Aqui está um prato rápido e saborosíssimo, para variar nas refeições do dia-a-dia e que vai conquistar todos, sobretudo quem gosta de pratos de caril, com sabor suave.

E porquê o bulgur com caril?

Porque o bulgur é um cereal fantástico, muito rico em nutrientes e de baixo valor calórico. Perfeito para quem queira uma alimentação mais equilibrada ou para manter a linha.

Perfeito também para pessoas com diabetes.

É claro que, cumprindo a tradição dos pratos de caril, podem optar pelo arroz basmati.

Já aqui tinha partilhado uma salada de Verão maravilhosa com bulgur, a Salada de Bulgur e Grão com Molho Tahini, e aqui cozinhei-o da mesma maneira, para conseguir aquela crosta que se pega no fundo do tacho, como o socarrat da paelha, e que lhe dá mais crocância.

Como se cozinha o bulgur?

É muito simples! Tosto o bulgur a seco, junto a água a ferver e o sal e deixo cozer até a água desaparecer, mais um pouco para ter tempo de se agarrar no fundo. Vejam o video que percebem rapidamente como se faz.

Se nunca comeram bulgur, experimentem. Pode ser que gostem tanto quanto eu.

Apenas 30 minutos?

Sim, desde que se faça uma boa gestão do tempo.

Para isso, eu começo por cozer o bulgur… e enquanto ele coze, trato do caril.

Neste caso, optei pela verdura que tinha em casa – os espargos. Como eram espargos muito grandes, escaldei-os em água com sal, só para ficarem ligeiramente mais macios.

Se usarem espargos frescos não muito grossos, e se gostam deles al dente, podem usá-los crus, sem pré-cozedura.

Se quiserem podem também usar ervilhas tortas ou ervilhas normais. Com ou sem pré-cozedura, caso gostem delas mais ou menos macias.

Os camarões – depois de descongelados – e os espargos – já cortados em pedaços – vão ser salteados num refogado de cebola e especiarias que lhes vão dar imenso sabor.

Dois minutos apenas e já ficam com esta cor maravilhosa.

Só depois entra o leite de coco, onde ficam a fervilhar mais dois a três minutos.

Em cerca de meia hora temos o almoço ou o jantar na mesa.

Gostam de pratos de caril?

Então não deixem de espreitar as outras receitas que tenho no site, umas de inspiração indiana, outras de inspiração tailandesa: