Como snack ou como refeição ovolactovegetariana estas almôndegas são óptimas com um bom molho de tomate caseiro.

É tudo muito fácil.

Tritura, mistura, enrola, forno. Feito!

Era Dia da Mãe, aquele dia em que queremos ser mais mimadas mas também queremos continuar a mimar.

Para o almoço, decidi que seria também o “dia d’ a mãe fazer almôndegas para a filha”.

Ela é vegetariana há alguns anos e, para mim é sempre um desafio encontrar soluções novas que a deixem feliz.

O meu pai tinha-me trazido uma couve romanesco do seu quintal e foi então que decidi improvisar depois de tempos antes ter visto uma receita semelhante com brócolos. O romanesco é da mesma família. Era perfeito para o que queria fazer.

A cozedura é muito importante. Devem retirar-se as partes mais fibrosas dos talos e cozer os floretes a vapor. Assim não absorvem água e a textura é melhor.

Depois de serem triturados grosseiramente só temos de envolver os restantes ingredientes.

Finalmente moldam-se as bolinhas…

Vejam só… um tabuleiro cheio! Dá para um batalhão!

Seguem-se uns minutos no forno para ganharem um pouco de cor e ficarem firmes… e estão prontas a servir…

Mas não sem antes prepararmos um belo molho de tomate para lhes dar mais graça e sabor.

Ora digam lá se não é tudo muito fácil?

Será que convencem os que torcem sempre o nariz a legumes?

Nada como experimentar!

Espero que gostem!

Veja o vídeo desta receita no meu canal

tempo de preparação: 25 minutos
tempo de forno: 12 minutos
dificuldade: fácil
rendimento: 20 a 24
Como snack ou como refeição ovolactovegetariana estas almôndegas são óptimas com um bom molho de tomate caseiro.

Almôndegas de Brócolos
ou Romanesco

DESTAQUE
Como snack ou como refeição ovolactovegetariana estas almôndegas são óptimas com um bom molho de tomate caseiro.
tempo de preparação: 25 minutos
tempo de forno: 12 minutos
dificuldade: fácil
rendimento: 20 a 24

Ingredientes:

  • 500 g de brócolos ou couve romanesco, cozidos a vapor al dente (sem talos fibrosos)
  • 2 dentes de alho (ou 1 colher de chá de alho em pó)
  • 3 ovos
  • 100 g de queijo ralado (cheddar, gouda, mistura de queijos, etc.)
  • 2 colheres de sopa de parmesão ralado em pó
  • panko (pão ralado japonês) ou pão ralado normal q.b. até ligar
  • sal e pimenta preta q.b.

UTENSÍLIOS:

  • Processador de alimentos/triturador (opcional)

Confecção:

  1. Triture os alhos muito finamente no processador de alimentos. Coloque metade dos brócolos/romanesco e triture, pulsando, para não espapaçar. Retire para uma taça e triture a outra metade.  [Este passo também pode ser feito à mão, picando os alhos e os legumes com uma faca bem afiada.]
  2. Junte os ovos batidos (como para omeleta) e os queijos aos legumes picados e tempere com sal e pimenta a gosto.
  3. Junte o panko (ou pão ralado normal) aos poucos, até ter uma massa, ainda húmida, que consiga moldar – evite colocar demasiado, para não ficar com uma massa seca.
  4. Molde bolinhas do tamanho de bolas de pingue-pongue – aperte a massa para ela ligar melhor e passe as mãos por um pouco de parmesão em pó se necessário – e coloque num tabuleiro forrado com papel vegetal ligeiramente untado.
  5. Leve a forno pré-aquecido a 200º C durante 12 minutos.
  6. Sirva quentes ou frias com um bom molho de tomate caseiro.

Notas:

  • Os legumes devem ser cozinhados a vapor, al dente, para não absorverem água.
  • O panko pode ser substituído por pão ralado normal, mas tendo o cuidado de não exagerar para não deixar a massa seca.
  • As almôndegas podem ser congeladas em cru. Para cozinhar, devem descongelar antes de ir ao forno.
  • Para uma versão sem glúten substitua o panko por flocos finos de aveia certificados.

Outras informações:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *