As bôlas de carnes fazem parte da nossa tradição culinária.
Desde criança que me habituei a ver as bolas de carne das minhas tias transmontanas, carregadas de carnes e com um sabor tão especial.

Tenho feito várias bôlas, umas de massa lêveda, outras não, mas esta é sem dúvida a mais simples e rápida, o que a torna ideal para épocas de muito trabalho ou para quando não estamos com tempo ou paciência para fazer as que levam mais tempo.

Esta Bôla é perfeita, por exemplo, para a noite de passagem de ano – cortada em cubos, morna ou fria, é sempre boa.
Também perfeita por exemplo para um almoço volante ou um piquenique.

Esta versão tem mortadela, mas podem usar o que entenderem – salsicha, bacon, presunto, fiambre, chouriço, paio, o que for mais ao vosso gosto. Aconselho no entanto a que cortem as carnes para ser mais fácil ao servir.

Usei tomates que conservo em azeite ao longo do ano, mas o tomate fresco é o ideal já que torna a bola mais suculenta.

O processo é muito simples. A massa é toda feita num liquidificador. No tabuleiro colocamos metade da massa na base, segue-se o recheio e a restante massa por cima. Depois de bem polvilhado com orégãos ou outra erva de que gostem mais…

… vai ao forno até crescer e ficar tostadinha.

Aventurem-se e deliciem-se.
Feliz Ano Novo!