O esplendor da simplicidade na mesa de Natal com este prato de bacalhau carregado de contrastes no sabor e na textura.

Este é o bacalhau que faço no jantar da Consoada, porque os meus filhos nunca gostaram da apresentação tradicional do bacalhau em posta.

A minha filha tornou-se entretanto vegetariana e para ela encontro sempre outra solução como ervilhas com ovos escalfados com chouriço de seitan por exemplo… e para ele faço sempre um pequeno Pyrex à parte sem cebola, já que é intolerante a cebola. Não é a mesma coisa, mas ele adora.

Já partilhei esta receita com muitos amigos, que o fazem não
 só no Natal, como noutras ocasiões. É o caso do marido de uma grande amiga minha que nunca apreciou pratos de bacalhau e este é o único de que gosta. É o prato que a Elsa faz sempre no Natal. Em prato vencedor não se mexe.

A preparação é muito simples e pode tudo ser feito com antecedência, o que é uma vantagem no Natal, que é sempre uma época muito atarefada na cozinha.

Todos os elementos são tratados individualmente – o bacalhau que se coze e se lasca.

As batatas que se fritam só até ganharem uma cor muito ligeira.

A cebola que se frita só até ficar translúcida.

E a broa que se desfaz com as mãos.

Na hora de ir ao forno é só colocá-los por camadas, sempre com o bacalhau no fundo e a broa em cima.

Bem regado com azeite quente aromatizado com alho… hummmmm… é uma delícia!
E a acompanhar não podiam faltar os legumes salteados.

Experimentem esta versão.
Sei que vão adorar!

Nesta quadra há outras opções deliciosas como o Polvo no Forno, a Perna de Peru no Forno ou ainda o Rolo de Peru Recheado e muitos doces que podem ver nas RECEITAS DE NATAL.

Um Feliz Natal para todos!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

tempo de preparação: 40 MINUTOS
tempo de forno: 15 minutos
tempo total: 55 minutos
dificuldade: fácil
doses: 6
O esplendor da simplicidade na mesa de Natal com este prato de bacalhau carregado de contrastes no sabor e na textura.

Bacalhau
com Broa

destaquenova-375x500
O esplendor da simplicidade na mesa de Natal com este prato de bacalhau carregado de contrastes no sabor e na textura.
tempo de preparação: 40 MINUTOS
tempo de forno: 15 minutos
dificuldade: fácil
doses: 6

Ingredientes:

  • 3 a 4 postas de bacalhau congelado
  • 4 cebolas grandes cortadas às rodelas
  • 1 kg batatas cortadas em rodelas (3mm espessura)
  • 
Miolo de uma broa pequena de milho
  • 200 ml de azeite para regar, mais um pouco para refogar a cebola
  • 1 dente de alho
  • sal q.b.

UTENSÍLIOS:

  • Mandolina (opcional)

Confecção:

  1. Cozinhe o bacalhau em água sem sal, desfaça-o em lascas, retirando todas as peles e espinhas.
  2. Refogue a cebola com azeite e um pouco de sal até amolecer (não deve alourar).
  3. Frite as batatas até as amolecer e retire do óleo assim que comecem a alourar. Escorra-as entre papel de cozinha, por baixo e por cima para perderem o máximo de óleo possível. Tempere-as com um pouco de sal.
  4. Desfaça o miolo da broa.
  5. Numa assadeira de ir ao forno coloque em camadas por esta ordem: bacalhau, batatas, cebola e a broa desfeita.
  6. Aqueça o azeite com um dente de alho esmagado com pele. Verta sobre toda a broa e leve a forno pré-aquecido a 180º C até tostar.
  7. Acompanhe com espinafres ou couve portuguesa, salteados com alho.

Notas:

Outras informações:

28 comentários para “Bacalhau <br> com Broa”

  1. Experimentei ontem, foi um êxito cá em casa! Fiz só uma pequena alteração, piquei grosseiramente no robot a broa com meio dente de alho, uma pitada de sal e três pezinhos de coentros. Deu um bocadinho de aroma. Muito obrigada por partilhar esta delicia!

    1. Olá Virginia, de um dia para o outro sim. Mas regue com o azeite só na hora. Retire do frigorífico uma hora antes ou mais para ele atingir a temperatura ambiente e aquecer bem por dentro.

  2. Olá Clara
    vou experimentar com certeza, por causa do pormenor do bacalhau no fundo, já fiz esse género, com puré, batata… mas o bacalhau ia sempre misturado na cebolada 🙂
    Beijinhos e Feliz Natal

    1. Aqui o bacalhau deve ficar no fundo para receber o azeite, a batata a meio, porque se ficar em cima pode secar, e a cebola é a que aguenta o calor sem secar porque é a mais resistente, por isso vai em cima antes da broa. Experimente que é óptimo! Feliz Natal!

      1. Já o fizemos, e ficou TOP! Vai ser o nosso prato de bacalhau da consoada. Só que vamos “mexer” um pouco na receita original, vamos colocar mais um ingrediente que também faz parte da tradição… ovos em rodelas 😉
        Tem alguma dica para onde (nas camadas) se deve optar por colocar? Obrigado Clara

      2. Olá Clara boa tarde,costumo fazer bacalhau com broa mas em lombos….
        Este ano vou experimentar o seu
        Sei que vai ficar igualmente otimo.
        Obrigada pela partilha da receita e
        Boas festas

  3. Tenho os seus livros e acho as receitas óptimas mas também me tornei entretanto vegetariana e agora já não consumo nada de origem animal. Fiquei feliz por saber que a filha é vegetariana! Quando tomamos verdadeira consciência do sofrimento animal torna-se impossível continuar a vida como a sociedade nos inculcou. Quem sabe não se tocará também pela compaixão e o próximo livro já é vegan!

    1. Olá Margarida, acho difícil, apesar de não comer muita carne, mas vou comendo alguma e peixe. Mas faço muitas refeições vegetarianas para mim.

  4. Maria Emília Cunha

    Fazia exatamente assim. No natal passado, deu/me para inventar e ficou igualmente maravilhoso. Retirei as batatas que troquei por umas couves portuguesas, ótimas, que me ofereceram. Cozi (não muito) as couves cortadas como caldo verde com mais ou menos 1cm de espessura. Cobri tudo com a broa que costumo triturar grosseiramente com 1 ou 2 dentes de alho.
    Ficou delicioso.
    Muito Boas Festas, Clara!

  5. Eu como sou sua fã desde o início já fiz muitas vezes essa receita e é a melhor receita de bacalhau com broa que já experimentei. Obrigada Clara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.