Comecemos pelo único senão desta receita. O preço de boas amêijoas. Pois, até dói.

Umas boas amêijoas, de casca escura, custam mais de 20 e até 30 euros o quilo e por isso procuramos por alternativas que não comprometam muito o resultado final, sendo mais em conta para as nossas carteiras.

Pessoalmente não gosto de amêijoa congelada, nomeadamente da vietnamita, mas se compram e gostam façam com essa. Aí já não precisam de as demolhar. Apenas têm de as deixar descongelar, devagarinho.

Para esta receita optei por uma amêijoa branca, mas fresca e viva, bem mais barata. O miolo não é tão sedoso como o da mais cara, mas o resultado é sempre bom.

O sabor típico destas amêijoas consegue-se graças ao alho, sumo de limão e coentros. Eu coloco sempre bastante porque não há nada pior do que umas amêijoas sensaboronas.

Na base tradicional, as amêijoas à Bulhão Pato só levam azeite, alho, sal, limão e coentros. No entanto, muitos defendem o uso de um pouco de vinho branco. Eu, como gosto muito de molhar o pão naquele molho fantástico, uso sempre um pouco de vinho. Se não quiserem, não ponham.

Este é um dos pitéus mais apreciados nos dias de calor, nas marisqueiras e restaurantes à beira-mar. Um delicioso prato de amêijoas com uma cerveja ou um branco gelado é sinónimo de perfeição. É difícil imaginar algo muito melhor do que isto.

Tal como as amêijoas, os mexilhões também são muito apreciados. Podem preparar esta receita com mexilhões, da mesma forma. Em alternativa, experimentem estes deliciosos Mexilhões Thai & Gin com fritas de batata doce, que é uma das minhas receitas de eleição.