Escada para Mantas
(Inspiração Náutica)

Os galhos de madeira apanhados no areal dão a esta escada o espírito náutico que combina com casas frescas onde se respira ar puro.

Não faltam no mercado escadas simples, de linhas direitas, para colocarmos mantas ou toalhas. Eu adoro este conceito de móvel porque confere uma grande simplicidade aos espaços onde os colocamos.

Se é verdade que os podemos comprar, também é verdade que os podemos fazer.

Este projecto de bricolage é relativamente simples e o preço é mesmo em conta. Além disso, fica ao nosso critério o grau de personalidade que lhe podemos dar.

Neste caso, trazemos um pouco da natureza em estado puro para dentro de casa.

Estes galhos recolhidos junto ao mar são perfeitos.

Com sorte encontramos galhos já polidos pelo mar e pela areia de tanto tempo rolando de lá para cá e de cá para lá ao sabor das ondas e das correntes marítimas, até que finalmente repousam no areal onde os podemos recolher antes que o mar os reclame de novo.

No caso de o mar não fazer esse trabalho teremos de ser nós a descascar e a fazer o polimento.

Quanto às ripas, podemos cortá-las à medida com uma serra eléctrica ou manual, tanto no comprimento como no corte dos pés num ângulo de 15 graus. Se necessário, as casas onde compramos a madeira podem ajudar-nos.

Como podem ver no video, optei por pintar as uniões e os parafusos com uma tinta cor de cobre que acho muito mais bonita, mas é opcional. Podem deixar a cor zincada ou pintar com qualquer tinta própria para esta superfície metálica.

E que tal?

Gostam da ideia? Não fica linda naquele cantinho do quarto que ainda precisava de um pequeno toque tão romântico como este?

Então, arregacem as mangas, façam no vosso tempo, sem pressas. Em menos de nada fica pronto!

Neste video podem ver todo o processo do princípio ao fim.

 

Se querem ver os meus outros trabalhos de DIY/Bricolage espreitem também as Bases de Pratos e o Prato com Pé.

 

Material necessário:

  • 2 ripas de pinho 4,5 x 4,5 x 180 cm ou 5 x 5 x 180 cm [2 x 7,5 €]
  • 5 galhos de mar
  • 10 uniões em U (tamanho adaptado aos galhos) [5 x 1,49 €] + 20 parafusos
  • Tinta em spray cor de cobre (opcional, para pintar uniões e parafusos) [9 €]
  • Tinta efeito giz (dispensa primário) [6 € latinha pequena] + mini rolo de espuma [2,5 €]
  • Verniz aquoso Acetinado [latinha pequena 5 €] + pincel [2,5 €]
  • Serra de Corte (Eléctrica ou manual)
  • Lixadeira
  • Aparafusadora
  • Lápis e fita métrica

Passo a passo:

  1. Corte as ripas para terem um comprimento de 1,80 m. Numa das extremidades corte num ângulo de 15 graus. É uma ligeira inclinação para manter os pés alinhados no chão quando a escada ficar inclinada sobre a parede.
  2. Lixe as ripas, amaciando as arestas.
  3. Limpe com um pano e pinte da cor desejada, com uma tinta que dispense primário como é o caso da tinta efeito de giz, usando um rolo de espuma. Deixe secar e dê uma segunda demão.
  4. Depois de a tinta secar, dê uma camada de verniz com pincel – pode usar verniz mate, acetinado ou brilhante. Eu prefiro acetinado.
  5. Se os galhos precisarem de ser limpos, retire a casca com a ajuda de uma espátula e depois use uma lixadora para limpar toda a sujidade e manchas até ter uma madeira o mais clarinha possível.
  6. Se os galhos tiverem buraquinhos, tipo os do caruncho, trate a madeira com xilophene. Deixe secar e envernize os galhos com duas demãos.
  7. Pinte as uniões em U e os parafusos (ou pregos) com uma tinta multisuperfícies em spray cor de cobre ou latão ou da cor que mais gostar (opcional).
PARA MONTAR A ESCADA
  1. Coloque as ripas lado a lado no chão ou sobre uma mesa.
  2. Marque os pontos onde vão ficar os galhos. O primeiro, a 20 cm do topo, os restantes com um intervalo de 30 cm.
  3. Posicione as ripas em V invertido com uma distância entre ambas de 30 cm em cima (medição exterior) e 60 cm na base – esta distância pode variar consoante o tamanho dos galhos que tiver.
  4. Coloque o galho mais pequeno em cima, encaixe as uniões em U centradas na ripa e fixadas por parafusos ou pregos. Prossiga do mesmo modo, com galhos sempre um pouco maiores do que o anterior à medida que vai descendo.
  5. Se os galhos forem mais ou menos do mesmo tamanho pode, em alternativa, fazer a escada direita com as ripas paralelas uma à outra.
Gostaram do projecto? Deixem os vossos comentários e sugestões.

Partilhe esta bricolage nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on pinterest
Pinterest

Veja também...

23 comentários para “Escada para Mantas <br>(Inspiração Náutica)”

  1. Adoro todas as suas ideias Clara! Será possível partilhar como tratou o armário ao lado, igualmente como a Ana tambem eu tenho um movel escuro e queria dar-lhe uma nova vida.
    Obrigada

    1. Irei fazê-lo sim Manuela, está prometido e até já tenho o móvel para o fazer, mas só quando tiver tempo. Isto agora está muito complicado. Mas assim que puder, sim. Vou tentar que seja o mais rapidamente possível.

  2. Parabéns! Ficou um lindo trabalho! Vou copia-la, nos próximos passeios pela praia já vou à procura de paus!
    Reparei no armário ao lado, também foi a Clara que o pintou? Se sim pode partilhar materiais usados e como fazer? Tenho um antigo, em cor escura, não sei qual o tratamento que a madeira tem, se cera ou verniz sem brilho, não gosto dele assim escuro, acho demasiado pesado, talvez pintado numa cor clarinha poderia ganhar outra vida, mas não sei por onde lhe pegar…
    Gostei do Nero , assim de costas é tal e qual o meu Batman 🙂
    Grata pelas suas partilhas

    1. Olá Ana. Sim fui eu. Era escuro como o seu. Eu tentarei brevemente mostrar como se faz. É muito simples. Só tenho de encontrar um móvel pequeno giro para recuperar.

  3. Muito bonito, Clara! Como todos os seus trabalhos! Um dia desses, e caso lhe seja possível, iria adorar ver um projeto para um sofá de paletes. Tenho uma casa em alojamento local e iria ficar lindo lá no terraço! 🙂 Tenho visto alguns videos, mas explicado por si é sem dúvida muito melhor! Beijinhos e obrigada por nos brindar com estes projetos e receitas deliciosas.

    1. Obrigada Glória! Eu tenho umas paletes diferentes das normais, compactas, estou a pensar fazer qualquer coisa com elas, mas sofá ainda não, não sei quando será possível, mas de facto tenho visto sofás, e não só, de paletes muito giros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.