Carne suculenta com sabores orientais. Fica a marinar de um dia para o outro e depois o forno faz o resto em menos de meia hora.
Bochechas de porco à Oriental

Ao longo dos anos tenho descoberto pratos de várias origens que me têm arrebatado e a cozinha oriental é das que mais me conquistou.

Japonesa, tailandesa, chinesa, tenho uma infinidade de receitas que gosto de fazer para surpreender, e não apenas em jantares com amigos. Mesmo no dia-a-dia podemos variar muito mais, desde que tenhamos os ingredientes e as receitas sejam simples e rápidas.

É o caso destas bochechas que costumo comprar no supermercado ou no talho.

Bochechas de porco à Oriental

Só temos de as deixar a marinar de um dia para o outro.
Na hora de as cozinhar, é tudo muito rápido.

O resultado são umas bochechas carregadas de sabor, suculentas por dentro e tostadas por fora.

Ao contrário das Bochechas de Porco em Vinho Tinto, que levam 4 longas horas no forno e que são sempre um sucesso, estas fazem-se em meia hora, até um pouco menos e não deixam ninguém ficar mal. Antes pelo contrário!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

Bochechas de porco à Oriental
tempo de preparação: 30 MINUTOS + TEMPO DE MARINAR
dificuldade: Fácil
doses: 4
Carne suculenta com sabores orientais. Fica a marinar de um dia para o outro e depois o forno faz o resto em menos de meia hora.

Bochechas de porco
à Oriental

DESTAQUE
Carne suculenta com sabores orientais. Fica a marinar de um dia para o outro e depois o forno faz o resto em menos de meia hora.
tempo de preparação: 30 MINUTOS + TEMPO DE MARINAR
dificuldade: Fácil
doses: 4

Ingredientes:

  • 1 kg de bochechas de porco
  • 6 colheres de sopa de mirin (vinho doce de arroz)
  • 6 colheres de sopa de saqué
  • 6 colheres de sopa de molho de soja
  • 2 colheres de sopa de vinagre de arroz
  • 2 colheres de sopa de açúcar mascavado escuro
  • 1 colher de sopa de sal grosso
  • 1 colher de sopa de óleo de sésamo
  • 4 dentes de alho picados
  • 1 colher de chá de gengibre fresco picado

UTENSÍLIOS:

Confecção:

  1. Na véspera, tempere as bochechas com todos os ingredientes, do mirin ao gengibre, envolva bem e cubra, com tampa ou película. Mantenha no frigorífico para marinar de um dia para o outro.
  2. Perto da hora de servir, coloque papel de alumínio no tabuleiro de forno, coloque a grade e sobre ela distribua as bochechas. Leve a forno pré-aquecido a 160º C, na função grill. Coloque o tabuleiro no encaixe de forno mais alto. Passados 10 minutos, vire as bochechas, suba a temperatura do forno para 180º C e grelhe as bochechas por mais 3 a 5 minutos, até que fiquem com umas pontas queimadinhas.
  3. Retire as bochechas do forno e deixe a carne descansar durante 5 minutos. A temperatura interna ideal que cumpre as regras da segurança alimentar é de 63º C para uma carne ligeiramente rosada e suculenta.
  4. Entretanto, leve o molho da marinada a ferver, para reduzir um pouco. [Pode fazer este passo enquanto as bochechas estão a grelhar no forno.]
  5. Fatie as bochechas (cerca de meio centímetro).
  6. Sirva com arroz branco e legumes salteados, regando a carne com um pouco de molho.

Notas:

  • Na falta de Mirin pode usar vinho branco ao qual junta 1,5 colheres de sopa de açúcar.
  • Se não tiver estes ingredientes orientais usados na marinada, pode usar ingredientes usados na cozinha portuguesa: a minha sugestão é alho, louro, vinho tinto, um pouco de aguardente, colorau ou paprika, açúcar amarelo, azeite e sal. Se puder ponha também o gengibre que já se encontra em todo o lado.

Outras informações:

Partilhe esta receita nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest

Veja também...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.