Lembro-me bem do dia em que fiz esta receita.

Tinha acabado de regressar de férias de um país asiático onde comi um prato muito semelhante.

O resort tinha um grande espaço de buffet onde havia a secção vegetariana, sempre procurada pela minha filha.

Na mesa, eu e o meu filho olhámos para o prato dela e gostámos do que vimos.

– O que estás a comer? Grão?

– Sim e é delicioso.

– Ora deixa cá ver…

Provei. Era mesmo.

Um caril de grão, muito suave e muito saciante. Já tinha visto receitas indianas semelhantes e pensei de imediato que quando regressasse a casa iria fazê-lo… ou algo parecido.

E eis que saiu esta receita, feita com grão de lata por ser mais prático – é óbvio que bom bom mesmo é fazer com grão cozido por nós, mas na falta o de lata serve perfeitamente.

É tudo muito simples e rápido.

Um refogado, umas especiarias e o grão, claro.

Podem servir só assim, ou com arroz, e, se gostarem, um pão espalmado, daqueles indianos.

Este grão também faz uns belos wraps. Basta rechear uma tortilha, embrulhar… e meter na marmita. Faz um belo almoço, acompanhado por uma salada.

Espero que gostem desta forma de celebrar esta leguminosa que eu tanto adoro e que é de digestão fácil, desde que não misturemos qualquer proteína animal, como ovo, carne ou peixe.

Só assim. Está perfeito!