Viva o Verão! Chegou ontem quase em cima das 3 da tarde e aqui está para durar até Setembro. Veremos como corre e se nos permite um período mais tranquilo do que em anos anteriores, com menos incêndios e temperaturas menos extremas.

O Verão traz mesmo uma nova energia à maioria das pessoas. É para muitas delas a época de férias, a época por excelência para os convívios ao ar livre com a família ou com os amigos… e é já a antecipar esses momentos que surge a receita desta semana.

Caviar Texano ou Caviar do Cowboy

É uma típica receita norte-americana criada no Texas e que, com o passar dos anos entrou na chamada classe TEX-MEX, graças à inspiração vinda do lado de lá da fronteira, do México, que lhe juntou o abacate, jalapeños e sumo de lima.

Como surgiu esta receita?

É atribuída à antiga chef norte-americana Helen Corbitt que passou quase 40 anos da sua vida no Texas a promover a cozinha gourmet e que apresentou este “caviar” barato numa véspera de Ano Novo em meados do século passado, numa comparação irónica com o verdadeiro caviar apenas acessível a gente endinheirada.

A receita original usa feijão-frade como estrela do prato, além de tomate, pimentos e cebola, mas sendo uma salada que pode ser personalizada a gosto, de lá para cá foram-se juntando muitos outros ingredientes e variantes do molho original que era mais avinagrado.

Hoje em dia há quem use tanto o feijão-frade como o preto, muitas vezes até usam ambos na mesma salada.

Há versões modernas que usam cubinhos de feta, azeitonas, cubinhos de manga… a imaginação é o limite.

Quais os ingredientes?

Usei estes, mas tal como já disse, podem usar outros como os que referi acima.

E os jalapeño são mesmo obrigatórios?

Não, porque à excepção do feijão, pimento, tomate e cebola, tudo o resto é para enriquecer, mas se puderem usem sim já que dá um gosto muito especial. É um picante ligeiro que dá muita alma a esta salada.

Encontram jalapeños fatiados em frascos de conserva nos supermercados. Duram e duram guardados no frigorífico.

Como fazer o Caviar Texano?

É muito simples. Cortamos o que temos de cortar e colocamos tudo numa taça.

Depois temperamos, misturamos bem e deixamos ganhar gosto durante pelo menos uma hora, antes de o servirmos bem fresco com as tortilhas crocantes de milho, a que também se chamam nachos ou chips de milho.

Onde está a receita escrita com as quantidades?

A receita bem explicada, com todos os pormenores, está mais abaixo, logo depois do video, e podem imprimi-la se quiserem.

Como servir o Caviar Texano?

Idealmente como entrada, mas na verdade combina com quase tudo, tanto carne como peixe e, como pode ser preparado com antecedência, é óptimo para piqueniques, almoços ou churrascos e pode ser servido durante todo o ano.

Querem organizar convívio de inspiração mexicana?

Tenho aqui feito uma ou outra receita nessa linha, sendo que a Sopa Mexicana é um desses exemplos. Mas se gostam de culinária mexicana também não podem passar ao lado do clássico Guacamole, do Patê de Feijão Preto, ou da maravilhosa Margarita, e esta minha receita tem uma preparação prévia que facilita na hora de servir uma multidão.

SE GOSTARAM DESTA RECEITA