Celebro a chegada do Outono com um fruto de Verão e um legume de todo o ano. A canela dá-lhe o calor para os dias frios.
Bolo de Mirtilo e Curgete

Levei muito tempo até me decidir a fazer um bolo com curgete. Sempre achei que na sopa ficava muito bem, mas nos bolos não me convencia.

Mas eis que chegou a hora de colocar as reservas de parte, ao ser inundada com sacos de curgetes da horta do meu pai e com a oferta de uma amiga que tem produção de mirtilos em Sever do Vouga.

É assim todos os anos – a Fati manda uma mensagem a dizer “Olha vou enviar-te umas caixinhas de mirtilos” e depois é isto. Quilos!

Bolo de Mirtilo e Curgete

“E o que é que eu faço com isto tudo Fati??!!”
“Come ao pequeno-almoço!” diz ela.

O que nós nos rimos!

A verdade é que preciso de mais. Só para o pequeno-almoço não dá, não consigo comer tantos todos os dias.

Tinha de encontrar uma solução. Mais uma, porque a última coisa que queria era que estes belos mirtilos morressem à minha espera.

Noutros anos fiz o Gelado de Mirtilo e Iogurte, Crepes de Sementes de Papoila e Mirtilos, Refresco de Mirtilo com Hortelã e os Mimos de Fruta. Houve um ano em que, com uns que comprei, também fiz para o Natal um Bolo de Mirtilos. Além de outras receitas com frutos silvestres onde também havia mirtilos. E agora, que mais poderia inventar?

Até que me lembrei de fazer uma adaptação de uma massa de bolo que levava cenoura ralada, substituindo-a por curgete e juntando-lhe os mirtilos.
Sendo um bolo mais denso pensei que um pouco de canela iria dar-lhe um sabor de transição para o Outono.

Touché! Ficou excelente.

A crosta é muito estaladiça e o interior fica bem húmido, graças aos sucos dos mirtilos e à humidade da curgete. Se a textura e o sabor são óptimos, o trabalho é mínimo. Uma confecção simples, sem máquinas.

Este bolo tornou-se o preferido do meu filho, que de vez em quando me lembra que está na hora de o fazer de novo.

Subscreva a newsletter e receba as receitas em primeira mão!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

Bolo de Mirtilo e Curgete
tempo de preparação: 15 minutos
tempo de forno: 50 a 60 MINUTOS
dificuldade: Fácil
Celebro a chegada do Outono com um fruto de Verão e um legume de todo o ano. A canela dá-lhe o calor para os dias frios.

Bolo de Curgete
e Mirtilos

Bolo de Mirtilo e Curgete
Celebro a chegada do Outono com um fruto de Verão e um legume de todo o ano. A canela dá-lhe o calor para os dias frios.
tempo de preparação: 15 minutos
tempo de forno: 50 a 60 MINUTOS
dificuldade: Fácil

Ingredientes:

  • 2 ovos L
  • 150 g de iogurte natural ou 150 ml de óleo vegetal
  • 2 colher de chá de extracto de baunilha
  • 300 g de açúcar
  • 1 chávena de curgete sem casca ralada (cerca de 175 g)
  • 240 g de farinha T65 sem fermento
  • 1 colher de chá bem cheia de fermento em pó
  • ½ colher de chá de sal fino
  • 2 colheres de chá cheias de canela em pó
  • 250 g de mirtilos frescos
  • açúcar em pó para finalizar (opcional)

UTENSÍLIOS:

Confecção:

  1. Pré-aqueça o forno a 180º C.
  2. Numa tigela grande, bata os ovos, depois junte o iogurte ou óleo, o extracto de baunilha e o açúcar e bata com vara de arames manual para emulsionar um pouco.
  3. Envolva a curgete ralada e depois os secos: farinha, fermento em pó, sal e canela.
  4. Envolva os mirtilos com um pouco de farinha extra, para evitar que afundem muito. Envolva-os delicadamente na massa. Verta a massa numa forma grande de bolo inglês bem untada e leve ao forno durante 50 a 60 minutos, ou até que, espetando um palito no centro, este saia limpo.
  5. Retire o bolo do forno e deixe-o descansar dentro da forma durante 20 minutos. Depois desenforme-o e deixe-o arrefecer totalmente antes de o polvilhar com açúcar em pó (opcional).

Notas:

Outras informações:

Partilhe esta receita nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest

Veja também...

6 comentários para “Bolo de Curgete <br> e Mirtilos”

  1. Olá Clara, não me correu muito bem a experiência. O bolo ficou encruado talvez porque os mirtilos estavam húmidos e a curgete libertou um pouco de água. Mas vou tentar novamente!
    Quero perguntar- lhe se a sugestão que faz de substituir o óleo por iogurte natural se pode aplicar em todas as receitas de bolos, há bolos que apesar de gostar do sabor ficam desagradavelmente oleosos.
    Bj e obrigada pela partilha e disponibilidade

    1. Claudia que pena. O melhor é espremer a curgete com as mãos no caso de ela ter muita água. Se não tiver, também não sai. Em relação ao iogurte e óleo, não se substitui sempre, há casos em que dá, como este, em que a curgete e a fruta compensam, mas noutros não, precisam de alguma gordura. Eu diria para optar por bolos que não levam tanto óleo e muitas vezes substituir parte por azeite. Há bolos que pedem demasiado óleo. Pessoalmente acho desnecessário na maioria dos casos e reduzo sempre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.