Tem frutas, mas frescas. Uma opção perfeita para quem não aprecia o bolo tradicional mas não quer perder o espírito da quadra.
Bolo Mirtilos

No Natal temos a tradição de fazer bolos com frutos, em especial cristalizados, mas nem todos gostam.

Surgiu-me a ideia de fazer um bolo com frutos, mas frescos, para conseguir agradar ao maior número possível de pessoas e os mirtilos pareceram-me perfeitos para o efeito. Deste modo, encaixa-se perfeitamente no espírito da quadra.

É um bolo de massa densa, coberto com glacê, mas que pode ser apenas polvilhado com açúcar em pó, para lhe dar um ar natalício.

Bolo Mirtilos

O resultado é um bolo lindo e delicioso que resiste vários dias… isto é… se não desaparecer rapidamente.

Na mesa de Natal há outros clássicos que não podem faltar. Os meus preferidos são o Pudim Abade de Priscos, o Bolo Rainha, os Sonhos, o Queijo de Amêndoa, o Tronco de Natal, e o Pão-de-Ló de Alfeizerão.

Para os mais pequenos, as Bengalas de Natal são sempre motivo de festa. São também perfeitas para colocar em saquinhos para oferecer, tal como as Bolachas de Cacau e Laranja, o Shortbread, os Biscoitos de Natal, ou licores como o Limoncello, o Creme de Limoncello ou o Baileys sempre tão apreciados.

Veja o vídeo desta receita no meu canal

Bolo Mirtilos
tempo de preparação: 30 MINUTOS
tempo de forno: 1 hora
dificuldade: Fácil
rendimento: 12 fatias
Tem frutas, mas frescas. Uma opção perfeita para quem não aprecia o bolo tradicional mas não quer perder o espírito da quadra.

Bolo De Mirtilos
(Natal)

DESTAQUE (3)
Tem frutas, mas frescas. Uma opção perfeita para quem não aprecia o bolo tradicional mas não quer perder o espírito da quadra.
tempo de preparação: 30 MINUTOS
tempo de forno: 1 hora
dificuldade: Fácil
rendimento: 12 fatias

Ingredientes:

MASSA
  • 350 g de farinha T55 c/ fermento (farinha para bolos) + 1 colher de chá para juntar aos mirtilos
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • ½ colher de chá de sal fino
  • 220 g de manteiga sem sal, à temperatura ambiente
  • 200 g de açúcar branco
  • 180 g de açúcar amarelo
  • 4 ovos L
  • 1 colher de chá de extracto de baunilha
  • 250 g de iogurte natural (2 potes de 125 g cada)
  • 250 g de mirtilos frescos (não usar frutos congelados)
  • Raspa de 1 limão
  • Manteiga ou spray para untar a forma
GLACÊ PARA COBERTURA
  • 200 g de açúcar em pó
  • 40 ml sumo de limão

UTENSÍLIOS:

  • Batedeira com acessório de pá

Confecção:

  1. Misture a farinha, o fermento em pó e o sal. Reserve.
  2. Na taça da batedeira coloque a manteiga e os açúcares e bata a alta velocidade com o acessório de pá até ficar com um creme homogéneo. Se necessário, use uma espátula para soltar o creme que se agarra às paredes da taça.
  3. Junte os ovos, um a um, batendo bem entre cada nova adição.
  4. Junte o extracto de baunilha.
  5. Reduza a velocidade e junte a farinha em três vezes, intercalada com os iogurtes (1/3 da farinha – 1 iogurte – 1/3 da farinha – 1 iogurte – 1/3 da farinha), batendo até ficar incorporado, antes de uma nova adição.
  6. Numa taça pequena, coloque os mirtilos, a raspa do limão e a colher de chá de farinha e misture bem para que a farinha se agarre aos frutos (isto evitará que eles afundem na massa) e envolva-os delicadamente na massa do bolo.
  7. Unte muito bem uma forma média com buraco. Verta-lhe a massa e dê-lhe umas pancadas sobre a bancada, para a massa encaixar bem em todos os recantos (isto é particularmente importante na forma BUNDT, que usei, já que é ondulada).
  8. Leve a forno pré-aquecido a 180º C durante 60 a 70 minutos, ou até que, fazendo o teste do palito, este saia seco. Quando estiver cozido, retire do forno e coloque a forma sobre uma grade de arrefecimento.
  9. Deixe que o bolo arrefeça. Quando tiver apenas um calor residual, desenforme-o sobre a grelha de arrefecimento e deixe-o arrefecer totalmente antes de decorar. Se tentar desenformar o bolo ainda quente ele vai desmanchar-se!
  10. FAÇA O GLACÊ: Esprema o sumo do limão e passe-o por um coador. Misture o açúcar em pó com o sumo de limão e bata muito bem com vara de arames para ficar homogéneo. Deve ficar tipo lava, a escorrer muito devagar. Verta-o sobre o bolo totalmente frio (colocado sobre a grade com um tabuleiro por baixo) e deixe o excedente do glacê escorrer para o tabuleiro.

Notas:

  • É FUNDAMENTAL que a forma seja bem untada, mesmo as formas anti-aderentes, e é também FUNDAMENTAL que o bolo só seja desenformado quando está quase frio, ainda com algum calor residual. Caso contrário, desmancha-se.
  • O glacê da cobertura torna o bolo muito mais doce, como é natural, mas dá-lhe aquele efeito natalício. No entanto, pode optar por polvilhá-lo apenas com um pouco de açúcar em pó.

Outras informações:

Partilhe esta receita nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest

Veja também...

1 comentário para “Bolo De Mirtilos <br> (Natal)”

  1. Eu pretendia para compor você uma muito pouco palavra de modo a diga muito obrigado de novo para o golpe conceitos você fornecido neste site. Isto tem sido assim aberto de você para apresentar livremente tudo muitas pessoas {poderiam ter | poderiam possivelmente ter | poderiam ter | teriam | oferecido como um ebook ganhar alguns dólares para eles mesmos , principalmente vendo that you pode ter done it no caso de você desejado . These sugestões também trabalhado como a maioria das pessoas tenha o mesmo ânsia como meu entender muito mais concernente this condition . Eu sei há vários mais agradáveis ​​ momentos no futuro para indivíduos que passe sua postagem no blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.