sempre uma peça bonita para dias especiais e, toda ela em rosa, é um mimo perfeito para o Dia da Mãe.

Charlotte
de Framboesa

Charlotte de Framboesa
Uma charlotte com um laço é sempre uma peça bonita para dias especiais e, toda ela em rosa, é um mimo perfeito para o Dia da Mãe.
tempo de preparação: 40 MINUTOS + Tempo de Solidificação
dificuldade: Médio
doses: 10

Ingredientes:

  • 150 ml de água
  • 2 saquetas de gelatina neutra em pó (total 12g) ou 6 folhas de gelatina
  • 100 a 150 g de açúcar (consoante goste de menos ou mais doce)
  • 3 colheres de sopa de sumo de limão
  • 300 g de framboesas congeladas (mais algumas frescas para a decoração)
  • 400 ml de natas para chantilly (podem ser vegetais)
  • Palitos de La Reine q.b.
  • Licor de Laranja (ou outro de que goste) q.b.

UTENSÍLIOS:

  • forma de fundo amovível com 22 cm de diâmetro
  • liquidificador/triturador
  • batedeira com acessório de pinha ou batedeira eléctrica com varas de bater
  • fita de cetim larga

Confecção:

  1. Passe apenas uma das faces dos palitos de la reine rapidamente por licor e forre toda a base de uma forma de fundo amovível com 22cm de diâmetro, colocando o lado humedecido para cima. É muito importante que os palitos em contacto com a forma estejam secos.
  2. Deixe toda a base sem fugas. Para isso, cortei alguns palitos longitudinalmente para tapar os buracos – fica um pouco feio, mas depois não se nota.
  3. Corte a base dos palitos que vai pôr à volta, de maneira a que fiquem da altura do aro (nesta receita cortei-os ao meio). Passe apenas a zona de corte pelo licor e coloque-os sobre os palitos que forram a base.
  4. Descongele as framboesas e triture-as num liquidificador. Se gosta de sentir as sementes, use assim; se prefere sem sementes, passe por um coador. Reserve.
  5. Num tachinho, misture a água e a gelatina em pó (ou as folhas já demolhadas e bem espremidas) e deixe repousar 2 minutos. Depois, leve a lume brando para aquecer um pouco até a gelatina se dissolver. Retire do lume, junte o açúcar e o sumo de limão. Deixe arrefecer um pouco e junte esta mistura ao sumo das framboesas, batendo com vara de arames, para espumar um pouco. Deixe esfriar.
  6. Bata as natas em chantilly, começando a uma velocidade média-baixa, e subindo de velocidade, à medida que as natas comecem a ganhar bolhas de ar. Envolva a pouco e pouco a mistura de framboesas ao chantilly, delicadamente, em movimentos circulares de cima para baixo, usando uma espátula.
  7. Verta este creme na forma forrada com os palitos de la reine e leve ao frigorífico durante 4 horas, ou até o creme solidificar.
  8. Para desenformar, abra a mola do aro, com cuidado, certificando-se de que os palitos não se colaram – se isso acontecer, solte-os com a ajuda de uma faca. Retire o aro e retire a base da forma, com a ajuda de uma faca ou espátula comprida, e coloque a charlotte sobre o prato de servir.
  9. Coloque algumas framboesas sobre a charlotte, como decoração. Passe uma fita de cetim cor-de-rosa a toda a volta e faça um laço. Se necessário, volte a guardar no frigorífico. Na hora de servir, polvilhe as framboesas com açúcar em pó.

Notas:

Outras informações:

Partilhe esta receita nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest

Veja também...

20 comentários para “Charlotte <br> de Framboesa”

  1. Tem ótimo aspeto, vou fazer no fim de semana. Já tenho feito muitas das suas receitas, todas com ótimo resultado. Nós fomos colegas na Faculdade de Letras. Somos do mesmo curso. Lembro-me, particularmente, das nossas aulas de Técnicas de Expressão do Português, no anfiteatro, com o escritor Mário Dionísio e a professora Teresa Moura Guedes … bons tempos! Sou de Estremoz, por isso chamava/s-me o Alentejano!

    Obrigado pela partilha das receitas. Também tenho um dos livros.

    Boas férias!

  2. A Clara decididamente quer ver-nos a todas gordas, com estas coisas maravilhosas que faz.
    Já vou experimentar, Obrigada um grande beijo e boas férias

  3. Bom dia Sou fã das suas receitas ,mas surgiu-me uma dúvida Que natas vegetais se podem utilizar que possam ser batidas para fazer o chantilly??É que sou alérgica aos produtos lácteos e uso muito o creme ou natas de soja ou de arroz ou de aveia mas não sei se dão para bater e fazer chantilly Nos restantes pratos uso e sai bem,nem se nota a diferença Obrigada

    1. Olá Isilda. Eu já vi à venda natas vegetais que se batem para chantilly. Não me lembro da marca, acho que eram de soja, mas tem de ver ou perguntar no supermercado. Naqueles alemães, tipo lidl e Aldi costumam ter de umas marcas deles, mas precisa de perguntar se é mesmo para bater. Se o seu problema for só a lactose tem natas para bater sem lactose, se for mesmo alérgica à proteína do leite tem de ser destas de soja.

    1. Olá, bom dia Clara
      Eu leio sempre as suas receitas para me reconfortar porque não posso comer o que me apetece… as imagens…ai as imagens…como são tão reais…
      Tenho o vício de levar revistas de culinária para a cama e leio antes de dormir
      Obrigada por nos brindar com coisas tão boas.

  4. Ana Maria Magalhães da Costa

    Boa tarde Clara de Sousa. Sou sua fã. Sigo religiosamente as suas receitas e dicas .A senhora é fantástica . Como profissional, como cozinheira ,como pessoa e muito mais. Tem-me ajudado bastante na arte de cozinhar. Continue assim . Um bem haja. Obrigada

      1. Ma do Rosário de Castro Pinto

        Tenho lido com muita atenção as suas receitas. Esta “charlote” deve ser, de facto, muito leve e fresca.
        Vou continuar a segui-la.
        Felicidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.