Simples e rápido, macio e saboroso, este bolo faz-se numa tigela à mão, em minutos, sem máquinas nem complicações.

Fazer bolos em dias de folga chuvosos e frios é sempre um prazer.

No dia em que fiz este bolo, o céu estava cinzento, o som da chuva a bater lá fora era música para os meus ouvidos e a cozinha iluminou-se para uma nova receita.

Desta vez, um bolo rápido, sem complicações, sem máquinas. Acreditem. Faz-se todo numa tigela e só leva 10 minutos, contando com o tempo de ir buscar os ingredientes à despensa, pesá-los e fazer o mise en place.

E sim tem azeite, porque o azeite não serve apenas para pratos salgados. Que o digam os mais antigos que faziam bolos e biscoitos incríveis que duravam dias, sempre frescos.

Os Biscoitos de Azeite e os Quadrados de Azeite que tenho publicados nos meus livros são disso um bom exemplo.

Com ingredientes básicos que temos por casa, este bolo rápido de azeite e limão é perfeito para o pequeno-almoço, brunch ou lanche. Só temos de conter a ânsia de o abrir, já que ele precisa de descansar dentro da forma durante uns 30 minutos. E depois disso, mais um pouco, para ser comido frio… ou será que não passa de morno?

Este Bolo Rápido de Azeite e Limão tem a textura e os sabores perfeitos para os dias cinzentos, com o toque da canela e da noz moscada e iluminado pela frescura do limão.

A sério? Só 10 minutos?

Verdade! Tudo o resto é forno e descanso.

Veja o vídeo desta receita no meu canal

tempo de preparação: 10 minutos
tempo de forno: 1 hora
dificuldade: FÁCIL
rendimento: 12 fatias
Simples e rápido, macio e saboroso, este bolo faz-se numa tigela à mão, em minutos, sem máquinas nem complicações.

Bolo Rápido
de Azeite e Limão

destaque
Simples e rápido, macio e saboroso, este bolo faz-se numa tigela à mão, em minutos, sem máquinas nem complicações.
tempo de preparação: 10 minutos
tempo de forno: 1 hora
dificuldade: FÁCIL
rendimento: 12 fatias

Ingredientes:

  • 175 ml de azeite
  • 300 g de açúcar
  • 3 ovos L à temperatura ambiente
  • 100 ml de leite
  • ½ colher de chá de sal
  • 1 colher de sopa de extracto de baunilha
  • raspa de um limão médio
  • 1 colher de sopa de sumo de limão
  • 250 g farinha para bolos
  • 2 colheres de chá de fermento em pó
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • pitada de noz-moscada
  • spray ou manteiga para untar

UTENSÍLIOS:

  • tigela
  • vara de arames
  • colher de pau
  • forma de bolo inglês (usei 23 x 12 cm)
  • papel vegetal (recomendado)

Confecção:

  1. Ligue o forno a 180º C.
  2. Coloque numa tigela todos os ingredientes do azeite ao sumo de limão e bata vigorosamente com uma vara de arames (fouet).
  3. À parte misture a farinha, o fermento em pó, a canela e a noz-moscada e envolva com uma colher de pau no preparado anterior, sem bater a massa em demasia, apenas o suficiente para que a farinha seja absorvida.
  4. Unte a forma – aconselho a colocar uma tira de papel vegetal untada na base porque este bolo tem tendência a pegar – verta a massa e leve ao forno a cozer durante 1 hora. Faça o teste do palito. Deve sair seco.
  5. Retire do forno e deixe o bolo dentro da forma, sobre uma rede durante 30 minutos. Passado esse tempo passe uma faca a toda a volta, desenforme e deixe arrefecer totalmente antes de abrir.

Notas:

  • É muito importante que não bata demasiado a massa ao envolver a farinha, para que tenha uma boa textura. Use uma colher de pau. Para facilitar pode peneirar a farinha.

Outras informações:

Partilhe esta receita nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest

21 comentários para “Bolo Rápido <br> de Azeite e Limão”

  1. Parabéns Clara este bolo rápido de azeite e limão é delicioso e realmente muito rápido e económico. Foi a primeira vez que experimentei um bolo de azeite e fiquei fã. Obrigada pelas dicas quer de culinária quer de bricolage. Beijinhos

  2. Olá,Clara!
    Pois bem, cá vamos nós fazer o bolinho de azeite… e a engordar.
    Já agora pode dizer onde encontrar o spray para untar as formas?
    Obrigada . Beijinho
    Alice

    1. Se comer uma fatia não engorda 😉 este spray é uma embalagem enorme que compro na Makro mas nos supermercados tem outros, mais pequenos, como o da Espiga.

  3. Olá Clara!
    Depois do Salmão (nham nham), decidi experimentar este bolo…e mais uma vez, outra delícia 🙂 Tenho de confessar que o interior do meu bolo ficou um pouco mais escuro…não imagino porque tenha sido mas ficou muito saboroso!!
    Pouco a pouco vou-me “aproximando” da cozinha! Que terapia…obrigada!

    1. Fico feliz com essa terapia, faz milagres às vezes 😉 Eu também reparei que, nas fotos que partilharam no FB, havia bolos mais claros e outros mais escuros. Para mim a única explicação é a cor do azeite e/ou o facto de poderem ter colocado um pouco mais de canela. Das duas uma.

      1. Boa tarde
        Tenho um gosto especial por bolos que levam azeite, canela e mel e vou experimentar este já este fim-de-semana.
        Reparei que na lista dos ingredientes não consta mel. Qual é a quantidade para a receita?
        Obrigado

  4. Olá Clara o meu bolinho já saiu do forno agora é só esperar até que faça a meia hora. Ah já me esquecia de dizer que a minha cozinha está toda perfumada. Até já.

    1. Olá Ana. Eu unto sempre as formas de silicone porque já tive más experiências e assim jogo pelo seguro. Faça tudo igual. Unte e coloque o papel.

  5. Maria Amélia Pereira

    Na minha cozinha já cheira a canela e noz moscada. Logo, ao jantar, juntamente com a família, irei provar e certamente apreciar. Obrigada Clara

  6. Olá Clara,
    tive a honra de provar os rissóis e outros da sua mãe (nunca mais encontrei uns de pescada que mudassem a ideia de que os dela eram os melhor do mundo, claro que hoje em dia não ando por aí a comer fritos…)
    Apenas para dizer que fico feliz por ver a Clara com sucesso, que a sua mãe era um doce de pessoa, que não há muito vi o seu pai a cirandar, e que no Bairro, onde já não moro também, todos temos um carinho gigante pela Clara. bem haja. Adoro bolo com azeite, este vou ter que experimentar. 😉

    1. Olá Marta. Eram de facto deliciosos. Os de pescada, os de camarão, os pastéis de massa tenra, os croquetes, os pastéis de bacalhau. Ela tinha um talento natural para apurar bem a comida. Muito obrigada pelas suas palavras. É sempre bom ter o retorno de quem já se cruzou com os nossos. Beijinho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *