Tal como prometido, aqui está a receita para começarem a usar a Pasta de Caril Caseira que partilhei convosco na semana passada!

E que belo caril este, vegetariano e vegano, super aromático, saciante, fácil e relativamente rápido. Uma refeição que vai deixar todos felizes aí em casa, não tenho dúvidas disso.

Há alturas em que podemos fazer um esforço extra para encontrar receitas que nos saibam tão bem que nem sentimos falta de proteína animal… e os indianos sabem bem como fazê-lo.

Aqui, claramente, a batata-doce e o grão são as estrelas que nos deixam uma grande sensação de conforto.

Quais os ingredientes?

  • batata-doce e grão-de-bico – para a saciedade
  • folhas de espinafres – preferencialmente baby
  • pasta de caril – para dar alma
  • gengibre ralado – para mais umas notas no sabor
  • azeite, cebola e alho francês – para o refogado
  • leite de coco e tomate em pedaços (em lata para ser mais rápido) – vão fazer um belíssimo molho, fundamental neste prato.
  • sal – a gosto
  • lima e coentros – para finalizar
  • arroz branco – para acompanhar

Qual a melhor batata-doce para esta receita?

Eu prefiro a batata-doce laranja, mas podem usar outra. No caso de gostarem de abóbora também a podem usar cortada tal como a batata. Nesse caso, reduzem a quantidade de batata.

Posso usar tomate sem ser de lata?

Claro que sim. Aqui a opção foi simplificar, mas podem retirar a pele a tomates e picar bem miudinho. No caso de não serem suficientemente vermelhos podem usar um pouco de pasta/concentrado de tomate, daquele que se vende em bisnagas e que vai dar mais cor.

Tem mesmo de ser uma cebola roxa?

Não tem de ser roxa. Pode ser qualquer cebola, a que tiverem em casa.

E a pasta de caril, pode ser de compra?

Sim pode claro! Há no mercado várias opções de pasta tikka ou korma, por exemplo, mas a pasta de caril caseira que mostrei como fazer é tão simples e tão melhor que vale mesmo a pena fazê-la. Podem conservá-la até um mês no frigorífico ou até 3 meses congelada.

Como fazer esta receita?

Antes de mais devemos organizar a bancada e fazer o mise en place, ou seja, cortar o que tem de ser cortado para avançar para a receita.

No caso, fatiar a cebola e o alho francês, ralar o gengibre, cortar as batatas-doces e escorrer o grão. Alguma até podem fazer durante a confecção mas para não haver distrações, aqui faço tudo isto antes de começar.

Desta forma podemos manter atenção ao refogado, para não queimar…

e juntar tudo o que tem de ser juntado para colocar a cozinhar durante 20 minutos.

No final, juntamos os espinafres para quebrarem…

…e preparamos a lima e os coentros que vão dar um sabor e frescura incríveis.

É só isto! Não tem nada que saber. É rápido e delicoso e super saudável!

Onde está a receita?

Está logo abaixo do video e até a podem imprimir para guardar.

Será que também gostam destas outras receitas?

CARIL VERMELHO DE CAMARÃO - O sabor da Tailândia nas nossas mesas, em menos de 30 minutos, com este caril vermelho com camarão e legumes pleno de cor e sabor.
CARIL DE CAMARÃO E ESPARGOS COM BULGUR - Um caril suave com camarão e espargos servido sobre uma cama de bulgur, regado com um molho leve feito com leite de coco.
CARIL VERDE DE SALMÃO - Esta receita fácil de inspiração tailandesa fica pronta em menos de 30 minutos. O salmão é servido no mais delicioso molho de caril verde, coco e lima.
MEXILHÕES THAI & GIN COM FRITAS DE BATATA-DOCE - Perfeitos feitos em casa. Mexilhões com molho thai, servidos com gin e fritas de batata-doce. Tudo pronto em meia hora.