Menos de 15 minutos acreditam?

É tudo tão rápido e tão cheio de sabor que quase nem dá para acreditar. Mas esta é a verdade e é uma verdade absolutamente d-e-l-i-c-i-o-s-a!

No original, esta receita é feita com lagostins, mas para a tornar mais acessível os camarões são sempre uma excelente alternativa.

O ideal seria usarmos camarão cru, com casca, tendo o trabalho de o descascar, retirando a tripa e deixando o rabo. Mas vou ser muito sincera… eu faço batota. Compro camarão grande congelado, já descascado, sem rabinho, mas não faz mal. Depois de o deixar descongelar lentamente ele está pronto e é mais rápido e prático. Basta temperar com sal, pimenta-preta e paprika e zás-trás-pás.

Faltam os outros ingredientes. São básicos e todos os temos nas nossas cozinhas: manteiga, alho, vinho branco, coentros ou salsa e limão. É com eles que a verdadeira magia acontece.

Quando começamos a preparar o molho com a manteiga e o alho, a cozinha fica inundada por um aroma indescritível. É aquela parte em que do fundo da sala alguém pergunta: “O que estás a fazer que cheira tão bem?”

(Não perdes pela demora…)

E depois o limão espremido na hora, mesmo antes de o prato seguir para a mesa, é o ingrediente que não pode mesmo faltar porque desperta todos os outros.

Este é daqueles pratos que pode ser usado como entrada, para picar… ou como prato principal quando acompanhado, por exemplo, com esparguete.

(Mesa!!!!….)

Estão a ver aquela música do camarão com pão? Este molho chama por ele!

E que tal fazerem este prato como entrada para o jantar de despedida de 2020? Todos vão adorar, desde que gostem, e possam, comer camarão.

Feliz Ano Novo!!!