Bifes suculentos com manteiga de ervas servidos com espargos verdes e magníficas batatas douradas feitas na frigideira. Perfeito!

Bem-vindos a 2019! Espero que este ano seja excelente a todos os níveis. Na cozinha também… claro!

E com um novo ano chega uma nova receita.

É a primeira do ano e é também a primeira vez que vou partilhar convosco uma receita de bife.

Sempre tive resistência a partilhar receitas com bifes, por achar demasiado normal – afinal quem precisa de orientação para fazer um bife? – mas esta ficou mesmo especial.

Os meus amigos estão sempre a dizer-me para pegar neste tipo de cortes de carne e fazer mais do que simplesmente um bife na frigideira, ou seja, tornar o corriqueiro em algo diferente.

Ok, ok… mas é um bife!

Mas pode ser mais do que um vulgar bife, certo?

Certo!

Escolhi bifes da vazia porque são tenros e mais saborosos, mas podem optar por bifes do lombo. O preço é que… enfim. Há outros cortes que também são tenros e mais baratos. Um talhante de confiança saberá dar-vos o melhor bife ao melhor preço.

Mas já chega de falar dos bifes porque vocês não imaginam como ficam as batatas… e têm de ser destas brancas, novas, bem rijinhas e cortadas em gomos, ao alto, com pele.

Vão mesmo ter de fazer porque não encontro adjectivos à altura, além de magníficas, maravilhosas, super saborosas… pronto, não há palavras, só provando.

Têm a vantagem de ser feitas na frigideira onde ganham uma belíssima cor dourada – siiimmm o El Dorado das batatas existe – e não servem apenas para acompanhar bifes, servem para tudo, até para não acompanhar nada. Eu com estas batatas faço uma refeição. O difícil é parar.

Os espargos equilibram o conjunto, tanto no sabor como na cor, e fazem um prato lindo, não acham?

Eu usei três frigideiras porque quis adiantar os espargos, mas na verdade só precisamos de duas. Uma para as batatas e outra para os espargos e bifes.

Uma bem grande e linda, de ferro fundido, é perfeita para levar à mesa. Os olhos até se arregalam quando a virem entrar.

O ideal é fazer primeiro as batatas e quando estiverem praticamente prontas tratamos do resto.

Fritamos os espargos e mantemo-los quentes.

Depois damos uma fritura nos bifes em lume bem alto – eu gosto deles para o mal passado, por isso tem de ser rápido – deglaceamos a frigideira para ir buscar todo aquele sabor que ficou agarrado no fundo e depois voltam mais um pouco ao calor para que a manteiga de ervas possa começar a derreter sobre eles.

E pronto, é só isto. Nada complicado, mas com imenso sabor para que os bifes não sejam apenas vulgares bifes e sejam um prato daqueles de babar.

A propósito…

Já vos falei das batatas?

Já foram…

Veja o vídeo desta receita no meu canal

tempo de preparação: 35 minutos
dificuldade: fácil
doses: 2
Bifes suculentos com manteiga de ervas servidos com espargos verdes e magníficas batatas douradas feitas na frigideira. Perfeito!

Bife com Manteiga de Ervas,
Batata Dourada e Espargos

SITE DESTAQUE SITE
Bifes suculentos com manteiga de ervas servidos com espargos verdes e magníficas batatas douradas feitas na frigideira. Perfeito!
tempo de preparação: 35 minutos
dificuldade: fácil
doses: 2

Ingredientes:

  • 400 g batata branca pequena
  • 2 bifes da vazia
  • Azeite q.b.
  • 6 espargos verdes (ou mais)
  • Sal e pimenta q.b.
  • 1 colher de chá de ervas de provence
  • 50 + 50 ml vinho branco
  • 100 ml de água
  • 1 a 2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
  • 2 colheres de sopa de manteiga
  • 3 dentes de alho laminados
  • 2 fatias de manteiga de ervas

UTENSÍLIOS:

Confecção:

  1. Lave muito bem as batatas, mantendo a pele e corte cada uma ao alto em 4 gomos.
  2. Aqueça um pouco de azeite numa frigideira, quando estiver quente junte as batatas, tempere com sal, pimenta e ervas de Provence, envolva e deixe fritar durante um minuto. Depois junte 50 ml de vinho branco e a água. Tape, reduza o lume para o mínimo e cozinhe até ficarem macias (cerca de 20 a 25 minutos).
  3. Enquanto isso trate dos espargos. Dobre a ponta de baixo até partir e deite fora essa ponta. Com um descascador retire a pele fibrosa dos espargos, do meio para baixo, ao de leve e apenas com uma passagem.
  4. Frite os espargos numa frigideira com um pouco de azeite, em lume brando, até dourarem. Reserve.
  5. Quando as batatas já estiverem macias e sem líquido, descole-as da frigideira com a ajuda de uma espátula para não as ferir. Refresque-as com vinagre balsâmico, que começa a fervilhar, Envolva bem, retire do lume e mantenha quente.
  6. Seque os bifes com papel de cozinha, tempere-os com sal e pimenta. Derreta uma colher de manteiga numa frigideira, junte o alho e os bifes. Frite os bifes durante 1 minuto de cada lado. Para ganharem cor o lume precisa de estar bem forte.
  7. Retire os bifes para um prato, junte mais uma colher de manteiga e o restante vinho branco e deglaceie a frigideira raspando muito bem o fundo com uma espátula de madeira ou silicone.
  8. Ainda com a frigideira sobre o lume coloque as batatas douradas e empurre para uma extremidade, coloque os espargos no meio e os bifes no espaço que sobra.
  9. Deixe que os bifes fritem durante mais 15 a 30 segundos de cada lado, coloque uma rodela de manteiga de ervas sobre cada bife e sirva de imediato.

Notas:

  • Se gosta de bifes mais bem passados frite-os durante um pouco mais de tempo, sem esquecer que um bife muito passado perde na textura e no sabor.

Outras informações:

10 comentários para “Bife com Manteiga de Ervas, <br> Batata Dourada e Espargos”

  1. Bom dia Clara.
    Parabéns!
    Não conhecia este seu espaço. Está maravilhoso.
    As receitas são deliciosas só de ler.
    Ontem fiz o bacalhau com broa….hummmm….muito bom.
    Beijinhos

  2. Obrigada, Clara, pela partilha do video. Vou fazer um dia destes! Eu faço estas batatinhas (no forno) mas, em vez de colocar ervas de Provence, coloco alecrim. Com frango, ou perninhas de frango no forno, ficam uma delícia! :). Um abraço e continue com este amor e devoção em tudo que faz!

  3. Assim se inicia o ano, com mais uma receita Maravilhosa e Saborosa, onde a simplicidade e o bom gosto imperam.
    Obrigada, Clara!
    Ah! Na ceia de Natal costumo fazer um bacalhau com espargos que já é tradição.
    Estes ingredientes também ” ligam” muito bem.

  4. Bom dia
    Clara e com muito gosto que faço muitas das suas receitas e o resultado e maravilhoso.
    Todo o mundo la em casa adora. Eu que fui a minha vida toda cozinheira(e também faço bom comer)mas as suas receitas são divinais. Obrigado por nos presentear com estes mimos.BJS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.