Esta receita de Bolo de Noz chegou há mais de meio século às mãos da mãe da Isabel Alves, uma seguidora de há vários anos da minha página do facebook e uma querida amiga, artista autodidacta e excelente cozinheira.

A receita foi passada à mãe da Isabel por um senhor, amigo da família, que tinha sido “doceiro” num hotel de Lisboa.

Respeitando o original, substituí o pão ralado por farinha de mandioca, para que este bolo possa ser comido por quem é intolerante ao glúten.

Quem não tenha essa intolerância pode sempre manter o pão ralado.

Para a cobertura, a mãe da Isabel fazia uma calda de açúcar queimado. Foi nesta parte que decidi optar pelo creme de ovos, que endurece ao arrefecer, mas se desfaz na boca ao comer.

O resultado é um delicioso bolo de noz, húmido, com um sabor incrível.

É um bolo para todo o ano, para qualquer ocasião mais especial, inclusive para o Natal.

Se procuram receitas sem glúten encontram mais AQUI.